quarta-feira, 27 de maio de 2015

Administração: QUAL É O SEU PROPÓSITO?

QUAL É O SEU PROPÓSITO?


Muitas vezes, estamos perdidos em nossos objetivos, para onde o futuro vai nos levar. Dizem que as coisas boas acontecem, sem a gente planejar. Mas dizem por aí, que sem planos, não chegamos a lugar algum. O primeiro passo, para mostrar nosso potencial, é conhecê-lo melhor. E um dos fatores é a autoanálise e sem critério.

Para tal, devemos elaborar uma lista de habilidades e talentos. Escrever também as nossas prioridades na vida. Quais são as coisas mais importantes para nós?. Não podemos deixar de faltar com as prioridades em nossa vida. Como também de nossos valores, quais são eles?. Geralmente, o que ficar repetitivo, é o traço mais marcante, que temos de prestar atenção maior. Segundo pesquisa, quatro são os pontos essenciais, para chegarmos ao um consenso, de quais são nossos verdadeiros objetivos, etc. Em cada um deles, descrever de 01 a 10, quais seriam elas, segundo nossa visão sobre nós mesmos, a seguir:


HABILIDADES:
A Capacidade e inteligência para fazer as coisas. Como diz Voltaire (mais do que capaz, mais do que instruído). Seria o grau de competência de um indivíduo frente ao um determinado objetivo. Exemplo: o “saber fazer”: cantar, dançar, interpretar. Competência (criatividade, astúcia, esperteza, manhas).

POTENCIALIDADES: A possibilidade da realização, ou seja, seria ação que algo ou alguém, tem de transformar em realidade. Quem canta bem (bom cantor), dificuldades em Matemática (aulas particulares/ reforço), para adquirir melhoras e habilidades. A força, vigor, energia, conjunto de aptidões, as possibilidades. Almir Sater em uma entrevista, anos atrás, revelou sabiamente que, pode ter o dom, "mas sem técnica e aperfeiçoamento, treino e incansáveis horas a fio, o instrumentista não chega a lugar algum". Ele se refere a potencialidade e aprimoramento na técnica. Ou seja, além da habilidade, a potencialidade, é fator determinante, para alcançarmos nosso desejo, o aprimoramento. E isso só é possível com muita dedicação, foco e esforço exclusivo. O tempo então é fator decisivo também.

PRIORIDADES: Eleger o que vem em primeiro lugar, o que importa para nós, de verdade. Muitas vezes, temos que abrir mão de nossos sonhos, sacrificar nossos objetivos, em prol de alguma coisa.

VALORES: O que consideramos importantes, quais as verdades mais profundas. O primeiro passo, para mostrar nosso potencial, é conhecê-lo melhor. Richard Jacobs consultor de empresas, em suas palestras, faz uma instigante pergunta: What´s your purpose? - O que estaria escrito, na sua lápide, em uma única palavra, para ser lembrado? - Então olhando de dentro para fora, repito: Qual é o seu propósito? - Amizade /Felicidade /Companheirismo/Realização pessoal, profissional /Reconhecimento, saúde, família, estudos, viajar.



A partir do autoconhecimento, aumentam nossas chances de estabelecer nossas metas e objetivos. É necessário saber, aonde vamos, o que queremos a longo ou curto prazo. Quais seriam eles daqui a 6 meses, um ano, cinco, dez anos, talvez?. A partir daí formular as estratégias para concluir nossos objetivos. O que queremos alcançar?


Sucesso profissional? Saúde estável? Um lar harmonioso e confortável? Independência financeira? Relações duradouras? Conclusão de estudos. Uma carreira artística. São ideais que a maioria de nós, sem dúvida, almejamos. Para tal, planejamento e dedicação em nossos objetivos, é a regra para todos.

Vale a pena investir em nossos objetivos, pois fatores como frustração, debilitação, aperto financeiro, desarmonia, em qualquer um destes campos, causam mais sofrimento e mais distante ficamos de nossos sonhos e realizações. Somos por natureza, seres empreendedores, e necessitamos de reconhecimento, tanto a nível pessoal quanto profissional. É a mola propulsora, ou seja, motivação que nos estimula a seguir em frente. Devemos investir em tudo que se diz referente a nós: formação, saúde, relacionamentos, e principalmente trabalhar com aquilo que nos satisfaz, seja qual profissão for.

Cada um de nós, usar de nossas aptidões ou habilidades, que temos vocação de fato, e jeito de lidar, seremos não só mais felizes como, o que está ao nosso redor, mais equilibrado e harmonioso.

Imagem: Reprodução Internet. O Texto faz parte do meu Curso "Desenvolvimento Interpessoal" do curso voluntário sobre Motivação Pessoal.