domingo, 12 de junho de 2011

Almir Sater fala sobre show que fará em Bragança Paulista prox dia 16

Almir Sater que fará show em Bragança Paulista na próxima semana, fala da sua paixão pela música.
Por Karina Chiaradia - karina@bjd.com.br | Sábado, 11 JUN 2011 -

O violeiro, cantor se considera um privilegiado por conseguir viver da música e por levá-la para todos os cantos do país. Ele já fez sucesso como ator, principalmente nas novelas Pantanal e Ana Raio e Zé Trovão, ambas pela extinta TV Manchete e com reexibição no SBT.

Mas sua maior paixão é mesmo a música, que também o consagrou com seu jeito de tocar violão e com suas suaves canções.
Nascido em Campo Grande, MS, Almir Sater teve uma trajetória que não o deixou se separar da música de raiz. Ele, que tocava violão desde os 12 anos, saiu do Mato Grosso do Sul para se graduar em Direito no Rio de Janeiro. Mas logo viu que seu talento estava intimamente ligado à música e que a carreira de advogado não lhe seria promissora.

Teve como mestre violeiro nada menos do que Tião Carreiro e, assim que voltou para Campo Grande, formou com um amigo a dupla Lupe e Lampião, em que era o Lupe. Já em São Paulo, gravou seu primeiro disco em 1981 com a participação de Tião Carreiro. Depois disso vieram outros discos, novas parcerias e suas músicas foram conquistando o público e fazendo história.

Sua paixão pelo Pantanal também é uma marca registrada de sua carreira. Além da estreia na TV como ator na novela homônima, Almir formou a Comitiva Esperança na década de 1980, que percorreu mais de mil quilômetros da região do Pantanal, pesquisando os costumes e a música do povo mato-grossense, que misturava gêneros regionais, como cururus, maxixes, chamamés e arrasta-pés.

Atualmente, aos 54 anos, Almir Sater mostra seu talento com apresentações bastante intimistas no interior de São Paulo. Ele, que estará em Bragança Paulista, na Casa de Cultura Maestro Demétrio Kipman, na próxima quinta-feira, 16, às 21 horas, respondeu algumas perguntas ao BJD:

BJD: O que a música de raiz representa para você?
Almir Sater: Como o violeiro passa metade da vida tocando e a outra metade afinando a viola, posso dizer que, apesar de parecer lugar comum, a música de raiz é minha vida.

BJD: Se tivesse que definir um estilo para o seu show, como definiria?

Almir Sater: Vixe...é MPB do meu jeito, da forma que eu sei fazer.

BJD: Quais os momentos mais marcantes da sua carreira (tanto em relação à música, como em relação ao trabalho como ator)?

Almir Sater: A vida foi generosa comigo. Consegui viver de música, né? Acho que não consigo elencar todos os momentos marcantes da minha vida. Na verdade, quando termino um show onde o público participou bastante, vou pra casa com a sensação de que aquele foi o melhor de todos os shows da minha vida.

BJD: Você pode adiantar como será seu show em Bragança Paulista?

Almir Sater: Falo com o público o tempo todo e faço uma mescla de músicas inéditas com as músicas mais conhecidas. Também aceito pedidos.

fonte: http://bjd.com.br/site/noticia.php?id_editoria=8&id_noticia=368

16/06/11 - Almir Sater em Bragança Paulista -Ingressos Limitados

 artista Almir Sater se apresenta na cidade de Bragança Paulista, no próximo dia 16, em unica apresentação, com ingressos limitados somente 500 lugares - Imperdível !!!






















Serviço:
Espetáculo Almir Sater
Data:16/06/11-quinta-feira.
Cidade:Bragança Paulista-SP
Horas: - Quinta 21h
Local:Casa de Cultura Maestro Demétrio Kipman (500 lugares)
R. Cel. Assis Gonçalves, 243 – Centro
Bragança Paulista - São Paulo
Informações: (11)4034-1435
Produtora: (11)4427-4360 / (11)4427-7986 / (11)7861-2915
Pontos de vendas:
Banca do Pardal - Praça da Matriz Praça Raul Leme, s/n - Bairro: Centro - Bragança Paulista - SP Tel: (11) 7331-0045
durante o horário de funcionamento ou Através do FALE CONOSCO site: http://www.diversaoearteproducoes.com.br/espetaculo.php?id=20&producao=55
Escolha compras, e envie os dados sobre a compra.
Investimento em Valores R$:
Inteira R$ 100,00.
Promoção R$ 70,00. (Clientes Porto Seguro).
Meia R$ 50,00. (Estudantes, maiores de 60 anos e aposentados.).
Duração: 90 minutos.
Recomendação: Livre.