Loira do bem ∞ : 05/08/14

quinta-feira, maio 08, 2014

PRESENTE DE MÃE: |ALMIR SATER EM PORTO ALEGRE| EM MAIO 2014|


A Eazzy Entretenimento traz a Porto Alegre o maior violeiro do Brasil – Almir Sater – em um show especial em homenagem ao Dia das Mães. Com certeza um presente que irá emocionar toda a família!

A música de Almir Sater conversa, emociona e desperta emoções diversas. O artista é um dos poucos que não deixou a emoção de lado e a música flui de seu coração, com originalidade, sem subterfúgios ou aparatos tecnológicos, transborda em sentimentos, na forma real, capaz de penetrar até nas almas mais blindadas e aguçar a comoção.

O Cantor apresenta-se acompanhado de uma banda formada por Marcellus Anderson (gaita), Guilherme Cruz (violão), Rodrigo Sater (violão), Reginaldo Feliciano (contrabaixo) e Gisele Sater (backing vocal).

No repertório, canções como Tocando em frente, Um Violeiro Toca Trem do Pantanal e Chalana, que foram consagradas pelo público e solicitadas na plateia.

O show mescla com o CD "7 Sinais", que conta com participações especiais de Luiz Carlos Borges e Dominguinhos sem deixar de lado a técnica ímpar e o magistral toque de viola indispensável nas suas apresentações, que o tornou consagrado.

Almir Sater está entre os 30 maiores ícones brasileiros da guitarra e do violão apontado pela Revista Rolling Stone Brasil.

Foto Divulgação: Roberta Guarino.
 Release Artista
Almir Eduardo Melke Sater é um violeiro, compositor e instrumentista brasileiro e atuou em novelas como ator. Seu estilo caracteriza-se pelo experimentalismo e sua música é descrita como folk. Agrega uma sonoridade tipicamente caipira da viola de 10 cordas, o folk norte-americano e também com influências das culturas fronteiriças do seu estado, como a música paraguaia e andina. E o resultado é único, ao mesmo tempo reflete traços populares e eruditos, despertando atenção de públicos diversos.
Com mais de 30 anos de carreira sólida e 10 discos solo gravados, Almir tornou-se um dos responsáveis pelo resgate da viola de 10 cordas, sendo reinventada, o músico acrescentou um toque mais sofisticado ao instrumento, estilos como blues e rock, embalados pela pegada do folk, uma mistura de música folclórica, erudita e popular, considerada atemporal.

|Ingressos à venda |
Segundo Lote

Mezanino: 110,00
Plateia Alta: 150,00
Plateia Baixa: 170,00
Plateia Gold: 240,00

:: Política de descontos
50% de desconto| Idosos - Mediante apresentação de documento de identidade no ato da compra e acesso ao teatro::
20% de desconto | Estudantes - Mediante apresentação de carteira de estudante e documento de identidade no ato da compra e acesso ao teatro::

CANAIS DE VENDA:
Internet Online: www.ingressorapido.com.br| 4003.1212
Tele Entrega - 9799.0919 - SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA (Somente Dinheiro)
Pontos de Vendas Físicos: – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA
Formas de Pagamento: dinheiro, cartão de crédito e cartão de débito, exceto Banricompras.

*MY TICKET MOINHOS
Rua Pe. Chagas, 327, loja 06 - Moinhos de Vento - Porto Alegre – RS - fone: (051) 3273.3383
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 09:00 às 18:00h. Sábados das 10:00 às 16:00h
*MY TICKET ANDRADAS
Rua dos Andradas, 1425, loja 69 - Centro - Porto Alegre – RS -Fone (51) 3312.4244
Horário de funcionamento: Segunda à Sexta das 09:00 às 18:00h.
Informações:

Realização
|Eazzy Entretenimento|

O conto de “As mil e uma noite” não funciona na vida real.

O que penso e sem demagogia direita ou esquerda, mas como homens de bem ou cidadão comum. Qualquer um de nós, está sujeito a cometer ou ser vítima do erro ocorrido com a Fabiane, como uma suposta sequestradora de crianças e magia negra na página de rede social, o Guarujá Alerta, que gerou uma comoção da qual se derramou sangue inocente, culminando com um trágico desfecho. vide link http://glo.bo/1j1X0xS
“Sherazade e agregados estão protegidos pelo conto de “As Mil e Uma Noite”, de onde adotou o sobrenome no lugar do original, Barbosa, “segundo ela mesma”“, com seguranças, carros blindados, posição social, apoio político e de poderosos.
Para quem não conhece, trata-se de contos de origem indiana, persa e árabe e Sherazade, a virgem eleita como esposa de um rei que tinha por tradição desposar uma mulher por dia e matá-la antes que o sol da manhã seguinte se erguesse no horizonte, para evitar que fosse traído, como o fora pela primeira mulher que havia tomado como esposa.
Temendo ter o mesmo destino, Sherazade usava de um estratagema perspicaz e todas as noites o entretinha contando histórias que nunca tinham fim, para que no dia seguinte o rei procurasse saber como terminavam. Bem perspicaz e apropriado não¿.
Tomara que ao fazer justiça por nossas próprias mãos, nunca sejamos o responsável por um sangue inocente ou ter um dos nossos, vítimas de um engodo destes. Cobrar, exigir, sim das autoridades, até Mudanças e projetos de Leis,
Jamais estimular o povo a ir pra ruas fazer o papel que cabe a Justiça Brasileira. Assim é com a pena de morte, qualquer desafeto ou antagonista, pode disseminar uma calúnia sobre nós sem nos dar chance de defesa e com a Internet, as coisas são ainda mais facilitadas.
E nós, os cidadãos comuns, como faremos? A quem recorremos antes que uma tragédia desta aconteça? . Deixamos de histórias que funciona só no mundo virtual ou irreal. A vida pede mais cautela, analisar os dois lados sobre a mesma situação. As consequências poderão ser bem piores do que pensamos, ao achar que esta é a solução mais apropriada.
Não se pode considerar “justo e com bondade” quem não permite a outra parte ao direito de defesa. Não se deixem influenciar ou aceitar manipulação por pessoas que ganham milhões sem correr nenhum risco. Se estiver descontente com um governo, o faça nas Urnas, exija no bairro, manifesta contra a violência e a falta de segurança, mas para as autoridades competentes. Nada justifica essa monstruosidade. Amanhã pode ser um de nós, vítimas da mesma crueldade e sem chance para reclamar.
#Justos Sim #Justiceiros Jamais! Pensamos nisso!.