Loira do bem ∞ : Julho 2014

quinta-feira, julho 10, 2014

Administração e Marketing | Marketing Digital e a Síndrome do Avestruz.|

Sendo um campo relativamente novo, a maioria das pessoas desconhece o real sentido deste trabalho e, frequentemente, fazem deduções simplistas por desconhecimento ou por pura arrogância.
Como diria Schopenhauer e também Conrado Adolpho: “Todo homem toma os limites de seu próprio campo de visão como os limites do mundo.” E, de fato, a frase cai como uma luva nesta situação quando alguém tenta convencer um empresário mais tradicional sobre a importância do Marketing Digital para a sua empresa. O primeiro tipo de objeção ao Marketing Digital diz respeito à armadilha da presunção: “já temos um site na Internet e estamos muito bem!” hum… Será mesmo?
Se você não estiver visível quando alguém procurar por algo que a sua empresa faz, pode ter certeza que essa busca acabará no site do seu concorrente. Isso porque o custo de uma escolha alternativa (outro link) é praticamente inexistente. Ou seja, as pessoas buscam a concorrência porque é extremamente fácil fazê-lo. Basta dar 1 ou 2 clicks.
Outro tipo de presunção: “o que minha empresa faz não se aplica à Internet.” Hum, será mesmo? temos exemplos de empresas como a 3M e GE, as quais perceberam que as pessoas pesquisam simplesmente de tudo na Internet, desde lâmpadas e fitas Scotch até software de automação de linhas de produção e locomotivas.
Até empresas de palitos de dente têm tirado proveito da Internet, como o recente caso do perfil no Facebook da Gina Indelicada, o qual gerou um grande buzz para a tradicional marca de palitos Gina. E mesmo negócios de abrangência local (pizzarias, restaurantes, lavanderias, etc.) estão presentes na grande rede, respondendo por 20% do total de buscas feitas no Google. E essa adesão à Internet só tende a aumentar!
Então, que tipo de presunção o faz pensar que a sua empresa não precisa da Internet? Da onde vem essa arrogância, essa independência presumida em relação às mudanças comportamentais que estão afetando a todos os humanos com acesso à Internet? Sim: aquela internet que você acessa a todo momento para trabalhar, pesquisar, buscar parceiros e fornecedores e ser produtivo.
O importante mesmo é estar ciente de que Marketing Digital não é sobre fazer sites e sim sobre gerar resultados para a sua empresa através do bom aproveitamento. O importante é estar ciente sobre as implicações envolvidas em um trabalho deste nível e preparar a sua empresa para pavimentar o futuro antes que o seu concorrente pavimente o dele (isso se ele já não pavimentou).
Só não vale enfiar a cabeça dentro de um buraco e fingir que não está acontecendo nada ao seu redor. Marcio Cruz. Fonte: Blog Afronta Marketing.

quarta-feira, julho 09, 2014

| 09 de Julho | Revolução Constitucionalista de 1932

A História da Revolução Constitucionalista de 1932, resumo, causas, conclusão, História do Brasil.
Revolução Constitucionalista de 1932 Cartaz convocando os paulistas para a revolução

Após a Revolução de 1930, golpe de Estado que levou Getúlio Vargas ao poder, aumentou muito a insatisfação no estado de São Paulo. Vargas concentrou poder e nomeou interventores nos estados.
Causas (oposição ao governo)
No estado de São Paulo era grande a insatisfação com o governo provisório de Vargas. Os paulistas esperavam a convocação de eleições, mas dois anos se passaram e o governo provisório se mantinha. Os fazendeiros paulistas, que tinham perdido o poder após a revolução de 1930, eram os mais insatisfeitos e encabeçaram uma forte oposição ao governo Vargas. Houve também grande participação de estudantes universitários, comerciários e profissionais liberais.
Reivindicações
Os paulistas exigiam do governo provisório a elaboração de uma nova Constituição e a convocação de eleições para presidentes. Exigiam também, de imediato, a saída do interventor pernambucano João Alberto e a nomeação de um interventor paulista.
Os paulistas também criticavam muito a forma autoritária com que Vargas vinha conduzindo a política do país. Queriam mais democracia e maior participação na vida política do Brasil.
As manifestações
Com Vargas não atendeu as reivindicações dos paulistas, em maio de 1932 começaram uma série de manifestações de rua contrárias ao governo Vargas. Numa destas manifestações, houve forte reação policial, ocasionando a morte de quatro estudantes (Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo). As iniciais dos nomes destes estudantes (MMDC) transformou-se no símbolo da revolução.
revolução de 32 Soldados paulistas combatendo durante a Revolução
A Revolução Constitucionalista
Em 9 de julho de 1932 teve início a Revolução Constitucionalista, que foi uma verdadeira guerra civil. Os paulistas fizeram uma grande campanha, usando jornais e rádios, conseguindo mobilizar grande parte da população. Os combates ocorreram, principalmente, no estado de São Paulo, região sul do Mato Grosso e região sul de Minas Gerais.
Contando apenas com o apoio do sul do Mato Grosso, São Paulo enfrentou o poder militar do das forças armadas federais. O resultado foi a rendição e derrota paulista em 28 de setembro de 1932. Cerca de três mil brasileiros morreram em combate e mais de cinco mil ficaram feridos durante a revolução.
Conclusão
Embora derrotados, os paulistas conseguiram alcançar alguns objetivos. Entre eles, a Constituição que acabou sendo promulgada em julho de 1934, trazendo alguns avanços democráticos e sociais para o país.

