sábado, 30 de novembro de 2013

Pitaco Administração e Marketing — "Não deixe a Peteca cair" ...




Analogia entre a Peteca e o Clima Organizacional das Empresas.
Quando eu era criança aprendi que Peteca, era um brinquedo, de origem indígena, um esporte depois e bem disputado e interessante, e não há como restringir idades.
O jogo consiste em manipular as ações, e joga-se para todo lado, mas até a peteca tem regras, planejamento.. Peteca no chão, perde ponto.
O pulo do gato, talvez, seja não tanto defender, mas agir.
De nada vai adiantar repetir jogadas ensaiadas, nem esperar que o fulano faça como o beltrano, se estes continuarem a cometer sempre as mesmas jogadas!

E por isso também é preciso saber medir ritmos e forças, nem pra mais, nem pra menos. Se os dois jogam limpo, peteca no alto. Jogada suja e maldosa não funciona, pode provocar lesões e faz com que a dupla desanime e perca o gás. E, por fim, se começar a ventar forte não se engane: os dois vão ter que se esforçar mais. Em períodos de dificuldade não adianta culpar seu parceiro pela peteca difícil, trate de estimular positivamente o jogo na adversidade.

Acredito que a grande sacada é a Comunicação, de forma transparente, para todos iguais!. e Chegar ao um consenso com o tamanho da quadra a usar em cada partida, os limites, a altura da rede e os pontos fortes e fracos de cada um.

O jogo neste caso, não pode se realizar, como competitividade, mas por união de forças, e somas. Essa é uma dificuldade, pois, fomos treinados a vida toda para a competição, para ganhar, para dificultar mais do que facilitar, para sermos reconhecidos individualmente. Até o dia em que entendemos que numa relação em que âmbito for, nada disso funciona mais.

Ganha-se “com” alguém, e não “de” alguém. E quando humildes, aceitarmos que o maior adversário é a nossa impaciência, arrogância, ansiedade e, principalmente, a expectativa de receber só peteca boa, só filé.
Lembrando que uma partida nunca é igual a outra, não funciona generalizar todas as quadras, pois os fatores externos influenciam e muito. Se acaso a peteca cair no chão, temos que buscar novas estratégias, um novo jeito de dar o saque, sem esquecermos que numa relação ninguém erra ou acerta sozinho.
Paráfrase adaptada do Texto Original de Gustavo Mokusen — Físico, Monge Budista e Coach.