sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A Linguagem do Corpo - Cristina Cairo


Sim, o corpo mais que as palavras. Como diz Nietzsche "É verdade que se mente com a boca, mas a careta que se faz ao mesmo tempo diz, apesar de tudo, a verdade".
•De acordo com as pesquisas, essa é a porcentagem do impacto de uma mensagem sobre o ouvinte:
07% - Verbal (o que a pessoa diz ou escreve)
38% - Vocal (tom de voz, inflexões e outros sons)
55% - Não Verbal (gestos e movimentos)
E emocional também, reage, sofre, acumula lixo mental e sentimental.
Impressionados? - aplicava em módulos das aulas que ministro voluntariamente, sobre Comunicação Verbal/ não Verbal, mas nunca havia correlacionado elas, com as doenças e sinais que o corpo físico sinaliza também. Através dessa linguagem, adquiri uma percepção maior, em relação as pessoas, e ficar mais atenta aos gestos, se estão coerentes com a fala. Ano passado, quando adquiri uma dor no braço esquerdo - logo pensei em LER, DORT, doenças ocupacionais, que surgem por esforços repetitivos e em viagem, longe de casa, fiz uma sessão de reiki, da qual, a terapeuta, me surpreendeu ao indicar esse livro "A Linguagem do Corpo- de Cristina Cairo -pois eu relutei meses a fio, em buscar ajuda médica(sou medrosa ao extremo, quando se fala em cirurgia e anestesia) e neste livro encontrei a solução para a dor física, que desde então não mais senti- exceto quando sinto o mesmo medo- por dúvida ou incerteza que pairam em mim, mas como já sei onde está a cura, fica fácil de administrar.
Os Trechos do livro a seguir:

Segundo Cristina Cairo descreve, é possível analisar a situação familiar, profissional, amorosa, etc., de uma pessoa, apenas conhecendo sua doença. A partir desse quadro, aprender a ter cautela e maior senso de observação, tanto para a sua vida particular, quanto para a vida de seus colegas e familiares. É muito importante respeitar o pensamento de reserva de outras pessoas! Portanto, se desejar conferir esse ensinamento, faça-o sem imposições e com sutileza.

Para que nosso corpo fique livre dessas psicossomatizações é necessário que haja uma
 auto reflexão sincera e um reajuste na harmonia entre yin-yang, ou seja, devemos conhecer os motivos que outras pessoas tiveram para estar em conflito conosco.
Descubra o motivo desse desequilíbrio e reconcilie-se com você mesmo e com as outras pessoas, mesmo que elas estejam em outro plano cósmico. É importante estarmos de bem com a nossa consciência. O mesmo poderá ser feito com relação à saúde. Se a doença persiste, descubra qual é a emoção negativa que você vem alimentando em seu coração e “desligue-a” de sua mente, que a somatização desaparecerá.

Seja qual for a doença, saiba que sua gravidade eqüivale à gravidade de seu sofrimento mental sobre o passado, sobre o presente ou preocupações relacionadas ao futuro.
Esses estudos foram realizados no decorrer dos últimos cinco mil anos. Portanto, quero deixar claro que não estou criando polêmicas, nem tampouco interessada em críticas.

Desejo, apenas, que as pessoas se salvem de “suas doenças” e que comprovem, em si mesmas, o que comprovei em minha vida e na vida de mais de dez mil pessoas que atendi até esta data.
Pare imediatamente de julgar e criticar os defeitos alheios, pois esta é uma falha de caráter que provoca vários distúrbios orgânicos. Faça uma “forcinha” e elogie mais as pessoas.

Quando analisamos os movimentos do corpo ou o funcionamento de cada órgão, percebemos que carregamos diferentes sentimentos para diferentes movimentos do nosso corpo: o desejo de mover os dedos faz com que movamos os dedos; o desejo de expressar uma opinião faz com que abramos a boca para falar e, assim, tudo é naturalmente dirigido pelo desejo consciente de realizar algo.