Bibliografia indicada:
- 1932 - Imagens de uma Revolução
  Autor: Vila, Marco Antonio
  Editora: IMESP
  Temas: História do Brasil
- Revolução de 32
  Autor: Maluf, Nagiba, M. R.
  Editora: Global
Fonte:  Temas: História do Brasil

domingo, julho 06, 2014

٩(●̮̮̃•̃)۶ .Agenda de Almir Sater causa frisson na rede social

Foto: ٩(●̮̮̃•̃)۶ .Agenda de Almir Sater  causa frisson...Até parece comemoração de Final de Copa. Uau...\0/ . Uma verdadeira AVALANCHE de mensagens em meus Canais de Divulgação, de Agradecimentos pela postagem da Agenda de Almir Sater.  Não que esperasse outra atitude dos Verdadeiros fãs e Admiradores do Artista Almir Sater!  Uma Belezura! Em menos de 20 horas, só na Página Almir Sater já temos 89 compartilhamentos, 34.400 visualizações, 445 Curtir e 49 comentários externos.. 
Ao ponto que seu "feice" me deixar impedida momentaneamente em responder os recados na Página... Diz Fernando Pessoa que:" Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"  Que  Deus nos livre das pequenas sempre!.!.
Após 25 dias ausente do palco e necessário eu diria, até  em respeito e para ele " lamber suas feridas em paz" e reconfortar o  coração de sua família, devido ao triste passamento ocorrido pela perda do seu pai. 
Nada mais real que dar esse presente para Todos na Página, que tanto me cutucam, pressionam e pedem para saber das Novidades e Shows de Almir Sater e principalmente para "acarinhar" a alma do artista, devolvendo um pouco da alegria que tanto nos proporciona nestes mais de 30 anos de Trajetória Musical. 

Todos sedentos e vibrando com a agenda desde então e já estão se preparando para os demais Shows. Verdade seja dita, desta vez, Claudete Faria, merece todos os aplausos, pois a empresária do Artista foi generosa ao disponibilizar agenda para os próximos meses de forma antecipada.
⎝⏠⏝⏠⎠˙•٠•●♥  É preciso amor pra poder "pulsar".... lá lá.lá..lá —...
.Crédito Foto: —Manoel de Brito - Fotografias.
Até parece comemoração de Final de Copa. Uau...\0/ .

Uma verdadeira AVALANCHE de mensagens em meus Canais de Divulgação, de Agradecimentos pela postagem da Agenda de Almir Sater.

Não que esperasse outra atitude dos Verdadeiros fãs e Admiradores do Artista Almir Sater! Uma Belezura!

Em menos de 20 horas, só na Página Almir Sater já temos 89 compartilhamentos, 34.400 visualizações, 445 Curtir e 49 comentários externos..

Ao ponto que seu "feice" me deixar impedida momentaneamente em responder os recados na Página... Diz Fernando Pessoa que:" Tudo vale a pena quando a alma não é pequena" Que Deus nos livre das pequenas sempre!.!.

Após 25 dias ausente do palco e necessário eu diria, até em respeito e para ele " lamber suas feridas em paz" e reconfortar o coração de sua família, devido ao triste passamento ocorrido pela perda do seu pai. 


Nada mais real que dar esse presente para Todos na Página, que tanto me cutucam, pressionam e pedem para saber das Novidades e Shows de Almir Sater e principalmente para "acarinhar" a alma do artista, devolvendo um pouco da alegria que tanto nos proporciona nestes mais de 30 anos de Trajetória Musical.

