terça-feira, 28 de outubro de 2014

Ler é preciso: Sustentabilidade: A Humanidade Contra as Cordas.

 
Sustentabilidade depende de mudança de mentalidade.

O vencedor do Prêmio Jabuti, Eduardo Felipe Matias lança agora sua nova obra “A humanidade contra as cordas” também em e-book , previsto para o dia 30 de julho. O material estará disponível em todas as livrarias virtuais do País.
Matias analisa na obra a questão ambiental sob a ótica da crise financeira e mostra que uma não apenas influi na outra, mas se originam da mesma mentalidade predatória e dos mesmos incentivos perversos.
Ao relacionar a sustentabilidade à globalização, o autor disseca a natureza e a governança corporativa das empresas transnacionais, explicando como estas podem ser pressionadas e persuadidas a se tornarem, elas mesmas, agentes transformadores. Avalia também o papel do Estado e sua responsabilidade em criar, inclusive por meio de organizações internacionais, estímulos capazes de reverter o quadro atual e promover a economia verde, e analisa os diversos instrumentos – com o uso das redes sociais, a tributação das emissões de carbono e o estímulo a inovação tecnológica – que podem contribuir para uma governança global mais efetiva.
O e-book possui todo o conteúdo da versão impressa, com as vantagens que as ferramentas disponíveis na plataforma digital propiciam, por exemplo, para pesquisadores que se valham do índice remissivo eletrônico para localizar com mais agilidade as páginas que tratem de algum dos temas específicos tratados no livro – sem falar na facilidade, que também caracteriza essa plataforma, de se baixar o livro a qualquer hora e outros benefícios, como aqueles relacionados à portabilidade.

Autor do livro “A Humanidade contra as Cordas“, o advogado Eduardo Felipe Matias concedeu recentemente entrevista à TV Folha e falou sobre o tema Sustentabilidade no dia a dia.
Questionado sobre a atual crise hídrica que afeta diversos estados brasileiros, mas sobretudo São Paulo, Matias disse que o uso inteligente da água depende da redução da nossa pegada ecológica.
“Atualmente precisamos de uma Terra e meia para repor o que usamos de recursos naturais“, afirmou. “É necessário uma grande mudança de mentalidade, nossa sociedade toda é baseada no consumo excessivo“.
O advogado acredita que esta nova mentalidade deve ser empregada inclusive na maneira como produzimos, pois os bens precisam ser mais duradouros. “Os ciclos dos produtos são muito curtos”, diz. “Empresas que não seguirem esta tendência tendem a desaparecer”.
Confira a entrevista completa de Eduardo Felipe Matias no site da TV Folha.
Imagem: reprodução
 sustentabilidade-depende-mudanca-mentalidade-eduardo-matias
Sobre o autor
Autor de A Humanidade e suas Fronteiras: do Estado Soberano à Sociedade Global, vencedor do prêmio Jabuti de 2006 na categoria Economia, Negócios, Administração e Direito, e de quase 100 artigos publicados em diversos meios de comunicação, Eduardo Felipe Pérez Matias é doutor em Direito Internacional pela USP, com pós-doutorado na Espanha pela IESE Business School, visiting scholar na Columbia University, em Nova York e mestre em Direito Internacional pela Universidade de Paris II.

Fontes: Ideia Sustentável | Planeta Sustentável.