Loira do bem ∞ : 04/16/13

terça-feira, abril 16, 2013

̶Ⓐ̶ O Anarquista Raul Seixas "Carimbador Maluco"


  ̶Ⓐ̶   Quando Raul Seixas gravou Carimbador Maluco em 1983 e participou do especial infantil Plunct-Plact-Zummm na Tv Globo , muita gente caiu de pau em cima dele. Principalmente quando ele ganhou o seu segundo disco de ouro, com o sucesso da música. Afinal de contas, o grande anarquista, o inimigo do Monstro Sist tinha finalmente se vendido ao Sistema! Lá estava ele, dançando fantasiado entre as criançinhas na Rede Globo . Ora, realmente, ninguém poderia associar aquilo ao que ele faria, por exemplo, dois anos depois na gravação Mixto Quente ( com x mesmo ), dia 22 de dezembro de 1985, na praia do Pepino, no Rio.
No Mixto ele voltou a ser o Raul tradicional: entrou bêbado, esculhambou com todo mundo, cantou somente trechos inaproveitáveis de suas músicas mais censuradas (como Mamãe Eu não Queria) e impossibilitou sua participação no especial de Natal que a Globo havia preparado para aquele ano! ( Ninguém ficou sabendo porque Raul não apareceu, apesar da Globo ter anunciado o programa durante todo o mês de de apareceram bonitinhos. Mas ele , não... Nós estávamos no palco, durante a gravação: Paulo Coelho, Sylvio Passos , Edgar Oliveira e eu).

No entanto, em 1983 acompanhamentos calados a polêmica do Carimbador Maluco. Calados e emocionados. Simplesmente porque havíamos sacado a grande jogada dele! Um fantástico recado prá criançada! Um recado anarquista , do maior dos anarquistas, o chamado Pai de todos nós: Proudhon - o mesmo que disputava com Karl Marx nos debates da I Internacional. Transcrevemos o texto de Proudhon, de onde Raul retirou a ideia da música. Observem o Ritmo do texto. Observem a Força da revolta de um ser oprimido, violentado e explorado. Observem uma das fontes de onde vem o sucesso e o segundo disco de ouro do Carimbador Maluco.


Ser governado é:
Ser guardado à vista , inspecionado, espionado, dirigido, legislado, regulamentado, porqueado, endoutrinado, predicado, controlado, calculado, apreciado, censurado, comandado, por seres que não têm nem o título, nem a ciência , nem a virtude (...). Ser governado é ser , a cada operação, a cada transação, a cada movimento , notado, registrado, recenseado, tarifado, selado, medido, cotado, avaliado, patenteado, licenceado, autorizado, rotulado , admoestado, impedido, reformado, reenviado, corrigido. É, sob o pretexto da utilidade pública e em nome do interesse geral, ser submetido à contribuição, utilizado, resgatado, explorado. monopolizado, extorquido, pressionado , mistificado, roubado, e depois, à menor resistência, à primeira palavra de queixa, reprimido, multado , vilipendiado , vexado, acossado, maltratado, espancado , desarmado , garroteado, aprisionado, fuzilado, metralhado, julgado, condenado, deportado, sacrificado, vendido, traído e , no máximo grau, jogado, ridicularizado, ultrajado, desonrado. Eis o governo eis a justiça, eis a sua moral!
by Pierre Joseph Proudhon.

fonte: http://www.jayvaquer.com/raul/oanarquista.html