sexta-feira, 26 de junho de 2009

Michael Jackson voe em paz para sua Terra do nunca..


Ontem,o mundo recebeu,de forma atônita,a morte precoce e súbita,de Michael Jackson,considerado o REI DO POP.....

Na verdade,eu não sou fã e nem acompanhava a carreira do artista,que infelizmente, o que prevalecia eram sempre as cenas bizzaras,os assuntos polêmicos,que o envolvia,mesmo assim,sempre tive um profundo respeito,por ele,não sei porque,

mas,apesar das notícias avassaladoras sobre seu comportamento e até duvidoso,em relação às crianças,sempre o vi,mais como uma vítima,dele próprio,da vida,e de todo o aparato envolto dele;

Infelizmente,a mesma mídia que o massacrou,contribuiu para a sua auto-destruição,
hoje,o transforma num Deus e imortalizado pela sua obra;

Que triste ironia,por anos,a imprensa,não teve compaixão do artista,sempre enfocando e focando suas desavenças pessoais,os escândalos,dando tanta ênfase,a toda essa parafernália,

Fico a perguntar-me, por que somente quando perdemos os artistas,é que,os transformamos em heróis,em bons,em ícones para toda a eternidade...

e enquanto vivo,nada fazemos,para manter a imortalidade de sua obra,ah o tempo faz e o tempo desfaz,palavras sábias e vai além sempre....

Resta-me desejar,que o Michael encontre a sua verdadeira paz interior,o que tanto almejava em vida,que consiga finalmente,encontrar sua tão desejada "Terra do Nunca",
que por muitas vezes,desejou,ser o Peter Pan,um menino que nunca cresceu,

Onde os abutres não o encontrem e a sua doce e genuina infância,não poderá ser roubada e arrancada jamais,por seres tão vis,que fizeram do menino,uma caricatura de homem e infeliz !!!!!

Fique em Paz..Michael,volte a sonhar !!!!!!!!!Que hoje o unico burburinho que escute são os coros de anjos celestiais !!!

Almir Sater deixa JOANOPOLIS EM ESTADO DE GRAÇA





A festa era do Aniversário da cidade, o dia de São João,mas quem acendeu a fogueira,no coraçao das pessoas, foi o violeiro Almir Sater,que,mais uma vez,
levou multidões,ontem,dia 24/06, para a cidade de Joanópolis,SP.


Sóo vou dar uma palhinha,de algumas fotos,enviadas gentilmente pelo produtor,Gudu,
de Arvores de Carvalho,banda bem conhecida na cidade,

e da qual são fãs incondicionais do artista;que alís,fiquei bem triste,porque o sonho deles,era estar perto do idolo,e quem sabe, dividir o BIS,cantando a maravilhosa 7 Sinais,mas que por motivos de força maior,ainda não foi desta vez;

alguns depoimentos na comunidade do músico:
A-LEX que show!
muito bom,ele arrebentou nos instrumentais,quase fez o set list q pedi,a cidade parou p ele,tava cheia,muito cheia msm,naum tinha onde estacionar ate,espero ele denovo em joanopolis,ele contou umas historias dele aki,vou tentar dormir,pq ainda naum acredito q ele veio.

LUIZ
foi muitoooo bomm o showw

o homi é fera demais

vamos separar uns vídeos que fizemos da apresentação dele e da apresentação do Árvores, logo logo deixo aqui proceis



Loira, infelizmente devido ao monte de gente querendo conhecer o homi e ao desencontro na pousada em que ele ficou ninguém da banda conseguiu falar com ele, apenas a minha mãe por acaso o encontrou na rua voltando da barraca que vendia uns caldinhos muito deliciosos, acredita nisso, rsrsrs... um monte de gente esperando o show e o rapaz tomando caldinho no meio do povo, hahaha

bem, foi super legal até porque ele contou a história em que em 78 ele frequentava a nossa terra, o Carlão morou ou teve residência aqui durante 3 anos, história que comprova o que um amigo chamado Elinho havia me contado um dia antes

É isso pessoal, fiquem no aguardo que logo colocaremos uns vídeos aqui pro pessoal que naum pode vir ter uma palhinha...

valeu Loira pela força e até a proxima se Deus quiser !!!



Que pena,que a minha "força",,nestas horas para nada serviu, ah seu eu ao menos,tivesse,uma fada Sininho,para soprar nos ouvidos do hómi,que o sonho dos rapazes merecia ser realizado;mas,infelizmente,sou apenas uma reles mortal e insignificante ser;

Arriverdecci, bye bye,.até a próxima,

*fotos gentilmente cedidas pelo Gudu,produtor de Árvores de Carvalho.

Alguém tem que ceder....


ufa,fim de semana enfim chegou..nossa,que sexta-feira,chuva e garoa fria demais da conta uai,tanto que até cometi uma loucuraaaa...eu improvisei uma receita e fiz um quentão de vinho,com gengibre e maçã,canela,parece bebida de bruxa,talvez)rsrsr...