Mas, existem os desejos inconscientes, que também fazem com que o cérebro impulsione energia para mover ou imobilizar partes do corpo. Como exemplo disso temos muitas paralisias musculares psicossomáticas ocasionadas por um desespero de causa e pelo sentimento de “fim de estrada”, que ocorrem quando o indivíduo percebe que não tem saída ou solução para algum problema pessoal. A tensão nervosa chega a paralisar seus membros e até a fala.
Abaixo alguns exemplos -quem sabe a cura que tanto procuras esteja nesta reflexão:
Cabeça
A cabeça está relacionada com a razão. Quando o indivíduo não permite que as emoções o guiem e tem pressa de resolver alguma questão pela própria razão, precipitam-se problemas ou acidentes em sua cabeça. Seu inconsciente está lhe mostrando que, por mais inteligência que possua, a cabeça tem limites.Tumores no cérebro indicam não só pensamentos negativos, “coagulados” e enraizados pela teimosia em não querer mudar esses conceitos, mas também conflitos profundos e constantes entre os familiares.
É perdoando, renovando e dando à sua mente uma abertura maior para aceitar idéias de outras pessoas que qualquer tumor desaparecerá e que você estará livre de acidentes e ferimentos na cabeça.A revolta, a desconfiança e a falta de dedicação aos superiores provocam doenças na cabeça.

Enxaqueca e dor de cabeça
Os indivíduos que sofrem de enxaqueca têm um orgulho muito forte e não permitem que pessoas autoritárias mandem em sua vida ou controlem seus passos. Resistem a tudo e a todos que, conforme eles acreditam, queiram invadir seu espaço vital. São pessoas que não relaxam aos prazeres, pois receiam serem dominados de alguma forma. Normalmente têm medo do sexo ou de suas conseqüências, devido a limitações morais, familiares, etc.

Quando surgir uma dor de cabeça, pare e reflita sobre o que está acontecendo ao seu redor. Será que alguém ou alguma situação contrariou você? Ou talvez você tenha se sentido desconsiderado(a) por alguém um tanto importante de quem você esperava maior consideração.

Seja o que for, pense sobre a sua própria conduta e veja o quanto você está sendo inflexível consigo mesmo(a) e com os outros. Aceite docilmente o que aconteceu e se proponha a mudar o seu caminho através de seus ideais e você vai ver como a dor irá desaparecer.
Acredite que qualquer dor de cabeça é sinal de um orgulho muito forte, conforme já expliquei, e para acabar com ela é preciso modificar os seus pensamentos exatamente no momento da dor. Tudo é uma questão de exercício e de flexibilidade. Tente, pelo menos uma vez, acabar com a dor sem o auxílio de remédios. Esqueça o medo e apenas reconheça o quê ou quem contrariou você e desarme-se procurando uma boa maneira de mudar sua vida para melhor.Veja alegrias em ambientes que você não gosta de freqüentar e não resista à contrariedade que o fez entrar neste ambiente. Experimente se soltar e se divertir mais, em vez de negar e criticar as opiniões diversas das suas. Lembre-se de que sua carência e seu desejo de receber amor e carinho aumentam quanto maior forem a sua inflexibilidade e o seu orgulho.

Boca
Pela boca é que saem os pensamentos em forma de palavras.Se você é daqueles que dizem palavras rudes, que ferem o coração de outras pessoas, criticam os outros às escondidas, não aceitam novas idéias, são inflexíveis quanto às suas próprias opiniões, são ásperos ao falar e principalmente não reconhecem esse comportamento em si mesmos, então, como projeção de sua conduta, você terá sérios problemas: surgirão aftas, feridas dentro e fora da boca, herpes e outros males que o ferirão assim como suas palavras ferem a outros.(...)Discipline-se para conversar e perca o hábito de “falar mal” dos outros.Se sua intenção é a de ajudar, então comece destacando as boas qualidades das pessoas, comentando sobre elas, com elogios. Deixe que o mal desapareça por si só. Quando não damos atenção ao mal, ele torna-se insignificante perto das coisas boas que focamos com nossa visão.(...)Assim como a boca, o ânus também simboliza a ”saída”. Portanto, o comportamento acima citado provoca fístula anal, hemorroidas, prolapso anal, hemorragia anal, etc.

