sexta-feira, 19 de abril de 2013

CULTURA E COSTUMES ÁRABES -



Para qualquer pessoa que quiser ter relações comerciais com os países árabes, é aconselhável que aprenda algo relacionado ao Islã, sua história e suas crenças e a tratar com respeito suas manifestações.Os árabes são, em geral, sociáveis e festivos e a melhor maneira de conhecer esta faceta é respeitando e aceitando os seus costumes.

As leis, a ética e os sistemas comerciais podem variar de um país árabe para o outro; mas, em todos eles há elementos culturais comuns. Na vida empresarial árabe, a família tem uma influência dominante.
O cumprimento com aperto de mão é muito bem-vindo desde que entre pessoas do mesmo sexo. Por outro lado, o contato físico entre sexos opostos é bastante rigoroso, sendo o toque somente facultado dentro de uma relação lícita ou quando há um vínculo forte de parentesco. Entretanto, se uma pessoa de sexo oposto lhe estender a mão, aceite o cumprimento.

Em negociações, esqueça a representação feminina, mesmo que uma mulher seja a autoridade máxima dentro da empresa. Na melhor das hipóteses, ela acompanhará o seu representante na viagem, vestindo-se e comportando-se de acordo com os costumes locais.

As mulheres ocidentais que viajam à Arábia Saudita devem respeitar as leis locais, o que significa trajar-se de acordo com o usual, não usar maquiagem, não dirigir automóveis, freqüentar apenas a área reservada às mulheres nos restaurantes, mesmo em hotéis, e não trabalhar em feiras. As esposas são, geralmente, excluídas das reuniões sociais.

Nunca cruze as pernas, pois mostrar a sola do sapato se constitui em insulto por ser a parte mais baixa do corpo e, por estar em contato com o chão, ela é considerada impura.

Também se considera "suja" a mão esquerda, pois é utilizada na higiene pessoal conforme a tradição islâmica; portanto, evite dar e cumprimentar, gesticular, receber presentes e cartões com a mão esquerda.

Jamais ofereça mimos à esposa de seu interlocutor; tal iniciativa poderia ser considerada bastante ofensiva, pois a atribuição de oferecer presentes é do esposo e não do visitante. Caso você venha a receber um presente, o mesmo não deve ser aberto na frente de seu anfitrião; reserve-o para abri-lo em sua privacidade.

Outra dica: Nunca comente a beleza da mulher, irmã, filha ou funcionária de seu anfitrião árabe; com certeza não será interpretado como um elogio.

Finalmente, jamais tire uma foto de pessoas, sem antes pedir permissão.

Os árabes não costumam fechar negócios, antes de estabelecer um certo grau de familiaridade e confiança; ao negociar, gostam de fazer amizades, valorizando a integridade e a palavra de seus interlocutores. Se receber um convite para um almoço ou jantar social, jamais rejeite – a porta já se abriu 51%...





Foto: Sheikh Nasser ( Bahrain) e Seikh Hamdan ( Dubai). durante campeonato esportivo.Foto





CULTURA E COSTUMES ÁRABES SOBRE COMPORTAMENTO E AMIZADE NO GERAL
Os árabes, em geral, valorizam a lealdade e a honra. Nos relacionamentos, é importante estabelecer confiança. Diferentemente da maioria ocidental, os árabes, geralmente, levam a amizade muito a sério. Eles somente consideram um seleto grupo de pessoas como "amigos", os demais são considerados conhecidos, amigos da família e agregados. Em comparação ao Ocidente, a interação masculina na cultura árabe é extramamente diferente. Algumas vezes, ao encontrar bons amigos, os homens se abraçam e trocam beijos na bochecha. Na rua, eles podem andar de mãos dadas ou por a mão sobre o braço de outro homem. Esse comportamento não indica uma preferência homossexual.
Fonte: eHow Brasil Educação e ciênciap Cultura e costumes árabes.
Escrito por lorraine j. floyd | Traduzido por samantha g. silva
http://www.fas.org/irp/agency/army/arabculture.pdf