Porém,se amanhã,eu não der sinal de vida,nenhum comentário neste blog,ou coisa parecida nem sobre os shows do Almir Sater,disque 911,urgente,que deu algum "piti" em mim...e fui visitar a terra do nunca,com MJ.SIC-

Imagine,nunca na vida bebi,sequer provei uma gota de álcool,ma,o frio que toma conta do meu sertão,está demais de intenso,alguma coisa teria que ser feita,..

e até que o tal quentão de vinho tinto, ficou bom,se não matar eu,fará bem ao coração,dizem os especialistas,e hoje,fez bem para o corpo mesmo,uma quentura,que ufa,o frio ficou lá fora......

Até,aqueceu as mãos,agora sim,posso digitar neste blog,de forma aquecida...

bem,e vários fatos,aconteceram durante a semana,vou comentar de dois que me chamaram a atenção,o primeiro é sobre a morte de um casal quase que simultaneo,que não se falavam há 27 anos,e a segunda,do morte repentina do rei do POP,Michael Jackson,
em outro tópico,claro;

O casal,Abdullah 83 e Kubra 82 eram casados desde 1945 mas,nos últimos 27 anos não se falavam e acabaram sendo protagonistas de um episódio curioso morreram no mesmo dia, com apenas duas horas de diferença.

Abdullah e Kubra Yalcinkaya viviam na cidade turca de Aydin oeste e demonstraram ter uma relação muito forte apesar do silêncio que adotaram nos últimos anos conforme informou nesta quinta-feira a imprensa local.

Os dois tiveram uma briga após a qual decidiram não se falar mais.Apesar dos apelos de parentes,os dois permaneceram 27 anos sem se falar.

Abdullah se mudou para um quarto do porão da mesma casa,que também tinha uma loja. Ele morreu duas horas depois da mulher,abalado pela perda.

Após o funeral de ambos,o filho adotivo disse à imprensa que o casal se gostava muito,mas que os dois eram muito teimosos.



É impressionante,como o orgulho,a teimosia,os ressentimentos,nos leva a uma forma destrutiva nos relacionamentos,na vida e de sub existência;e criamos barreiras,tão
fortes,escudos para nos proteger,das quais não somos capazes,de ultrapassar e deixar prevalecer o amor,o perdão,o fazer "vista grossa",e deixar fortalecer as emoções,que de fato,sentimos pelos entes queridos,Infelizmente,

Eu fico a imaginar,quanto tempo esse casal deixou de viver,de existir,movido por picuinhas,por talvez não demonstrar fragilidade,"dar o braço a torcer",quando na verdade,não perdoar é para os fracos,porque,para perdoar alguém,uma desonra,

uma ofensa,um conflito,é preciso ser uma pessoa forte e bem resolvida,de estima elevada,e que sobretudo,saiba,ver no outro,o que falta em si e vice-versa;

Alguém tem que ceder,de alguma forma,sinalizar,que está,afim de dar o primeiro passo,de reconciliar e reconsiderar,e tem uma frase de Dalai Lama,que eu acho,muito interessante,que é,"jamais tocar no passado,em uma discussão daquilo que voce perdoou",

Imagine,esse casal,o amor que ambos nutriram um pelo outro,eles não viveram,
vegetaram desde então,ao ponto,de quanto um ter faltado,o outro,não suportou a carga emocional da perda;

Que triste isto,viver na dor,do que pelo amor e perder todo o tempo precioso para tal;esse texto que sempre aplico nos finais de minha palestra,com fundo musical de Almir Sater "Tocando em Frente",que diz o seguinte:

A VIDA É EFEMERA.

Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efémera,talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos.

Perdemos dias,às vezes anos.Nos calamos quando deveríamos falar;falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio.

Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação.

Não damos um beijo carinhoso "porque não estamos acostumados com isso" e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.

Passa a noite e chega o dia,o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos,fechados em nós.Reclamamos do que não temos,ou achamos que não temos suficiente.

Cobramos.Dos outros.Da vida.De nós mesmos.E o tempo passa...

Passamos pela vida, não vivemos.Sobrevivemos,porque não sabemos fazer outra coisa.
Até que,inesperadamente,acordamos e olhamos para trás.

E então nos perguntamos:E agora?

Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.

Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.

Não olhe para trás.O que passou, passou.O que perdemos, perdemos.Olhe para frente!

Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.
Autor do texto: Letícia Thompson.

É preciso dizer mais alguma coisa ???!

A não ser que,tenha coragem e vença o medo,o orgulho,os muros que criastes,e deixa
vir à tona,o hoje,porque o ontem é passado, e o amanhã,será feito,de acordo com as atitudes do presente,e com isto o universo se abre para novas possibilidades!!

PAZ E BEM !!!!!!!!!!!
Excelente final de semana proceis;
beijos folks !!!