sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Teatro Marista: O Diario entrevista Almir Sater Show Maringá 2015.

 Almir Sater concedeu entrevista ao O Diário de Maringá, referente ao show, logo mais à noite, no Teatro Marista. O Artista fala sobre estilos musicais, de Tião Carreiro a Pink Floyd, o que pode esperar de seu show e sobre tocar no Paraná e do poeta Manoel de Barros. Abaixo na íntegra:

A volta do arrebatador de almas - Cultura

Almir Sater retorna à cidade para tocar e encantar um público cativo, "sempre muito carinhoso e receptivo" Dedilhar das violas começa às 22 horas, no Marista; ingressos custam R$95 (meio) e R$ 190 (inteiro)
  • 27/02/2015 às 02:00    -   Victor Duarte Faria
    Almir Sater retorna à cidade para tocar e encantar um público cativo, "sempre muito carinhoso e receptivo"
Hoje à noite, o Teatro Marista vai se transformar em uma extensão do Pantanal. De volta à cidade, Almir Sater vai fazer do palco a varanda da casa da fazenda que tem no Mato Grosso do Sul. Aliás, das fazendas. São três propriedades, onde o cantor, compositor e ator dá vida a um eficiente fazendeiro.

Mais o assunto aqui é música. E da boa. Com as violas nas mãos, Sater transfigura-se. O jeito tímido, o falar pausado e cativante são substituídos por um virtuose que arrebata corações e almas.

Os sons das dez cordas inundam o ambiente. As letras contam histórias, causos. Nas músicas instrumentais, o silêncio impera. Nas cantadas, a plateia compõe um coro de apoio.

Considerado um dos sucessores de Tião Carreiro, Sater busca inspiração na natureza em meio à paisagem bucólica do verde das matas. Com mais de 30 anos de carreira, dez discos solos gravados e participações em novelas nos anos noventa e, em 2006, o poeta pantaneiro abriu espaço na agenda dele para conversar com a reportagem de O Diário.

O DIÁRIO - Maringá está quase todo ano na agenda do senhor. Por que esse relacionamento com a cidade?
ALMIR SATER - Acho que é uma via de duas mãos. Gosto muito de tocar no Paraná e sou convidado para me apresentar no Estado quase todo ano. Eu adoro tocar em Maringá. O público é sempre muito carinhoso e receptivo.

Em 2012, o senhor fez um show gratuito na Expoingá. Hoje, os ingressos estão sendo vendidos a R$ 95 (meio) e R$ 190 (inteiro). Em relação aos dois públicos, qual é mais receptivo? O que muda?
O show é semelhante. O que muda é a quantidade de pessoas. Mas o show que faço no teatro é o mesmo que eu faria em um ginásio ou arena.


Almir Sater é influência de muitos jovens e cantores. Mas quem o influenciou?
Sou bastante eclético. Gosto da viola do Tião Carreiro, Pink Floyd e música clássica. Gosto muito da música folclórica inglesa.

Qual o repertório que está reservado para o público que for ao Marista hoje à noite?
O show é o mesmo faz 20 anos, mudam algumas canções. Toco com excelentes músicos. Estou com o mesmo grupo há tempos. São praticamente minha família. Cada show é um show. Posso mudar uma música ou outra, mas é basicamente o mesmo show.

No Brasil inteiro explodiu a moda do sertanejo universitário. Existe algum cantor dessa nova leva que o senhor gosta? O que acha dessa nova vertente da música?
Se é arte, os músicos serão lembrados daqui um tempo. E é isso que importa. Sempre que a música for arte, ela perdurará.

A música sertaneja perdeu grandes violeiros como Pena Branca, Renato Andrade e Ibirarema. A viola ressurge, em grande parte, com as novas duplas. O senhor sente um pouco dos mitos desse instrumento em novas duplas ou eles têm estilo próprio?
Algumas duplas caipiras sempre são referência para novos músicos. Todos gostam da boa música caipira. Todos têm formação da música caipira, sempre seguem isso. Em termo de violeiro, tenho visto alguns jovens violeiros muito bons. Sinal que o instrumento é parte da cultura brasileira.

A poesia pantaneira é composta por quem? Como é o estilo de vida do poeta pantaneiro?
Nosso grande poeta Manoel de Barros (cuiabano, que morreu em 13 de novembro de 2014, aos 97 anos) é um bom representante. Quando você está isolado no mato, você aprende muita coisa. O poeta pantaneiro almeja a terra e as pessoas. Além de serem simples, seguem um modelo simples de vida.

