quarta-feira, julho 11, 2007

Buscando a compreensão do incompreensível.......




- Não é novidade para ninguém que adoro o universo do xamanismo.. adoro histórias e músicas de Indios, por isso que adoro ouvir Indio Adeus, kikiô e Serra de Maracaju...
o belo som de Almir Sater....♡ ☆ ♡
E Kikiô "arrepia" na interpretação de Sater...é algo "mágico e indescritível", é como se o artista se fundisse com a música e a magia da letra dela..escrita divinamente por Geraldo Espíndola. São músicas transcendentais...às vezes me questionam:
Como uma pele branca...que não desgruda de um salto alto ...pode ter gosto por essa cultura e com cheiro de mato, como afirmou,  a querida e professora de líteratura indígena, Eliane Potiguara.
Só sei que acho a "cultura fascinante, instigante e sábia", o índio sabe conviver com o meio ambiente, a natureza, a respeitar os ciclos da lua, os 4 elementos (fogo, terra, ar e água) ser ético com seus companheiros e sem falar sobre os rituais xamânicos.
Há quem diga que os índios se corromperam com a cultura dos brancos, mas se isso ocorreu, os considero impunes, porque são "certos brancos"que nunca respeitaram a cultura nem tiveram capacidade de assimilar a riqueza dela.. Ao invés de aproveitar para compartilhar de tal conhecimento que vem de antigas gerações..acabaram destruindo tudo em nome desta maldito capitalismo selvagem, um rico patrimônio histórico.

E por falar em Xamã...adoro Xamãs..Segundo fonte de pesquisa, a palavra xamã tem sua raiz na Sibéria, vinda da palavra “saman”, aparentado com o termo sânscrito “sramana” que significa “inspirado pelos espíritos”.

O xamã pode ser homem ou mulher. O termo xamã foi adotado pela antropologia, para se referir a pessoas de uma grande variedade de culturas não ocidentais, que antes eram conhecidas como:bruxo, feiticeiro, curandeiro, mago, mágico, vidente, sacerdote, pajé, homem da medicina, o terapeuta, o conselheiro, o contador de estórias, o líder espiritual,etc,

Referindo-se ao xamanismo como um conjunto de crenças ancestrais que estabelecem contato com uma realidade oculta, ou estados especiais(alterados) de consciência, a fim de obter conhecimento, poder, equilíbrio, saúde para si mesmo e para as pessoas.

Para mim, além disto, xamã é alguém capaz de despertar o inusitado, que tem o poder de captar energia e de seduzir !! sic... Não importa a crença, mas sim a forma que sejamos devotos nela:
Tupã, Oxalã ,Jeová, Adonai, Alláh, Deus....é apenas um mero detalhe, o que importa é que acreditamos e confiamos plenamente numa força e energia suprema, capaz de movimentar nossa existência e que tem o poder de energia transformadora.

-Dentro de mim existem dois cachorros.. um bom e um mau..-Estão sempre a brigar...E perguntaram:Qual dos cachorros ganharia a briga ?? Ele sabiamente,respondeu:"O que eu alimentar primeiro"-

-Verdade absoluta, porque percebi que movida, pela dor, frustração e inércia diante da situação e pela falta de entendimento para com Deus, estava alimentando o primeiro cachorro..o lado cruel ...Quanto à morte, a filosofia budista é enfática e realista, ao evidenciar que tudo na vida é passageiro e que todos nós, iremos trilhar pelo mesmo caminho, um dia.