quarta-feira, 2 de maio de 2012

"UMA QUESTÃO "MAIS" QUE HUMANIDADE - DE BONDADE, MATURIDADE E BOM SENSO

"Texto de Pe Fábio de Melo, para ler, reler, pensar, refletir e mudar nossos padrões "afetados" de ser."eu vou fazer um adendo.. Não se trata somente de "Uma questão de Humanidade, mas uma questão de gente de bondade, sensata e honesta consigo mesmo(a).
"Uma questão de bom senso e humanidade ".* Trecho retirado do Livro "Cartas entre Amigos" escrita por By Padre Fábio de Melo.
-O equilíbrio é o caminho mai seguro, mas é também o mais difícil a ser trilhado. A equalização entre a razão e a emoção é uma conquista a ser alcançada.
Muitos medos nascem desse desequilíbrio. Muitos sentimentos mesquinhos também.
A gênese de muita infelicidade está na inadequação entre o que pensamos e o que sentimos. Nem sempre o que sentimos corresponde a verdade.
Considerar a verdade a partir do sentimento é um caminho perigoso, pois pode nos levar a cometer grandes injustiças.
Não tenho medo de reconhecer .
Já desprezei muita gente importante na minha vida porque acreditei demais no que sentia. E mesmo que meu sentimento não correspondesse ao que eu conhecia na realidade, eu o elegia como minha verdade.
Por razões mesquinhas e vergonhosas, permiti que o sentimento do momento me fizesse esquecer o que verdadeiramente sabia sobre o outro.
Desprezei por motivos pequenos pessoas que eu já havia reconhecido como grandes.
A razão? Elegi a ira do momento como verdade absoluta. Permiti que o desapontamento momentâneo prevalecesse sobre as histórias bonitas que já havia experimentado ao lado daquela pessoa.
A prevalência do sentimento sobre o conhecimento me fez perder muita gente interessante. Hoje tenho tentado mudar.
Ainda que a duras penas, preciso assimilar essa sabedoria. Nem tudo o que sinto é verdadeiro. A vida não pode brotar somente de minhas sensações. Preciso equalizar o que sinto com o que sei.
É uma questão de humanidade.