SAIBA +
ALMIR SATER AO VIVO
Quando: Hoje
Onde: Teatro Marista
Horário:21 horas (abertura do teatro), com show previsto para as 22 horas
Ingressos: R$ 95 (meio) e R$ 190 (inteiro)
Ponto de venda: diskingresssos.com.br
 Fonte:  digital.odiario.com/cultura

LER É PRECISO: 27 de Fevereiro – Dia Nacional do Livro Didático



Sociedade produtiva: Ler é preciso, pensar e compreender mais ainda. Algumas pessoas, ( a minoria felizmente) , não atentas ao mecanismo de redes sociais ou leigas sobre, sempre perguntam, quando estimulo nos meus Canais, e na página Almir Sater que administro, em conjunto com o Sertanejo Online, sobre isso. "Eu costumo lembrar da frase do Pequeno Príncipe, cansativo para as crianças ficarem sempre explicando as coisas para eles, as pessoas grandes não compreendem nada sozinhas" - AHAHAHA, e assim é...mas eu explico mesmo assim:

Estar em redes sociais exige dinâmica constante - onde é preciso agregar coisas que somam, além da marca em si, e o "triplé" que trabalho sobre Almir Sater, desde 2006 sempre foi este: Música, Cultura e Meio Ambiente... são coisas que estão intrinsecamente ligadas com o Artista, o que ele apoia, estimula e conscientiza na sociedade. Ser uma figura pública também exige responsabilidade sobre e a imagem altamente positiva de Sater funciona bem com esse três assuntos distintos mas tão ligados entre si: Afinal, só quem tem sensibilidade artística, terá respeito e empatia pelos outros dois. E vários artistas, não só publicitários, "marketeiros" e entidades organizacionais já descobriram esse"insight".  E até onde eu sei,  são coisas que o artista vivencia em sua vida, o amor pela natureza e a curiosidade pelo saber, esta última, endossada por sua mãe, anos atrás, em um vídeo escolar. E verdade seja dita, eu nunca vi mãe mentir, portanto qualquer coisa ao contrário, é tudo culpa da mãe dele então..risos...
Voltando ao Dia do Livro Didático... Segundo os Jornais, "o dia de hoje é importante pois serve para resgatar o valor da utilização do livro didático como ferramenta fundamental para o trabalho pedagógico dos professores e seus alunos. De caráter pedagógico, o livro didático surgiu inicialmente como um complemento aos livros clássicos auxiliando na alfabetização, no conhecimento da história, da filosofia, da matemática e das ciências".  Eu acrescentaria, que os professores, educadores, não só estimulem os alunos a aprender ou a ler, mas também leiam antes o conteúdo, criem dinâmicas que tornam o aprendizado mais atrativo, que aguça a curiosidade das crianças, envolva todos no processo, como partes que se completam, e assim, podemos mudar a Sociedade num todo. A mudança começa do individual para o coletivo. "Boa Leitura e Bom Aprendizado". Esta é uma viagem que vale a pena prosseguir.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

VILA MADALENA (MELOGRANO BAR) RECEBE CANTORA CRIS d'AVILA NESTA SEXTA -





Nesta Sexta, 27, Melograno Bar, será palco do show intimista da Cantora Cris d'Avila, na Vila Madalena em SP. Acompanhada por músicos qualificados, relembra o “melhor do cancioneiro popular e erudito da Música Mundial”. Seus Shows apresentam “formatos distintos” que agregam, mais personalidade aos espetáculos, de forma intimista. 

No palco, a Intérprete faz releituras, onde passeia por diversas vertentes musicais, com um toque erudito, sobre o melhor do Universo World Music (estilos e culturas mundiais), MPB, composições brasileiras, standards de jazz, sem esquecer de suas raízes bucólicas sul-mato-grossense. A Cantora será acompanhada por Shamuel Dias(baixo), Leandro Martins( percussao e bateria), e Vinicius Nicoletti(guitarra). A Artista costuma surpreender a plateia, com convidados especiais.

