domingo, maio 15, 2011

Administração e Markerting: A importância das Redes Sociais

A bola da vez antes era o Orkut, depois migramos para o Facebook, Twitter e afins. Cada rede é uma mídia social muito eficaz e noto que em cada uma delas há um perfil e público diferenciado, então "nada mais real" do que interagir e se agregar em todas, e desta forma, atingir o maior número de pessoas possíveis, de todas as faixas etárias e camadas sociais. Como disse Philip Kotler , o pai do marketing em palestras proferidas em 2010:
"As mídias sociais provocaram grandes mudanças nas comunicações, um número crescente de consumidores de todas as idades está entrando no Facebook, no Twitter e no Linkedin criando grandes redes sociais. As pessoas estão procurando informações sobre experiências de produtos e serviços de outros consumidores nas suas redes sociais. Um brasileiro que esteja pensando em comprar um carro recém lançado provavelmente dará mais valor à opinião de seus amigos do que aos anúncios". Estamos em um novo mundo em que a imagem não é mais formatada pelas organizações. As empresas perderam este controle”, estratégias de comunicação precisam ser pensadas de forma integrada utilizando a mídia tradicional e as novas mídias, com uma oferecendo suporte a outra e não se excluindo e o  uso do marketing viral como forma de promover produtos e serviços, lembrando que um produto ou serviço só se viraliza se tiver valor, for inovador ou inédito".

Vale lembrar que todos nós somos "prestadores de serviços" desde que nascemos já somos "negociadores" e comunicadores natos, quando bebê já assimilamos como pedir nosso alimento, se estamos com dor ou desconfortáveis, abrimos um "berreiro" para chamar a atenção de nossa mãe ou fazemos birra quando contrariados... estamos ou não estamos negociando  e já sabemos nos comunicar ou não ???

Voltando ao Kotler segundo ele outro importante papel do profissional de marketing, é criar buzz através do contato com blogueiros, redes sociais ligadas à marca e outros pontos de influência. Todo o processo deve ocorrer de maneira transparente e sem pressão para não torná-lo falso ou agressivo. O blogueiro e as redes sociais devem falar livre e espontaneamente sobre o produto ou serviço, sem filtros ou direcionamentos.

Manter-se vivo nelas, não é fácil, é o que aprendemos na faculdade de Adm em  TGA, sobre sistemas, retroalimentação e tal do "feedback", ou seja o de estar sempre alimentando o sistema, para que não haja perda de energia no virtual seria a desestimulação dos seguidores e se excluindo de nossa networking.

É  por isto, que exige dedicação, compromisso, muito comprometimento, empatia, tempo, energia e gostar de lidar com pessoas, respeitar as diferenças sociais, culturais, estar atento a necessidade de cada um, mas sobretudo conquistar e ganhar credibilidade, como também  em tempo real, postar, interagir,  sem diferenciar o trato com as pessoas.

Tem um lado amargo também, ao estar em evidência, muitas e muitas  vezes "engolir sapos", pois vez ou outra aparece um(a)  "mané" para tentar desvirtuar ou diminuir o brilho da  gente, ou querer ganhar 15 minutos de fama, felizmente consigo manter a ordem no meu espaço. Faz parte como diz o ditado chinês "não quer lidar com gente, não abra uma loja", e depois nestes 5 anos que cá estou já consigo diferenciar e aprender como  lidar com esses intempéries.