quinta-feira, 23 de junho de 2016

Almir Sater e Renato Teixeira recebem Prêmio da Música Brasileira – melhor dupla regional.

Almir Sater e Renato Teixeira recebem Prêmio da Música Brasileira – melhor dupla regional.

A 27ª edição do Prêmio da Música Brasileira aconteceu na noite desta quarta-feira (22) no Rio Janeiro e homenageou Gonzaguinha, que completaria 71 anos em 2016.  Infelizmente, o grande ícone da Música Popular brasileira, veio a falecer em 1991,  em um acidente de carro, Pato Branco, no PR.  

Diversas personalidades e celebridades marcaram presença na entrega do prêmio, Caetano Veloso, Lenine, Ney Matogrosso, Adriana Calcanhotto, Tony Bellotto, Renato Teixeira e Sérgio Reis,  entre outras.  Entre os premiados, Almir Sater e Renato Teixeira que foram indicados em duas categorias,  dupla e álbum  regional

Os Artistas levaram o prêmio, de melhor dupla regional, pela parceria em “AR”, gravado em dezembro passado. Em sua Fanpage, Renato Teixeira ressaltou a importância sobre e sem dúvida, vem a somar em suas trajetórias.


 Apesar da amizade e a parceria de longa data, é a primeira vez que os artistas gravam juntos. Suas vozes, em perfeita sintonia, dão um toque especial ao projeto. Com produção do norte-americano, Eric Silver, o disco leva o selo Som de Gringo e distribuído pela Universal Music, já se encontra à venda nas melhoras lojas e plataformas digitais, entre os mais vendidos. 
  
                                           Foto: Eduardo Galeno / Agência Produtora.

Renato Teixeira, ao ser entrevistado, durante a entrega do Prêmio, comentou que eles gostaram tanto da experiência e resultado do disco, que os motivaram a gravar outro,  inclusive se encontram em estúdio, em um novo projeto, talvez até março de 2017, tenhamos novidades pelo AR.

                                               Foto: Eduardo Galeno / Agência Produtora.
Além deste feito, o evento foi marcado por fortes emoções, o ator Júlio Andrade “encarnou” Gonzaguinha, com perfeição, provocando grande comoção na plateia e nos telespectadores. Criolo como sempre surpreendente, em um discurso engajado, o músico criticou o machismo, o racismo e a homofobia, sendo aplaudido de pé. A relação completa dos participantes e vencedores, através do site Prêmio da Música Brasileira