Loira do bem ∞ : 02/18/13

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Robert Plant abre a porta a nova reunião dos Led Zeppelin

MELHOR NOTICIA NÃO HÁ !!!. Allah seja louvado!!!...

Depois de sempre se ter negado a reunir os Led Zeppelin, Robert Plant abriu pela primeira vez a porta a essa possibilidade.

À versão australia do programa 60 Minutes, Plant explicou que «em 2014» não tem «nada para fazer». O vocalista defendeu-se da fama de não ter querido prosseguir a reunião dos Led Zeppelin após o concerto de 2007 na O2 Arena.
«(O Jimmy e o John Paul Jones) são do signo Capricórnio. Não dizem nada. Estão muito contidos nos seus mundinhos e deixam tudo para mim», explicou antes de defender que não é «o mau da fita».

fonte: http://discodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=47468

Somos todos Egoístas?

Foto: Filosofar é preciso? Dois egoísmos:
_ Egoísmo psicológico: As pessoas agem sempre apenas em função do seu interesse pessoal.
_Egoísmo ético: As pessoas devem agir sempre apenas em função do seu interesse pessoal.
Somos todos egoístas?  fonte [A Arte de Pensar: Capítulo 7]
Isso me faz pensar ..
Meu egoísmo é tão egoísta que o auge do meu egoísmo é querer ajudar
by Raul Seixas !!!. 
Filosofar é preciso:Isso me faz pensar...
Meu egoísmo é tão egoísta que o auge do meu egoísmo é querer ajudar
by Raul Seixas !!!.


AS DIMENSÕES PESSOAL E SOCIAL DA ÉTICA:

Dois egoísmos:
  • Egoísmo psicológico: As pessoas agem sempre apenas em função do
seu interesse pessoal.
  •  Egoísmo ético: As pessoas devem agir sempre apenas em função do
seu interesse pessoal.

Somos todos egoístas?

Dois argumentos a favor do egoísmo psicológico:

1. Quando agimos voluntariamente, fazemos sempre aquilo que mais
desejamos. Por isso, somos todos egoístas.
2. Sempre que fazemos bem aos outros, isso dá-nos prazer. Por isso, só
fazemos bem aos outros para sentirmos prazer. Ora, isso é o mesmo
que dizer que somos todos egoístas.

Em ambos os argumentos, a premissa não sustenta a conclusão:

Mesmo que seja verdade que em todos os atos voluntários as pessoas
se limitam a fazer aquilo que mais desejam, daí não se segue que todos esses atos sejam egoístas.
- Mesmo que sintamos prazer a fazer bem aos outros, isso não quer
dizer que a expectativa desse prazer tenha sido a causa ou motivo
da ação.

Três objeções ao egoísmo ético:
- O egoísmo ético tira todo o sentido a uma parte importante da ética,
que consiste na actividade de aconselhar e julgar.
  •  O egoísmo ético é moralmente inconsistente: não pode ser adoptado
universalmente.
  •  O egoísmo ético derrota-se a si próprio: se uma pessoa optar por agir
de forma egoísta, terá uma vida pior do que teria se não fosse egoísta.

J. S. Mill defendeu o princípio utilitarista da maior felicidade: «As
ações estão certas na medida em que tendem a promover a felicidade,
erradas na medida em que tendem a produzir o reverso da felicidade.

O utilitarismo, tal como o egoísmo ético, é uma perspectiva consequencialista.
  •  Segundo o consequencialismo, agir moralmente é apenas uma questão
de produzir bons resultados.
  •  O egoísta defende que o agente deve produzir bons resultados apenas
para si próprio.
  •  O utilitarista defende que o agente deve produzir bons resultados
para todos aqueles que poderão ser afectados pela sua conduta.

Muitos utilitaristas defendem que o melhor curso de acção é aquele
que apresentada a maior utilidade esperada

  • Para determinar a utilidade esperada de um curso de acção, temos
de pensar nas suas várias consequências possíveis e na probabilidade
de essas consequências se verificarem.

1. Imagina a seguinte situação:

Jorge, um engenheiro competente com uma família para sustentar, está desempregado e com grandes dificuldades em encontrar um emprego.Um amigo propõe-lhe que aceite um emprego bem pago num laboratório que desenvolve armas químicas e biológicas. Jorge considera profundamente errado o tipo de investigação desenvolvido nesse laboratório, e por isso tem como primeira reação recusar a proposta de emprego. Mas o seu amigo faz-lhe notar que, se ele não aceitar o emprego, outra pessoa qualquer aceitará. O que deve então Jorge fazer?

Avaliem por si mesmos.. usando o princípio Utilitarista...

O egoísmo não é amor por nós próprios, mas uma desvairada paixão por nós próprios. -- by Aristóteles.
fonte: A Arte de Pensar: Capítulo 7  

Nota: Egoísmo: 
segundo o dicionário "Sentimento ou maneira de ser dos indivíduos que só se preocupam com o interesse próprio, com o que lhes diz respeito".

J. S. Mill [John Stuart Mill (1806-73) foi um dos mais importantes filósofos e reformistas sociais do séc. XIX -Firmemente empirista e naturalista, desenvolveu o utilitarismo de Jeremy Bentham (1748-1832) e deu-lhe um rosto sofisticado]