Garganta -A garganta simboliza a fala. É o canal de saída daquilo que você pensa. Sua expressão e criatividade são reconhecidas através desse canal.Portanto, se algo o impede de falar, se o que você tenta expressar não é compreendido ou o que o incomoda não pode ser dito, saiba que sua garganta responderá com uma inflamação.
As dores de garganta expressam seus sentimentos contrariados. Tudo aquilo que bloqueia a nossa fala e nos obriga a ”engolir sapos”, trará inflamação das amídalas, problemas nas cordas vocais e até silêncio total da voz, simbolizando o pensamento: “Já que não posso falar o que quero, não falo mais”.Aprenda a livrar-se do medo de falar. Expresse suas opiniões, seus desejos, seus desgostos e crie ao seu redor uma atmosfera de liberdade para viver.

Você não é obrigado a fazer o que não quer, portanto, reaja! Liberte de dentro de você aquilo que o incomoda e busque o novo em sua vida.(...)Diga firme e calmamente o que você pensa sobre tudo e, com certeza, sua garganta ficará totalmente curada.

Tosse -Representa a raiva que “não sai da garganta”. Se você está vivendo um problema com alguém para quem sua opinião não vale nada, se alguma pessoa o está deixando constantemente furioso e é impossível confessar-lhe essa raiva, ou se você está sendo obrigado a aceitar uma determinada situação contra sua vontade, sua garganta ficará congestionada e sensível.Os pigarros demonstram a tensão nervosa por estar emocionado com algum acontecimento, sem entretanto poder demonstrar esses sentimentos.
O mesmo pode-se dizer das tosses incessantes. Os acontecimentos que desencadeiam tosses ou pigarros são, muitas vezes, sentimentos e pensamentos rápidos e secretos de incômodo relacionado a algum ambiente, assunto ou pessoa.Em certas ocasiões, o importante é relaxar, respirar e analisar, calmamente, a situação. Enquanto você estiver supervalorizando o acontecimento, suas emoções serão fortes e desequilibradas.

Articulações
As articulações simbolizam a gratidão no relacionamento humano e facilidade para compreender as mudanças obrigatórias no seu rumo.Quanto mais natural e confortador for seu jeito de aceitar a vida com suas atribulações e mudanças repentinas, mais saudáveis serão suas articulações.
Quem não sente gratidão e alegria pelas coisas simples, que tanto as outras pessoas quanto a Natureza lhe proporcionam, não reconhece, docilmente, os favores e gentilezas que lhe dedicam e não percebe a grandiosidade de cada gesto, por menor que seja, está sujeito a ter problemas nas articulações, e principalmente na articulação da coxa com o quadril (cabeça do fêmur) que simbolizará a avareza e a mente inflexível e apegada. Portanto, quanto mais você for compreensivo e flexível com as atitudes alheias, melhores e mais livres serão as suas articulações. Articule-se com sabedoria.

A coluna vertebral é o suporte do corpo. É o pilar da estrutura óssea e muscular. Ela é responsável pelos movimentos dos braços, pernas e dos órgãos. Pela análise psicológica, a coluna simboliza nossas raízes genealógicas e tudo que suportamos dos dilema da vida. É como um grande pilar de um edifício, onde a parte invisível é a que sustenta a estrutura toda.
A parte invisível, no caso da coluna, são os nossos antepassados.Quando a criança com problema de coluna ou desvio de vértebras é porque a desarmonia familiar vem de muitas gerações.

Desvio da coluna significa que a pessoa tem medo de tomar decisões importantes porque teme perder ou não deveria ser sua. Costuma assumir tarefas dos outros e, com isso, suas costas ficam sobrecarregadas. Por mais que ore, essa pessoa tem sempre dúvidas e não confia plenamente no futuro.Saiba que tentar apoiar- se em velhos pensamentos - por falta de habilidade para superar a vida - provoca desvio de vértebras.

Vértebras Cervicais- Problemas com elas significam que a cabeça está sem apoio, confusa, com medo do ridículo, indecisa, amargurada, sente- se sobrecarregada e se acha responsável pelos problemas dos outros. Denotam ainda sentimento de culpa, ressentimento e tudo que for relacionado ao excesso de responsabilidade. Procure ser mais flexível consigo mesmo e não tente "carregar" mais do que pode.

Vértebras Toráxicas -Simbolizam as contrariedades.Problemas nestas vértebras ocorrem em pessoas que vivem suportando a vida da maneira que não gostam, que tem medo do fracasso,que culpam outras pessoas pelas suas tristezas, sentem-se amarguradas, recusam o amor por idealizá-lo demais, vivem conflitos internos por se sentirem rebaixadas pelos outros,tem medo de assumir sozinhas suas responsabilidades e fracassos,"entrepoem-se" de motivos para não desfrutarem da vida e experienciam tudo que é relacionado com certas punições internas e sentimentos de culpa.

