sábado, 30 de julho de 2011

ALMIR SATER ENCANTA PUBLICO E FÃ NO CIRCUITO NISSEY NO PR

Pelo terceiro ano e consecutivo, Almir Sater, é um dos convidados do Grupo Nissey, uma das redes mais conceituadas de farmácia no Paraná, para abrilhantar o III Circuito Musical da região, evento este que tem a finalidade, de convidar a classe médica e convidados que estejam relacionados com o segmento de mercado da empresa.

E nada mais real,do que integrar no evento, artistas que tem muita credibilidade, e que sem sombra de dúvidas, conseguem agradar a todas as camadas sociais e faixa etária da sociedade, como o Almir Sater, por exemplo.

Todos os anos, tenho o privilégio de ser convidada para esse grandioso evento, o que é sempre uma honra para mim, certamente, mas que pela primeira vez, não pude comparecer. Mas, desta vez, pude realizar um sonho e antigo de uma super fã do artista, que mora em Irati, Vivian, professora e mestre em Geografia, que confessou, sempre usar, das músicas e letras do artista, para melhor explicar aos seus alunos, sobre a região do Pantanal.

Meses atrás, havia sido anunciado um show do artista, na agenda de um dos contratantes da região, mas que por motivo de força maior, a data foi protelada, deixando a fã, frustrada, ao ponto dela postar na comunidade do Orkut com mais de 55.000 seguidores. Eu sempre acredito que o Universo quando temos bons propósitos e coração limpo, conspira ...e creio eu ,que a Vivian foi surpreendida, quando eu a sondei...e perguntei se ela gostaria de estar num show e ao vivo do artista, da qual, ela respondeu, que seria um sonho..mas que talvez não se realizaria tão já,  já que na cidade, iria demorar um pouco mais para o músico estar.

Mal sabia, ela que eu, já estava de posse de 01 par de convites, para realizar tal sonho, da qual, ela ficou nas nuvens, em estado de catarse, como diria Freud e desta forma, extrapolando todos os limites de felicidade suprema, achei graça dela se referir a mim "como nossa loira do bem", e ainda acrescentou, "nossa' sim, porque você virou domínio público agora..bem, se for para agregar  e sempre contribuir para realizar sonhos, dentro da medida do possível ,claro, tá valendo o "domínio público"-

Através da produção do artista,sempre muito generosa,ela teve oportunidade de estar nos camarins para enfim,tirar sua foto, tão sonhada e expor no "Cantinho do fã",que temos em nossa comunidade do Orkut,e mais uma vez ela foi surpreendida, levou seus CDs e Originais, para o artista autografar,foi muito bem recebida por ele,da qual saiu satisfeita e mais impressionada ainda com o carisma e simplicidade que a tratou.

Abaixo o comentário de Vivian, pós show na comunidade do Orkut sobre o artista, da qual até confessou que devido a emoção, escreveu com errinhos, eu logo emendei, diante de tanta emoção, quem se importa com ortografia e linguagem culta a esta altura do campeonato? O que vale é a intenção e desde quando a linguagem do coração vem com regras ortográficas ?? a bola da vez é ser espontâneo,como diria Raulzito "basta ser sincero e desejar profundo". Moda deveria ser isto, talvez as pessoas deixariam de ser tão superficiais ou artificiais...
Feedback da Vivian:
-O show começou com Maneira Simples, Rastro da Lua Cheia (linda canção uma de minha favoritas), intercalando com instrumentais que eu amo, como O Ganso, É Necessário, Comitiva Esperança, Trem do Pantanal, Violeiro Toca, Tocando em Frente, Kikiô (lindíssima quem não conhece tem que ouvir e se emocionar), depois cantaram a Gisele Sater (Irmão da Lua) e o Rodrigo Sater, aí pedidos Peão e Cubanita (pegou nosso violeiro de jeito, pois teve de reafinar a viola) e fechou com Chalana (chuiff). Deu tchau e... voltou!! Aí cantou Cabecinha no Ombro e à pedidos Ana Raio e Zé Trovão (Não sei ao certo se a ordem foi essa, perdoem-me mas é a emoção!). O Papete (percussão e bateria) fez um solo lindíssimo de Berimbau que eu jamais vou esquecer. Que profissional!!!), além de solos do Contrabaixo e do Acordeon.
Lindo repertório, mas sendo Almir, sempre deixando gostinho de quero mais... senti muita falta de O Vento e o Tempo, Caminhos me levem, Sonhos Guaranis, Trem de Lata... Mas fala sério né?Já TÕ querendo abusar do artista... por mim ouviria ele a noite inteira rsrsrs. Almir é sempre show com muita emoção... fiquei sem ar! algumas músicas que esqueci de colocar no repertório: Mês de Maio, Corumbá, Chamamé Rio Abaixo, Toque de Viola, Ordem Natural das Coisas(Rodrigo Sater) e O Jacaré(Marcellus Anderson).

Foi um grande prazer poder compartilhar de tão sublime momento! Fiquem na PAZ e que venha muitos shows e som de viola folk rock e blues para edificar a vida de tantas outras pessoas afinal "O mundo precisa de Paz"(Almir Sater)-
Abaixo fotos do evento e devidamente registrados ...
Almir Sater durante apresentação emocionante no Teatro Marista em Ponta Grossa

Almir Sater e a Professora Vivian no camarim.