Loira do bem ∞ : 04/05/16

terça-feira, abril 05, 2016

Livro sobre Pena Branca e Xavantinho tem participação de Almir Sater

Em 1° de dezembro passado, aconteceu o lançamento do livro “Pena Branca e Xavantinho – cult para sempre”, na CAIXA CULTURAL São Paulo que documenta a vida e a obra da dupla caipira com depoimentos de músicos consagrados, entre eles o Compositor, instrumentista, o violeiro Almir Sater. A dupla em 38 anos de carreira deixou onze álbuns gravados, os quais conquistaram cinco prêmios Sharp. 

A obra tem o objetivo de perpetuar a trajetória e atuação da dupla, uma das mais importantes e respeitadas da história do Brasil recente.  Escrita pelas jornalistas Eliana Pace e Sonnia Mateu editada pela Barbosa Lima Editores,  ressalta  a ponte que a dupla construiu entre a música urbana com o gênero caipira ao gravarem composições de artistas de renome da MPB, como Milton Nascimento, Chico Buarque, Ivan Lins e Caetano Veloso. Esses nomes, e mais Almir Sater, Renato Teixeira, Sergio Reis, Rolando Boldrin, Daniel,  entre outros, forneceram às autoras depoimentos comoventes sobre a dupla.
                                
                                                         Foto: Jorge Rosenberg

Entre as canções gravadas pela dupla, Almir Sater  vez ou outra nos presenteia com uma bela interpretação em shows, “Cuitelinho” canção de domínio público  cujos versos anônimos receberam a contribuição de Paulo Vanzolini, repassadas por seu amigo Antônio Carlos Xandó que ouvira a melodia e os versos cantados por um barqueiro. 

Constam também pareceres de personalidades fundamentais para o resgate histórico da obra dos artistas como Zuza Homem de Mello, Ivan Vilela, Assis Ângelo, Myriam Taubkin e Maria Clara Tomaz. O design gráfico do livro a cargo do renomado  Adamastor Sacilotto e o prefácio do jornalista Chico Pinheiro.