segunda-feira, janeiro 18, 2010

Pitaco Comportamento: "O beijo na testa"

"O beijo na testa, é como uma festa" que das mais antigas ...
Enquanto a agenda não vem....Táva aqui pensando eu com a minha violinha...sobre coisas genuínas e me lembrei de uma reportagem sobre o beijo na testa. Que coisa das antigas, parece coisa do tempo de nossa avó, deve ser o tempo "nubladinho", quieto, de segunda-feira, que me remeteu ao saudosismo, mas quando eu comecei a ler, vi o quanto é interessante a abordagem: "O beijo na testa, é como uma festa!...É de alguém que não nos detesta!...iupi - que coisa boa.

Beijo na testa: Segundo o conceito da Internet  geralmente é dado para alguém que temos muito respeito e nutrimos grande admiração.Segundo, o Prof. João Flávio Martinez  graduado em história e professor de religiões, ele fala a respeito do beijo nas diferentes culturas:



O Beijo na Concepção Islâmica:
O comentário que se segue foi feito pelo líder islâmico Samir El-Hayek tradutor do Alcorão para o português. Ele comenta sobre o beijo:“Nós muçulmanos nos beijamos. Beijamos nossos amigos e irmãos... Não na Boca! Nem a própria mulher a gente costuma beijar na boca. Beijamos no rosto, na testa. É a nossa cultura. O beijo na boca é invenção do cinema hollywoodiano, que continua ganhando muito dinheiro com isso”.

O Beijo na Concepção Católica:
Bem, como já vimos acima, o beijo amoroso foi proibido pela Igreja Católica na Idade Média e em nossas pesquisas não conseguimos a informação se esse decreto foi extinto ou não. Entretanto, a Igreja Católica Romana tem no beijo uma maneira de referência e adoração; beijam-se as imagens e abascantos, beija-se a mão do clérigo, o padre beija o altar, o Papa por várias vezes beijou o solo onde foi peregrinar, beija-se após fazer o sinal da cruz, beija-se o irmão de fé em sinal de amor cristão... Enfim, poderíamos dizer que o beijo compõe o culto e os rituais do catolicismo.

O Beijo nas religiões Orientais:
Para as religiões Orientais, o beijo é um ato muito íntimo, jamais realizado em público. É algo reservado e que dificilmente será motivo de vexatório.

O Beijo na Ótica Protestante Evangélica:
A Bíblia mostra que os irmãos se saudavam com um beijo no rosto em sinal de cordialidade e cumprimento (Rm.16:16). Era um costume da época, como o nosso hoje, de saudar uns aos outros com um aperto de mão. O ósculo não é colocado como uma doutrina ou ensinamento, mas apenas como um gesto de cordialidade que deveria e deve haver entre os irmãos.

Seja lá o que for, depois de ler sobre os beijos, começo a valorizar o beijo na testa. Afinal, depois dos "entretantos" ganhar um beijo na testa, pode significar muito mais que todo o resto, como diz o poema abaixo: -"Nada mais lindo do que um só beijo na testa de quem teve que se despedir."






Fechou...Quem venham mais beijos na testa, então !!! bem  agora é melhor voltar ao planeta terra e "trabaiá", porque a coisa aqui tá feia, os ómi tão metendo a mão na cumbuca!!! e tem que trabaiá.......

"