Loira do bem ∞ : 02/05/10

sexta-feira, fevereiro 05, 2010

O Valor da Doação


O valor da doação

Doar dinheiro ou coisas materiais é fácil; doar elogios ou palavras atenciosas é virtude de condição elevada.

Neste mundo, ricos são os que doam desinteressadamente. Pobres são os que cobiçam para si próprios. Falando de modo geral, é mais fácil prover a si mesmo do que aos outros. No entanto, se não lavrarmos a terra nem espalharmos as sementes, jamais faremos a colheita. Se não praticarmos a virtude de doar, como haveremos de obter verdadeira fortuna?

Entretanto, existem duas maneiras de doar: a positiva e a negativa.

O doar positivo é o tipo mais maravilhoso de doação, pois pode garantir relacionamentos interpessoais harmoniosos. Um sorriso amável, uma palavra encorajadora, um elogio genuíno, um pequeno trabalho caridoso ou um cumprimento simples e caloroso não apenas embelezam nossa vida, mas também purificam a sociedade. Desde o nascimento até a morte, somos sempre alvo da generosidade de outras pessoas. Nossos pais nos oferecem amor incondicional e atenção, nossos professores nos dão a chance de conhecer e conquistar. Pessoas dos mais diversos tipos na sociedade nos proporcionam condições que possibilitam nossa sobrevivência diária. Agora, precisamos parar um pouco e nos perguntar: “o que oferecemos aos outros em retribuição? O que demos às nossas famílias, aos amigos, à sociedade e ao mundo?

Doação negativa, doação positiva

A doação negativa é uma ocorrência comum na sociedade. Existem pessoas que dão aos outros preocupações, sofrimentos, embaraços e criam obstáculos sem perceber as verdades universais contidas em frases como “o que vai volta” e “faça pelos outros o que gostaria que fizessem por você”.

Mesmo no caso das doações positivas, há diferentes níveis nessa ação. Doar dinheiro ou coisas materiais é o que há de mais fácil. Doar elogios ou oferecer palavras atenciosas é uma virtude de condição elevada. Doar os ensinamentos do Buda, por sua vez, é a maior de todas as dádivas. O doador adquire méritos insuperáveis, enquanto o receptor obtém verdade, confiança, coragem, paz e liberdade suprema.

Doar incondicionalmente é a virtude mais elevada e também a mais difícil de alcançar. Por ser a única forma de doação verdadeira, precisamos lutar por ela com todo o coração, cultivando o hábito de doar sem qualquer expectativa ou esperança de retribuição.

Devemos aprender a doar de coração. Muitas condições favoráveis nos foram dadas na vida; por isso, devemos retribuir tais condições com o mesmo zelo. A única maneira de levar o valor da doação a seu efeito máximo é estabelecer boas condições e afinidades entre os povos e sociedades do mundo. Doando, não só expressamos nossa gratidão e apreço, mas também plantamos as sementes da realização.


Créditos:
Venerável Mestre Hsing Yün é o 48º patriarca do budismo chinês da escola Ch’an. Fundador do Monastério Fo Guang Shan, em Taiwan, e do Templo Zu Lai, em Cotia (SP), entre outros ao redor do mundo.

Om Mani Padme Hum.