quarta-feira, novembro 06, 2013

— Sertanejos se inovando para mercado fonográfico—





Administração e Marketing.
Quem não tem visão bate a cara contra o muro, já dizia Raul!.
— Sertanejos se inovando para mercado fonográfico—

—Como diz minha frase no Blog "O verdadeiro ato de descobrimento não consiste em sair em busca de novas terras, mas sim aprender a ver a terra que já nos é conhecida com novos olhos". by Marcel Proust.
—Victor e Léo afirmou em entrevista dessa semana: "Queríamos repaginar nossa sonoridade" Tema típico do Interior com pegada romântica, e flertes com o universo pop rock.Nossa influência primária é o sertanejo regional, com Almir Sater e Sérgio Reis. Depois passamos a ouvir bandas como Scorpions e Dire Straits e músicas de B.B. King e Neil Young. Essa mistura toda nos fez criar um estilo quase que único, especial.
— Chitãozinho e Xororó se inspiram em John Mayer e focam nos jovens em DVD. Xororó é fã de Ben Harper e John Mayer. Para o DVD, ele se inspirou em uma apresentação do guitarrista americano com o cantor country Keith Urban, de 46 anos. Chitãozinho se diz fã de Mumford and Sons, uma banda inglesa de folk rock, e da banda do baterista do The Killers, Big Talk — É uma reciclagem, diz ele.
—E, ao ler isso, agora, noto a semelhança, da visão mercadológica, quando eu criei em 2006, o Release do Sr. Sater, abaixo ou não?...mesmo conceito!.

—Almir tornou-se um dos responsáveis pelo resgate da viola de 10 cordas, agregando, um toque mais sofisticado ao instrumento, estilos como blues e rock, embalados pela pegada do folk, uma mistura de música folclórica, erudita e popular, considerada atemporal.O seu estilo caracteriza-se pelo experimentalismo e sua música descrita como folk agrega uma sonoridade tipicamente caipira da viola de 10 cordas, do folk norte-americano, irlandês e influências da música inglesa e das fronteiriças com seu estado, como a paraguaia e andina, e os ritmos regionais como guarânias, polcas e chamamés.

— Podem até torcer o nariz, mas é inegável minha contribuição. Sem contar que ambos pertencem, o primeiro, numa gravadora poderosa e o outro, um dos escritórios de maior potencial, em alavancar produtos. Ou seja, visando, atrair um novo NICHO dentro do Mercado, que se diferenciasse do SU. A dinâmica do mercado, pede isso, de se reinventar e os produtos, repaginados, sem perder sua essência, a originalidade. Como diz Drucker, as ideias são simples, basta explorá-las!


Fontes Internet: 
Victor e Léo Valorizando um som único Diário do Grande ABC em 05 Nov 2013.
Chitãozinho e Xororó Bol Notícias em 06 Nov 2013.