Todos sedentos e vibrando com a agenda desde então e já estão se preparando para os demais Shows. Verdade seja dita, desta vez, Claudete Faria, merece todos os aplausos, pois a empresária do Artista foi generosa ao disponibilizar agenda para os próximos meses de forma antecipada.
⎝⏠⏝⏠⎠˙•٠•● É preciso amor pra poder "pulsar".... lá lá.lá..lá —...
.Crédito Foto: —Manoel de Brito - Fotografias.

Almir Sater inicia agenda em Batatais, com espaço lotado!




 
De volta aos palcos. Almir Sater brilha no Festival do Leite em Batatais, SP. Depois de quase 25 dias ausente do palco,  devido ao passamento do seu pai, no dia 08 de Junho, o violeiro retornou com sua tão disputada agenda de shows, no dia 04, sexta-feira.
Com casa cheia, público lotado. O Artista recebe milhares de fãs no camarim. Bem-vindo Almir Sater! ░(¯`•. •♫♪ É preciso Almir pra poder cantar !. 
O artista recebeu a imprensa, deu diversas entrevistas e os fãs no camarim, em momentos especiais.
Algumas das várias  fotos do show na Página no Facebook da festa do Leite Batatais. 



 

quinta-feira, julho 03, 2014

Robert Plant anuncia data de lançamento de seu novo CD para Setembro.

\m/ Oh Yeah... Felizmente, para nosso deleite , o "Deus Dourado", Robert Plant, está muiiito longe de sua aposentadoria e já anuncia seu novo disco. O álbum se chamará "Lullaby And... The Ceaseless Roar" e chegará às lojas internacionais no dia 08 de setembro pela Nonesuch/Warner, conforme anúncio em seu site oficial http://www.robertplant.com 


O disco do vocalista com a banda Sensational Space Shifters, que será lançado em 8 de setembro (pré-venda aqui). Em seu show Glastonbury 2014, final de Junho agora, o Artista cantou duas das novas músicas, Little Maggie e Rainbow.


Ainda segundo publicações, o Álbum contará com 11 composições novas conforme a relação abaixo: 
1. Little Maggie
2. Rainbow
3. Pocketful of Golden
4. Embrace Another Fall
5. Turn It Up
6. A Stolen Kiss
7. Somebody There
8. Poor Howard
9. House of Love
10. Up on the Hollow Hill (Understanding Arthur)
11. Arbaden (Maggie’s Babby)
Por: Diego Centurione
Fonte: RP
Em entrevista , segundo post do site blitz.sapo, Robert Plant , eterno ex vocalista do Led Zeppelin, define sobre seu novo trabalho: "É um disco celebratório. Poderoso, duro, africano, uma mistura de transe e Zep. Já ando nisto há algum tempo e perguntei a mim mesmo:
. —será que ainda tenho alguma coisa a dizer? Ainda haverá canções em mim? Vejo a vida e aquilo que me acontece. Ao longo do caminho há expectativas, desilusões, felicidade, dúvidas e relações fortes. Agora posso expressar os meus sentimentos através da melodia, do poder e do transe - juntos num caleidoscópio de som, cor e amizade".
Finalizando, "Sim Robert Plant, ainda há tempo de semear velhas e novas canções"
E eu vou ser um arco-íris
E eu vou trazer a música para você.
E eu vou continuar ....

Que continue pois certamente será para sempre um bálsamo em nossos corações! um lindo arco íris, "O amor é o suficiente, apesar de o mundo ser um vento"!.
Acessa o link e ouça " Rainbow".


Little Maggie

Comportamento: “Pensei que era uma preta qualquer.”

Elisa Lucinda “Pensei que era uma preta qualquer.”

