domingo, 25 de novembro de 2012

Afinal, O que é ser honesto?


Hoje, ser verdadeiro custa um preço muito alto, que às vezes, por mais dispostos que a pagar, algumas experiências nos ensinam a recuar, a menos que sejamos autossustentáveis, quando vier à retaliação, a sabotagem, o fechamento de portas.
Quantas vezes, ao expressar nossos sentimentos, mediante uma conduta injusta,  e ao questioná-la, ficamos sem amizade, sem o emprego e sem futuros serviços. “As relações", “para se dar bem” pessoais e profissionais, baseia-se no” faz de conta”, ser dissimulado nas ações, fingir que o certo é errado e o errado é o certo, não "palpitar" tanto, abaixar a cabeça sempre, e fazer vista grossa para as injustiças e a falta de comprometimento. Um dos assuntos que  chamam atenção, frases feitas, como estas, aos montes:- "Você espera honestidade de todos? Então comece ser honesto com você mesmo”..
Ou seja, os outros, porque nós somos os “santos, cumpridores de obrigações, vivemos na retidão e jamais causamos danos, decepções e prejuízos aos outros, ou descartamos quando mais precisam de nós, de um apoio, de um voto de confiança, de uma oportunidade”... etc e tal.

O que é ser honesto, afinal?
Ser honesto pra mim, não está intrínsecamente  ligado (somente) com a roubalheira, a dinheirama e negócios escusos,  a política, como a frase sobre corrupção insinua, e sim com as simples atitudes, do dia a dia, conduta e ações, que fazemos longe... dos outros, pelos e para os outros.
Vamos ao conceito de Honestidade:
Segundo o Google "Honestidade, é uma qualidade de ser verdadeiro; não mentir, não fraudar, não enganar. A honestidade é a honra, uma qualidade da pessoa, ou de uma instituição, significa falar a verdade, não omitir, não dissimular. O indivíduo que é honesto repudia a malandragem,  a esperteza de querer levar vantagem em tudo". Isso me faz pensar, -...
Ser honesto é complexo, talvez... Geralmente cobramos dos outros e achamos que nós somos. "Quanta hipocrisia". -honestidade (pra mim) não é tomar partido, visando favorecimento próprio ou porque é conveniente, a situação no momento, ou para que lado à corda seja mais forte. Mas a máxima de Jesus, o Cristo: “O que não desejo e não serve pra mim, não desejo e nem deve servir para o meu semelhante" e  manter a postura  ou conduta justa e reta, mesmo na adversidade.

Ser honesto, na minha visão, é dar uma palavra, e honrá-la até o fim e às vezes, é ficar no prejuízo, também, mas cumprir com o trato do mesmo jeito. Se assumir um compromisso, honre.

Final de semana, eu assisti um filmaço, "medo da verdade", onde a honestidade, ética e moralismo dos personagens, são colocados em xeque. Vibrei com a atitude do detetive, de não se deixar levar pela ética circunstancial, e sua recusa, significaria muitas perdas para ele, (relacionamento e dinheiro), mas não abriu mão dos seus princípios e valores, nem sobre pressão emocional, mas fez cumprir o compromisso assumido e o que na concepção dele, entendia como "fazer a coisa certa".

Ser honesto, não é levar vantagem sobre o outro e principalmente, quando este está vulnerável e fragilizado.
Ser honesto, não é lucrar em cima de uma situação miserável, como por exemplo, uma pessoa que está em dificuldades financeiras, e oferecermos por seu bem, uma quantia irrisória, tipo "é pegar ou largar".
Ser honesto, para mim, é não "passar a perna no outro" - é não  bajular (somente) por interesse e quando convém apenas.

Ser honesto, é ser justo na medida certa, independente para que lado à balança vá pender, não se deve considerar justo, o que se faz em cima (tomada de decisão) de uma injustiça, sem ouvir os lados de uma mesma moeda.
Ser honesto nas palavras e transparente nas ações, muitas vezes o risco é o hospício e a prisão, quando dissemos o que pensamos, sobre determinadas situações, e assumir o risco de sermos retaliados, negligenciados, taxados de "sensíveis" - (prefiro ser odiado pelo que sou do que amado pelo que não sou).

"Todos nós precisamos saber o que significa ser honesto”. Honestidade é muito mais do que não mentir. É falar a verdade, contar a verdade, viver a verdade e amar a verdade.por James E. Faust.
Eu acrescentaria: Mesmo que essa verdade venha depor contra nós.