O Melograno está localizado à Rua Aspicuelta, 436 - Vila Madalena/SP. Couvert Artístico: R$ 15,00 | Mais Informações e Reservas: (11) 3031-2921
Sobre Cris d'Avila:

Cantora lírica e dona de uma técnica vocal sofisticada, passeia pelo Universo do World Music, com naturalidade, entre culturas e estilos mundiais diversos, desde o clássico até a música raiz. Desde de menina, sempre teve a Música como forma de expressão. Após conclusão de seus estudos, obteve uma rica experiência como coralista e solista no Teatro Guaíra, em Curitiba e integrante da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro, como cantora lírica.

Também participou de diversas montagens de óperas e recitais, clássicos da música italiana, francesa e do jazz. Sempre em busca de aperfeiçoamentos, já morou inclusive em Karlshure (Alemanha), país considerado o berço da Música Clássica e na Itália também. De anos pra cá, sempre procurada para cantar em eventos corporativos e públicos, resolveu investir na carreira solo e através dos shows, uni
r povos, manifestação cultural e valoração dos poetas que influenciaram toda uma geração.


Página Facebook crisdavilamusica   Site Oficial crisdavila

Assessoria de Imprensa:
Luis Delcides R Silva
Mtb 64719/SP
Contato: +55 (11) 99257-7040

e-mail:luisdelcides@satelitedeideias.com.br
site:
Pauliceiadojazz

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

ALMIR SATER INICIA AGENDA DE SHOWS NO PARANÁ NESTA QUINTA

Depois de um recesso na agenda de shows, cantor e compositor, o instrumentista Almir Sater, dá início novamente em sua agenda de shows, no Paraná. Com mais de 30 anos de carreira e dez discos gravados é considerado um dos artistas mais completos, graças ao seu virtuosismo na viola. Em 2012, apontado pela Revista "Rolling Stone Brasil" entre os 30 maiores ícones brasileiros da guitarra e do violão.

Almir tornou-se um dos responsáveis pela valoração da viola de 10 cordas,  agregando um toque mais sofisticado ao instrumento, estilos como blues e rock, embalados pela pegada do folk, uma mistura de música folclórica, erudita e popular. O seu estilo caracteriza-se pelo experimentalismo e sua música agrega uma sonoridade tipicamente caipira da viola de 10 cordas, do folk norte-americano, irlandês e influências da música inglesa e das fronteiriças com seu estado, a paraguaia e andina, e os ritmos regionais como guarânias, polcas e chamamés. 

Graças a sua virtuose, foi o vencedor no 4º Prêmio da Música Brasileira (1991), como o melhor Solista e Música Instrumental, a belíssima “Moura” e também como coautor de "Tocando em Frente", em parceria com Renato Teixeira, na voz de Maria Bethânia, como a melhor canção do ano, esta considerada um "hino" motivacional desde então. 

Dono de um carisma único, Sater possui "toque de midas", por onde se apresenta, além do toque inconfundível da viola,  no palco relembra canções marcantes como: "Trem do Pantanal" e as clássicas "Um Violeiro Toca", "Tocando em Frente" e "Chalana", sempre solicitadas em suas apresentações. Além de  mesclar com as belas instrumentais e o último Álbum "7 Sinais", "repertório eclético e inovador", que conta com participações especiais dos sanfoneiros, o saudoso Dominguinhos e Luiz Carlos Borges.

Além do toque peculiar e diferenciado na viola, o músico não dispensa o violão folk de 12 cordas, que alternados, produzem um espetáculo original e de primeira qualidade. E o resultado é único, ao mesmo tempo reflete traços populares e eruditos, despertando atenção de públicos diversos. 

Também obteve grande destaque como ator nas novelas: "Pantanal" (1990), "Ana Raio e Zé Trovão" (1991), "O Rei do Gado" (1996) e "Bicho do Mato" (2006).  O Artista será acompanhado pelos músicos de sua banda que dão um toque especial ao espetáculo.

Serviço: Almir Sater e Banda no Paraná:
26 - Quinta- feira - Campo Mourão - Teatro Municipal
27 -Sexta-feira - Maringá - Teatro Marista
28- Sábado - Londrina - Ginásio do Teatro Marista

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Cris D`Avila realiza bonita apresentação em noita paulistana com artista do Folk

Na Sexta passada, 20, Cris d`Avila fez uma bela apresentação no Retro Jazz, em Pinheiros, SP. Numa noite inspirada, a Artista desfilou seu repertório de canções, do Universo do "World Music" (estilos e culturas mundiais), MPB, standards de jazz, e de suas raízes bucólicas sul-mato-grossense. Acompanhada pelos Músicos, Vinícius Nicoletti (guitarrista), e Gilson de Oliveira na (percuteria) encantaram o público presente. Durante o show, um convidado mais que especial, o também sul-mato-grossense, o multifacetado, Jonavo, força jovem e promissora do Folk. Jonavo subiu ao palco, e com seu estilo arrojado, interpretou 5 canções, duas de sua autoria inclusive, e juntos dividiram o microfone, em duetos de arrepiar toda a pauliceia presente. Alguns destes momentos sob registros do Instagram da Artista https://instagram.com/cristianadavila/

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Ler é preciso: Estação Grajaú da CPTM foi ponto de distribuição de livros neste Sábado.