26 de junho de 2014 às 12:36
  Passou 13 de maio e eu fiquei pensando nessa mancha, nessa barbárie, nesse holocausto que aconteceu com o povo negro e que se mistura à história da construção desse país. De todos os problemas idiossincráticos da nação, de todos os traços emocionalmente comprometidos do cidadão brasileiro, de todas as amarras que costumam permear o pensamento mais atrasado da evolução humana, considero o preconceito racial o mais torpe e o mais cruel. Está na base da nossa educação, está na palavra do professor, na escolha de quem vai ser a princesinha na festa da escola, de quem vai ser o chefe, a miss, o padre. Está no critério do juiz, nas ações policiais, na rua, nos escritórios, nos hospitais. Em todo canto o povo negro é olhado de revés. Como se fosse uma gente de segunda categoria. Referenciada nos princípios hitlerianos, a estética exemplar oficial considera feio o nariz negro, ruim o seu cabelo, suja a sua cor. Lástima. Sei do que estou falando, conheço o tema, tenho vários grupos sociais e encontro no meu meio social, na minha classe artística, no meu bairro muito mais gente branca do que gente negra. É preciso cautela e reflexão e coragem para abordar esse tema porque de alguma maneira o preconceito racial e a discriminação continuam sendo ensinados e perpetuados sem que percebamos. A escravidão foi traumática, a tortura era o método principal usada abundantemente por 4 séculos. Nenhum país com uma história dessa pode seguir em frente sem um tratamento, sem sentar no divã. O negro era vendido a metro! Então, se uma peça de negro, como um tecido, fosse de 1,80m por exemplo, comprava-se um negro de 1,70 m e podia- se completar com uma criança de 20 centímetros. Talvez devêssemos trazer essa história para o cinema, o Brasil precisa assistir ao filme da sua vida assim como sabemos tanto sobre a guerra do Vietnã e sobre os campos de concentração onde foram mortos os judeus. Precisamos botar essa história na tela. Falta-nos Espelho, não é a toa que o nosso querido e inteligente Lázaro Ramos tem um programa no Canal Brasil com esse nome. Olhemos as nossas mídias, as bancas de jornal... em todas as searas, a maioria avassaladora dos que chegam “lá” é branca. Poderia ser um acaso num país multirracial? Poderia, mas não é. Funda-se isso. Criamos essa realidade à medida que nosso contingente de pobres no Brasil se mistura também com os números de negros. Existem muitos negros, milhares que vivem bem, é claro, mas o que digo é que a maioria dos pobres é negra e se eles não têm escola boa, saneamento básico, o ensino de uma arte para que se traduza e amplie o seu olhar sobre o seu tempo, ele vai continuar um escravo urbano, condenado ao subemprego, sem a ascensão do tamanho do seu sonho, sem respeito e sem contribuir em outras esferas para o avanço da sociedade. Isso está tão engendrado em nosso comportamento que eu vejo crianças que se sentem patroas dos filhos das empregadas. Errado. Criança não é patrão e nem empregado de ninguém. O fato do meu pai ser patrão da doméstica não faz do filho dela meu empregado também. Repara bem como isso acontece a toda hora e nem se comenta. Um amigo meu adotou três filhos, um gay, um negro e um com Síndrome de Down. Preocupou-se em especial com o Down que é uma formação que costuma provocar rejeição dos outros. A estranheza foi perceber nos parques, nos teatros, nos aniversários, nos lugares onde leva as crianças, que o campeão do bullying era o negro. Aliás, toda criança negra e brasileira sabe o que é bullying, mas nunca se chamou de bullying o eterno caçoar aos negros. Estou incomodando? Se estou, não é culpa minha, é o que acontece quando levantamos o tapete e não há como fugir do acúmulo do que ali está entulhado sistematicamente. Continuamos bradando que vivemos numa democracia racial mesmo sabendo que da totalidade dos jovens que morrem no Brasil, 80 % são negros e de periferia. Pertencem a categoria da vida dos que não valem. Um dia perguntaram ao rapper Mano Brown: “mas como saber, num país tão misturado, quem é negro e quem não é? E ele respondeu: “a polícia sempre sabe.” Estou feliz com as bananas nos gramados. Trata-se de uma manifestação explícita de racismo, esse sórdido pensamento brasileiro que precisa sair do armário, isso, exponha-se. O racismo no futebol vem revelar a verdade que querem esconder, escamotear: não é econômico, como querem muitos, porque quem tem recebido banana ganha milhões. O que está acontecendo? Sinto-me protegida porque sou artista e o “status” de uma pessoa que muitos conhecem pela arte dá uma protegida na gente e diminui o impacto. Mas sou flagrantemente negra. E quando, de vez em quando, acontece um “escorregão” da parte do discriminador, ele se corrige e diz: “ai, eu não sabia que era você.” Ou seja, coitada da minha prima, dos meus amigos negros e vizinhos, coitado do país que é anônimo. Se a pessoa acabasse de falar, ela diria: “pensei que era uma preta qualquer”, mas ela não diz. Sorri, ajuda a orfanatos, ganha status por sua caridade, vai a igreja aos domingos, tem nojo da empregada dela. Acha que sua família é mais importante do que aquele quilombo, que mora na favela e cuja rainha desce o morro todo o dia para fazer a sua comida, arrumar a casa, varrer. 13 de maio, levante o tapete.
Elisa Lucinda