segunda-feira, 7 de abril de 2008

— Vale das flores .. um filme que vale a pena ver —




"A nossa felicidade não pode depender do que não depende de nós." O fim de semana foi embora...e com ele o tempo de ociosidade que tanto bem faz..eu sou uma cinéfila de carteirinha, adoro viajar por esse universo imaginário de filmes e geralmente me desligo da net, para ficar "grudada"no DVD...
Acho que devo ser considerada cliente VIP, porque chego a locar 3, 4 filmes/semanais...e um destes que eu assisti "Vale das Flores" trata-se de uma lenda do Himalaia sobre a força do amor contra a inevitável morte.

A primeira fala do filme é silenciosa e instigante: "O que parece ser um demônio, o que é chamado de demônio, o que é reconhecido como demônio, existe dentro do próprio ser humano e desaparece com ele"Milarepa -Iogue Himalaio(1040-1123 d.C. O filme nos remete aos questionamentos sobre vidas passadas, destinos cruzados, lei da causa e efeito, a roda do Samsara até encontrar o Darma (transmutação do carma negativo em positivo), pois o casal em busca da imortalidade desenvolvem e acabam conquistando alguns poderes mágicos, como a capacidade de levitar e roubar energia.
Mas eles perceberão que não poderiam mexer impunemente com tudo isso.

Uma frase de efeito do filme: "Não é uma questão de com quem você vive. É uma questão com quem você não pode viver sem".

Eu decididamente não posso viver sem meu blog, minhas comunidades no orkut, meus micos, gafes, minha espontaneidade, meus sonhos, minha espiritualidade e claro os
meus amigos, e também alguns em especial, virtuais que tanto carinho e respeito me passam e também a boa música brasileira, claro, entre elas, Almir Sater, Zeca Baleiro, Zé Ramalho..etc...e os meus roqueiros, Pink Floyd e Led Zeppelin, como também músicas celtas. Acho que também o incenso, a meditação, os mantras, os filmes, os livros  e os meus sonhos...