terça-feira, 26 de outubro de 2010

Show de Almir Sater lava a alma dos fãs em Campinas dia 23

Não... Não se trata de falar de mais um show  e maravilhoso de Almir Sater e sua super banda.. das quais é de praxe realizar. Mas trata-se do "O show" sensacional que o artista fez no Espaço Edding, em Campinas, dia 23 passado.
 Casa cheia,lotadíssima e um ambiente pra lá de agradável, até incensos foram distribuídos para o público presente, promovendo um SPA.
Como diria Raulzito, "O dia em que a terra parou" para se deliciar com o show do Almir Sater foi neste dia. Claro, Oxalá quis que a energia, sincronia e sensibilidade do artista e público tivessem uma unidade só- Verdade seja dita -adoramos o que o Almir Sater canta e nos encanta há anos do seu repertório ,claro, aliás que fique dito desde sempre "Nada com o Almir Sater pode ser ruim- pois o artista possui um rico repertório- é ímpar na destreza com sua viola de 10 cordas, o violão folk de 12 então, nem se compara - tudo nos leva ao rock rural, folk blues de primeiro mundo...enfim um som eclético e inovador.

Os fãs que acompanham a carreira do artista e até os mais "novos" como eu- sic- afinal, estou "Tocando em frente" desde novembro de 2004, quando literalmente  após um ano antes, assisti a um show do artista, da qual cai de paraquedas no ambiente. Pesquisei sua obra, e como vi que  agrega muito a sociedade, cultura, e tem uma sonoridade tipicamente intrínseca, não poderia jamais deixar de mantê-la viva na memória das pessoas - exercendo um poder influenciador - sobre nas redes sociais - e divulgando-a em todos os meios em tempo real.
De volta ao presente - Almir Sater estava num dia mais que inspirado, e tocou suas belas instrumentais, cantou com sua voz adocicada, natural e sem forçar - ali tem café no bule - nada de playback ou falsetes,
Mas, a voz de um artista que canta com a alma, tem o dom natural, certamente, e encantou o público presente - recebi diversos relatos, feedbacks, comentários, nas redes sociais, do como o artista "surpreendeu" seus admiradores e o público que abarrotou o local no sábado, para ver de perto, a performance do violeiro. Eles saíram em estado de graça. Calma, eu explico e desta vez não preciso de Freud, para tal - como dissera acima, todos nós, respeitamos, valorizamos, cada música que o artista gravou e que ajudaram a construir um tijolo a mais, para a sua ascensão profissional.  Mas, para, quem conhece a discografia do  Almir Sater- percebe assim como eu - sua obra "estigmatizada" e restrita a certas músicas que fizeram grande sucesso nas novelas, que ele participou no passado.

Chega a soar como heresia, sendo suas obras tão geniais, entre elas seus discos: |Estradeiro| |instrumentais I e II| - e os mais recentes - |Caminhos me Levem| e o perfeito [do princípio até o fim] |7sinais| de não ser agregados ao show do artista. Mas desta vez - o público delirou - duas horas de show - e no BIS - quem diria - Almir Sater retorna e canta “No Rastro da Lua Cheia” – “7 Sinais” e a maravilhosa- “Cabecinha no Ombro” – (que eu mordi a língua e aprendi a amar)- [literalmente]. Sem contar antes com |Cavaleiro da Lua|- \m.| Maneira Simples |-É Necessário| seguida de nada mais nada menos que |Kikiô|... Multiplica... Senhor... Multiplica se foi o incenso que ele flua mais vezes no Ar. “Porque  foi “o show”“, inesquecível, inigualável e o repertório ímpar, set list, “ímpar” sem contar que a Banda de Almir Sater é muito intensa, tocam um som redondinhos juntos!!  \0/ \0/\0/

Eu me despeço com açucar e com afeto depois disto - claro - é só esperar pelo próximo no  Credicard Hall, SP dia 30 - sábado próximo-onde o artista encerra com chave de ouro sua agenda de Outubro.. E que venham mais inspirações destas, que o Almir Sater continue recarregando suas energias numa barca de trança, remando para o Pantanal - porque vai fazer -show perfeito,com repertório magistral assim na terra novamente ..risos!
Mais fotos do show e o  momento mágico registrado e  vividos por Célia e sua mãe,que ganhara como presente de aniversário o show do Almir Sater para assistir ,bem como o carinho e autógrafo do artista,com direito a dedo de prosa e tudo  o mais, sabe aquelas coisas que somente quem tem carisma e simplicidade de alma sabe fazer. ´"É bonito ser simples"-








"Na sala fica em paz, tocando bandolins- chamando pelos meus ancestrais"[Almir Sater- Renato Teixeira -Capenga]-

*As fotos foram gentilmente cedidas por Célia -membro da comunidade do Orkut e fã do artista há mais de 20 anos que inclusive relembrou o artista de que esteve no seu primeiro show no Restaurante Via Roça, quando se apresentara em Campinas, anos atrás.