Sociedade Produtiva: Estação Grajaú da CPTM tem distribuição de livros.
 "Um público comprometido com a leitura é crítico rebelde, inquieto, pouco manipulável e não crê em lemas que alguns fazem passar por ideias." . ..Mário Vargas Llosa ¯\_(ツ)_/
Quem passou pela Estação Grajaú da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) neste sábado (21) adquiriu um livro de graça. Liderado pela bibliotecária Grazielli de Moraes e por um grupo de voluntários, o projeto "Adote um Livro e Transforme-se"  distribuiu, até as 13h, cerca de 500 exemplares.


Foram dados clássicos da literatura brasileira e estrangeira, obras infantis, religiosas e de autoajuda. Cada livro contará com uma etiqueta e, a partir dele, os leitores poderão escrever no site do projeto uma resenha sobre a obra, explicando também o motivo da escolha.
A proposta do projeto é incentivar a leitura e mobilizar para que os livros sejam passados adiante. A sugestão é ler e dar para outra pessoa desfrutar do mesmo privilégio.

Reproduzido texto Fonte G1 - 21/02/2015 11h36 - Atualizado em 21/02/2015 11h36
Imagens: Site Adote um Livro

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

UNIVERSO CAIPIRA: DUPLA DE PIRACICABA GRAVA CD E ENALTECE A MÚSICA RAIZ

RENDIÇÃO CAIPIRA:
A viola nunca esteve fora de moda, de um jeito ou outro, sempre teve seu espaço, que o diga Almir Sater, que mantém uma carreira sólida, canta e toca por todo esse mundão sem parar. Esse ano, mais do que nunca, a indústria fonográfica e a mídia, finalmente estão a valorizar, a Música raiz com mais ênfase, abrindo espaço inclusive em programas renomados de TV. A Rede Globo, depois de 20 anos passados,  volta a reprisar "Rei do Gado", que segundo pesquisa é a maior audiência de últimos tempos neste horário.  E a boa nova, que os amantes da Música Raiz, e fãs de Tonico e Tinoco, Craveiro e Cravinho, Vieira e Vieirinha, não precisam  se sentir órfãos, porque a dupla Pedro e Pedrinho, de Piracicaba, SP - permanecem firmes e apaixonados pela moda caipira, afim de manter o legado das canções puristas, que remetem ao campo e as raízes bucólicas, lançaram um CD dos mais virtuosos, valorando a viola e moda caipira.


 Vale a pena conhecer um pouco mais desta dupla abaixo:
Sites Oficiais da dupla Pedro e Pedrinho:

http://palcomp3.com/pedroepedrinho/caboclo-violeiro/ canal de musica

http://www.pedroepedrinho.com.br/#/step-1 Site Oficial

http://www.pedroepedrinho.com.br/#/step-1 Pagina face 

UNIVERSO CAIPIRA:

Matéria da Gazeta de Piracicaba

O som da viola é encarado com devoção especial por um pai e um filho que moram no bairro Chácara Nazareth II, em Piracicaba. O rasqueado fala forte aos ouvidos da dupla Pedro e Pedrinho, apaixonada pela música caipira desde sempre. Os dois músicos, que são parceiros há cerca de 15 anos, agora fazem o lançamento oficial do cd Meu Melhor Amigo, que conta com composições próprias e participações especiais de nomes como Craveiro e Cravinho.

Trata-se de um trabalho de reverência ao universo caipira, com 12 músicas dos mais diversos ritmos ligados ao estilo. As demais faixas do álbum misturam canções conhecidas desse mundo caipira com composições de artistas piracicabanos, sem falar na participação especial de Craveiro e Cravinho em Cadeira de Balanço. A tradicional dupla piracicabana é das grandes incentivadoras da carreira de Pedro e Pedrinho. “São grandes amigos e parceiros”, diz Pedrinho.

