quarta-feira, 13 de maio de 2009

Só por Deus, mas eu Também vou reclamar..


O "Filósofo" e imortal Rauzito sempre teve razão:
 Eu vou tirar Meu pé da estrada E vou entrar também nessa jogada
 E vamos ver agora  Quem é que vai agüentar
Tem coisas que só por Deus, para dar jeito, porque eu já estou jogando (quase) a toalha.Cada pessoa que cruza meu perfil, que nem Freud explica.
 Tem gente que está do mesmo lado que você, mas deveria estar do lado de lá, mas eu sei que um dia a gente aprende (Renato Russo).  Rauzito continua: "As perguntas continuam sempre as mesmas e todo mundo explica tudo Como a luz acende?". Eu não sei nem o que comi ontem quanto mais, como posso afirmar esses pensamentos de doideiras, que essas pessoas sentem pelo artista:

Eu que sou uma reles mortal e mera moderadora da Comunidade do Orkut, fico a imaginar: Como deve ser difícil lidar com tantas energias e antagônicas, cada pessoa se achando no direito de ser "dona do cara", e o pior se sentem como parte da vida dele e sobra para quem ? — Para mim, eu que fico com a parte desta energia pesada e densa, quando a pessoa não ouve o que gostaria que eu dissesse.


Uma vem e faz o maior auê, porque a foto do artista está com um sobretudo e escrever e questionar "que tipo de roupa é "isto". Eu explico que "isto", como ela se referiu é um roupa de inverno,"Sobretudo", pronto já viro a mal educada. Agora, eu também tenho que responder pelo guarda roupa do Sater e suas escolhas? Pois bem, segundo a moça de visão simplista, " uma roupa feia e deselegante" da qual ela não aprovava, mas o que eu tenho a ver com isto?

Então, eu fui me aprofundar e pesquisar sobre: Segundo Eduardo Tevah, do Grupo Tevah, líder do mercado de moda masculina no Sul do país, vê o sobretudo como peça-coringa do guarda-roupa masculino.
"Ele evita a necessidade de ter de se agasalhar demais na rua e depois ter de enfrentar um ambiente fechado mais quente". Então,  convenhamos o deselegante não é o artista, mas a moça que é simplista e não conhece de moda masculina e ponto final.  Diga se de passagem, muito elegante e chique, coisa de lorde inglês, que se vê em romances de época.

A outra, uma senhora que com todo o respeito, poderia ser sua mãe, me escreve um rosário, que tem sonhos diretos com o artista, e que o sente íntimo e familiar, até o perfume que o mesmo usa, sente nos lugares de sua chácara, então deduz, só é um amor de vidas passadas. Eu já reparei, que todo mundo sempre tem alguém importante nas vidas passadas, porém ninguém foi o amor do Tião Macalé, por exemplo.


do Faustão, do trabalhador de mãos arruinadas, do gari da rua e então o Padre Fábio explica, para que eu possa entender e julgar menos, talvez:
"Quanto mais você tem essas paixões loucas pelos outros, é preciso tomar cuidado com as paixões impossíveis, nestes casos achamos que quanto mais difícil for para conquistar a pessoa, mais seduzidos ficamos". A tal senhora queria que eu interpretasse o sonho e afirmasse, que realmente é o amor da vida dela, que o reencontrou nesta vida, eu apenas repliquei: "Eu não sei o que lhe dizer, eu não tenho esse tipo de sonho, vivo o presente. Pois muitas vezes esses sonhos com pessoas famosas e bonitas, trata-se de vampirismo de energia. Enfim, virei a loura má que quer tirar as ilusões"
Eu não sou vidente, tampouco terapeuta de vidas passadas. Minha função é ser moderadora da Comunidade Orkut, para agregar a carreira profissional do artista, interagir com membros que compactuam das mesmas afinidades. Eu não estou interessada em saber de peculiaridades, de fantasias ou paixões platônicas, me limito a falar sobre os discos, shows, agenda, novidades do artista, o resto não me diz respeito e nem faz parte da linha de pensamento adotada por mim.Com licença, mas eu tenho coisas mais importantes a fazer e conto com sua compreensão e respeito.


Que dia estafante, o melhor a fazer é um banho de manjericão, reenergizar o corpo, a  mente e seguir Tocando em Frente.

Maio enfim chegou....


"Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante." - O Pequeno Príncipe - de Antoine de Saint-Exupéry.

Só de Ouvidos a quem te ama....


SÓ DÊ OUVIDOS A QUEM TE AMA

Só dê ouvidos a quem te ama. Outras opiniões, se não fundamentadas no amor, podem representar perigo. Tem gente que vive dando palpite na vida dos outros. O faz porque não é capaz de viver bem a sua própria vida. É especialista em receitas mágicas de felicidade, de realização, mas quando precisa fazer a receita dar certo na sua própria história, fracassa.

Tem gente que gosta de fazer a vida alheia a pauta principal de seus assuntos. Tem solução para todos os problemas da humanidade, menos para os seus.Dá conselhos, propõe soluções, articula, multiplica, subtrai, faz de tudo para que o outro faça o que ele quer.

Só dê ouvidos a quem te ama, repito. Cuidado com as acusações de quem não te conhece. Não coloque sua atenção em frases que te acusam injustamente. Há muitos que vão feridos pela vida porque não souberam esquecer os insultos maldosos. Prenderam a atenção nas palavras agressivas e acreditaram no conteúdo mentiroso delas.
Há muitos que carregam o fardo permanente da irrealização porque não se tornaram capazes de esquecer a palavra maldita, o insulto agressor. Por isso repito: só dê ouvidos a quem te ama. Não se ocupe demais com as opiniões de pessoas estranhas. Só a cumplicidade e conhecimento mútuo pode autorizar alguém a dizer alguma coisa a respeito do outro.

Ando pensando no poder das palavras. Há palavras que bendizem, outras que maldizem. Descubro cada vez mais que Jesus era especialista em palavras benditas. Quero ser também. Além de bendizer com a palavra, Ele também era capaz de fazer esquecer a palavra que amaldiçoou. Evangelizar consiste em fazer o outro esquecer o que nele não presta, e que a palavra maldita insiste em lembrar.

Quero viver para fazer esquecer... Queira também. Nem sempre eu consigo, mas eu não desisto. Não desista também. Há mais beleza em construir que destruir.

Repito: só dê ouvidos a quem te ama. Tudo mais é palavra perdida, sem alvo e sem motivo santo.

Só mais uma coisa. Não te preocupes tanto com o que acham de ti.Quem geralmente acha não achou nem sabe ver a beleza dos avessos que nem sempre tu revelas.

O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito.

Padre Fábio de Melo.