Loira do bem ∞ : 09/23/14

terça-feira, setembro 23, 2014

Show de Almir Sater em Corumbá atrai 25 mil pessoas.


(Foto: Clóvis Neto)


Um dos artistas mais completos da Música Brasileira, Almir Sater lota a praça de Corumbá, no encerramento do Aniversário do Município.

De acordo com a Polícia Militar o show foi prestigiado por cerca de 25 mil pessoas, um belíssimo espetáculo, além de saborear deliciosos tipos de comida na quermesse da Santa Casa de Corumbá, cuja renda foi destinada ao hospital de Corumbá.

Antes do show dos 236 anos, Almir recebeu o prefeito Paulo Duarte no camarim e disse estar encantado com Corumbá que "está mais bonita", enalteceu. "Cheguei e fui direto almoçar um peixe e fiquei encantado com a alegria que as pessoas me receberam. Foi bom ver que elas estavam felizes com as mudanças que vem acontecendo na cidade. E nas voltas que dei pude perceber como a cidade está sendo recuperada e está bem arrumada. Isso é muito bom de se ver", comentou.

Almir encantou o público com músicas tradicionais, como "Trem do Pantanal" e "Comitiva Esperança", que exaltam Corumbá. Além de seus maiores sucessos: "Cavaleiro da Lua”, "Um Violeiro Toca”, “Tocando em Frente" e "Chalana". O show teve uma mescla da sua viola caipira e o violão folk de 12 cordas que, alternados, produzem um espetáculo original e de primeira qualidade.

E a expectativa começou logo cedo, após o desfile. Em quanto aguardava o show, Rose Silva, que estava com a família, demonstrava ansiedade. "Viemos prestigiar a festa de aniversário da cidade. Aproveitei que uma das minhas filhas desfilava e desci com as outras para vê-la. Agora vamos comer algo e esperar o belíssimo show do Almir Sater", disse. No final, fez parte do coro quando Almir retornou ao palco para finalizar sua apresentação com a música "Cabecinha no ombro".

Almir estava acompanhado da sua banda, de seu irmão Rodrigo Sater e da irmã Gisele Sater. Teve também a companhia de Guilherme Cruz (violão) da banda Filho dos Livres.

Foto e Fonte: Site Corumbá Assessoria de Imprensa PMC.
Reproduzido Fontes: Correio do Estado |  Assessoria de Imprensa PMC