A história dessa parceria começa com o pai, Pedro, apaixonado por música sertaneja de pequeno. Ele havia tentado firmar-se como cantor desde jovem, mas só conseguiu estabelecer uma parceira duradoura ao perceber que o filho, Pedrinho, partilhava do mesmo gosto pelos clássicos de viola. A desenvoltura do pequeno, então com seus doze, treze anos, com a viola, chamou a atenção do pai. “Tinha uma facilidade que impressionava, foi aprendendo sozinho, mexia o tempo todo no instrumento”.

“O primeiro lugar que a gente se apresentou foi o Bar do Luizinho, foi ali que o Gilberto Freitas olhou para a gente e colocou o nome de Pedro e Pedrinho, porque eu era bem pequenininho”, explica Pedrinho. Daquele em dia em diante, eles nunca mais pararam. “Nosso primeiro show, com cachê, foi no Saltinho, no bar do Sílvio. Ganhamos R$ 20”, lembra Pedro. Um amigo da dupla, Fernando Freitas, foi responsável por empurrar a carreira artística de pai e filho. “As portas foram sendo abertas, e a gente passou a cantar em uma série de lugares e programas”.

A lista é extensa. Inclui desde o Caminhos da Roça, com apresentação de Mazinho Quevedo, Programa Brasil Caipira, apresentação Luis Rocha, à rede Cultura de Araraquara, TV da Boa Vontade apresentação Edson Moreno, programa Chão Sanfona e Viola, Canal Rural, TV Opinião, Tv Mix, Tv Beira Rio, etc...Festa do Divino de Piracicaba, origem da Viola, no largo dos pescadores, no Sesc Piracicaba, além de todas as rádios da cidade e Região!

“Nosso objetivo é exatamente esse, que a gente possa continuar indo a uma série de shows, apresentação, e que a gente possa defender a música caipira, que andou bastante esquecida por uns tempos, mas felizmente está voltando com força, graças a Deus”, diz Pedrinho. Ainda este ano, pai e filho devem dar início ao novo álbum. “Vamos trabalhar para pelo menos preparar o repertório”. A viola deve continuar a chorar bonito nas mãos de ambos.

SERVIÇO
Meu Melhor Amigo
Para contratar o show de Pedro e Pedrinho, acessem o site oficial  da dupla: www.pedroepedrinho.com.br –  telefone +55 (19)  3434-1002 ou pelo e-mail contato@pedroepedrinho.com.br . Para os moradores de Piracicaba, os interessados em comprar o CD podem adquirir na Musical quinze, e as demais localidades podem entrar em contato com os dados acima.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Cris d'Avila, faz show intimista no Retrô Jazz nesta sexta.



Cantora Cris d'Avila, entoa todo seu lirismo nesta sexta, 20, no Retrô Jazz, em Pinheiros/SP.
Trata-se de um Bar estilo retrô, localizado ao lado da Vila Madalena e famoso por seus sanduíches, porções e drinks feitos na hora e super caprichados, além do ambiente aconchegante e música de qualidade. No palco, a Intérprete faz releituras, onde passeia por diversas vertentes musicais, com um toque erudito, sobre o melhor do Universo World Music (estilos e culturas mundiais), MPB, composições brasileiras, standards de jazz, sem esquecer de suas raízes bucólicas sul-mato-grossense. Cheia de charme e personalidade, a cantora é uma das gratas revelações, que a Música Popular Erudita Brasileira, trouxe para os palcos da pauliceia. Ela será acompanhada por músicos renomados ao som de guitarra e percuteira. De acordo com sua agenda Site Oficial, o show intimista, começa às 22h30.

Serviço: quando:20/02/15 -Sexta-feira.Onde:Pinheiros/ São Paulo - Horas:22h30
Local: Retrô Jazz Rua Cardeal Arcoverde, 1235 - Couvert Artístico: R$ 15,00 -
Maiores informações (11) 4564-8047 Email: retro.jazzbar@gmail.com

Sigam Cris d´Avila em seus canais oficiais:

Facebook: crisdavilamusica | Áudio: Sound Cloud | Twitter: @cris_dAvila_mus | instagram

Assessoria de Imprensa:
Luis Delcides R Silva
Mtb 64719/SP
Contato: +55 (11) 99257-7040
e-mail:luisdelcides@satelitedeideias.com.br
http://pauliceiadojazz.com.br