Vértebras Lombares- Problemas com elas significam contradições nos sentimentos e aparecem em pessoas que, ao mesmo tempo em que precisam do amor, recusam- no por necessitar de liberdade e da sua individualidade.  mostram indecisão quanto à posição que deve ser tomada em seu relacionamento amoroso e dúvidas quanto aos seus sentimentos.
A região lombar também significa dificuldade financeira, insegurança quanto ao futuro profissional e insegurança quanto a contas a pagar no futuro. Outra explicação para os problemas nesta área está no bloqueio dos prazeres sexuais ou no seu extremo oposto.

O fato de não conseguir tomar uma decisão e arrastar problemas sentimentais por muito tempo faz com que a pessoa sinta raiva de si mesma. Essa inflexibilidade amorosa é responsável pelas dores lombares,desvios típicos( hiperlordose) e faz essa região tornar-se rígida e dolorosa. As pessoas que não se dobram facilmente para as outras enrijecem essa região.Acabe com essa guerra interna de se achar responsável pela vida das pessoas que convivem com você. Nós só assumimos as responsabilidades dos outros quando queremos comandar suas vidas. Harmonize- se com a vida e deixe que ela flua suave e naturalmente.

Braços
Quando alguém, que possui certa autoridade sobre nós - mãe, esposa, patroa, etc. - nos proíbe a realização desses desejos ou provoca a anulação de nossa personalidade, através de chantagens, imposições, ou críticas, é gerado um conflito interno que irá projetar um acidente no braço direito, ou dores estranhas ou uma doença como reflexo dessa desarmonia.
Da mesma forma, se o conflito for relacionado ao pai, patrão, sogro, etc., surgirá então, como projeção, um problema no braço esquerdo.Se você leitor está em conflito consigo mesmo, poderá ter problemas no seu braço esquerdo (que simboliza o lado masculino), e, se você leitora estiver em conflito consigo mesma, logo, o seu braço direito mostrará a você essa desarmonia, pois o lado direito do corpo simboliza o lado feminino.Os sentimentos de raiva, mágoa, insatisfação, etc., mais cedo ou mais tarde, serão somatizados em forma de doenças ou acidentes.
Liberte-se dessa sensação de impotência e acredite em você. Mova-se, tranqüilamente, em direção aos seus sonhos e não pense que os aparentes obstáculos serão definitivos, pois eles podem servir de degraus para você subir ainda mais com seus planos. Saiba que é impossível que algo o derrube de seus bons pensamentos e procure ser flexível com as ideias alheias.

A doença é uma modalidade de ilusão.
Aproveite a natureza para relaxar -Ande descalço sobre a terra, procurando descarregar suas tensões diárias pois somos mesmo uma antena captadora de energias e é pelos nossos pés que são eliminadas as energias negativas no plano terra.Nosso corpo é regido por vibrações, por isso, necessitamos de boas freqüências musicais e sonoras, para manter o ritmo sangüíneo equilibrado.
Ame- se com todo o carinho e decida ser feliz em outro território, ou procure reconquistar o relacionamento perdido por meios sábios e não através dessa doença que não resolverá nada.Tente entender as razões da outra pessoa e aceite que, num relacionamento, ninguém está certo cem por cento.
Perdoe seus pais, todos os parentes e, principalmente, seu cônjuge que também é uma vítima da ausência de diálogo. Seja o que for, tudo pode ser esquecido ou modificado. Acredite na felicidade e seja dono de sua própria vida. Sinta- se livre para recomeçar e saiba que nenhuma doença é incurável.
Muitas pessoas se curam quando reconhecem, humildemente, seus erros ou aceitam os erros dos outros, procurando entender, sem ressentimentos. Se a doença ainda não desapareceu, é porque seu subconsciente continua guardando lembranças negativas.
Mantenha uma conduta alegre e positiva, a todo instante, e decida se curar para recomeçar.
Fonte: A Linguagem do Corpo - Cristina Cairo - é formada em Educação Física e Bacharel em Psicologia-
Blessed Be
Excelente final de semana a Todos.