Loira do bem ∞ : 04/08/09

quarta-feira, abril 08, 2009

Pare o mundo que eu quero andar....

Ufa..nem acredito ...depois de 15 dias,de molho...se recuperando de uma luxação...
Hoje,finalmente,livre das ataduras,do inchaço..ops..quase...finalmente,posso estar no meu salto alto. Certa vez, pensaram até q era exagero de minha parte, quando
parafraseei a modinha carnavalesca: "Arroz, feijão e pão. Pode me faltar manteiga. E tudo mais não faz falta não "....mas o danado do salto alto...não...



mas principalmente de andar,...de trabalhar legal ..inda bem que existe a Internet,onde negócios se resolvem por sistemas online,celulares e emails...
mas,no mundo dos negócios,quem precisa de clientes para sobreviver..na verdade os verdadeiros "patrões",porque se não compram nossos produtos..como será ???

Tem mais é que estar em presença física,marcando presença..."pois quem não é visto não é lembrado",infelizmente um antido ditado, mas verdadeiro...já estamos no meio de março, e eu? com as agendas e calendários de vários deles, para entregar pessoalmente..

Daqui á pouco chega a Páscoa, Natal...e o brinde ficou obsoleto demais...
não é negligência nem falta de atenção,mas infelizmente,um acidente de percurso
me fez ficar "repousando" em berço esplêndido..

Ufa..a Quaresma tá indo embora, energias densas,pesadas,inquietações,dúvidas,medo
incertezas,pavor,temor,decepção,enfim,quando a Páscoa surgir..tudo isto será
deixado no passado...pois assim como Cristo, haverá o novo,..

Espero que todos possam aquietar o coraçaõ,não maldizer,não se magoar,e quando houver problemas...contrariedades..aguardem um pouco mais...tudo no final se resolve

O que não podemos é perder a paz, a calmaria,a fé a esperança que "tudo vem para o melhor",as perdas são necessárias para aprendermos a valorizar o presente, as pessoas,os fatos e coisas...

E Quando tiver diante de uma situação sem solução...pense como Dalai Lama...solucionado está...e de uma forma ou de outra o universo faz a transmutação..e enfrente tudo..com serenidade..nem que tenha que descer do salto
vez ou outra...assim como eu....

Beijos Iluminados proceis...
Obrigada por vir me visitar sempre..

Amor: processo de continuidade




A primeira coisa que Deus precisa curar é o que nós achamos do amor.

O amor nos dá uma força que nem nós mesmos sabíamos que tínhamos. É a capacidade que o amor tem de nos costurar.Quantas vezes olhamos para a objetividade do outro que nos motiva a sermos melhores. É o amor com suas clarezas e suas confusões.

Hoje tem um jeito comum de trazer o que você tem de mais precário em sua vida e dar ao outro. Muitas vezes em nome do amor tratamos as pessoas como ‘coisas’.

Quando Deus entra em nossa vida e entramos na vida de outras pessoas, temos que entrar como Deus, agregando valores. Caso contrário é melhor que eu fique de fora, porque você é um território que merece respeito.

Quanto mais nós amamos,mais somos consumidos,e se estamos esgotados é porque amamos‘de menos’.Vamos ficando sem o vigor,

O fogo do amor não queima,pois é um fogo que faz outro fogo,e a experiência do amor de Deus é feita pelo amor de um para o outro.Amar o outro é levar prejuízo.Quantas vezes você passou noites inteiras acordadas pelo seu filho? Quanto sono perdido?

Isso é por amor.

Você vai saber o que é amor quando você se consome,mas não se esgota.Você nunca vai dizer que está cansado de amar o seu filho.Você está cansada dos problemas causados pelo filho,mas não de amá-lo.

Quantas pessoas que procuram e estão necessitadas do amor,mas em sua busca correndo atrás das micaretas e baladas?A busca do amor está aguçada.Está todo mundo querendo saber o que é o amor,e todos precisando de cura.Quantas pessoas foram amadas erroneamente,trazendo as marcas de um amor estragado.

Quando alguém nos ama com um amor estragado,só se percebe em longo prazo.Como comer uma comida podre que vai dar um problema sério no futuro.Aquele desaforo,aquela traição,aquela mentira e o que você fez com tudo aquilo? omo aquilo repercutiu em você? Aquela experiência ruim que sofreu, onde está?

Quando digo que amo a Deus,estou dizendo no avesso desta frase que amo a mim também.

Nenhuma pessoa pode amar a Deus se não se ama.Nenhuma pessoa pode ter uma experiência com Deus se não for pelo amor a si próprio pelo respeito por si mesmo.

Deus nos quer cuidados.Você precisa redescobrir a graça de se amar.Quanto você se ama?O que você ainda espera de você mesmo? omo você ainda se cuida? O quanto você ama a Deus? O que você faz por Ele? Quanto do seu tempo dedica a Ele?

Tenha coragem de tirar as histórias do passado que doem e que você as carrega até o dia de hoje.

O alvo deste acampamento,não é o amor que você tem a Deus, mas é o amor que você tem a você mesmo,que é determinante para saber a sacralidade do outro.A gênese da nossa capacidade de amar o outro, está na incapacidade de não me amar.

Faça caridade a você primeiro.Os seus amigos irão agradecer por você se amar.Quando o amor nos atinge,seremos mais felizes.Vamos experimentar da graça e dar a graça ao outro também.Um povo que se ama é um povo que sabe aonde vai. O amor a Deus e ao próximo é um amor a si mesmo. Eu ainda acredito no que Deus pode em mim. Volte a gostar de você!

Padre Fábio de Melo

O INACABADO QUE HÁ EM MIM.


Eu me experimento inacabado. Da obra, o rascunho. Do gesto, o que não termina.

Sou como o rio em processo de vir a ser. A confluência de outras águas e o encontro com filhos de outras nascentes o tornam outro. O rio é a mistura de pequenos encontros. Eu sou feito de águas, muitas águas. Também recebo afluentes e com eles me transformo,

O que sai de mim cada vez que amo? O que em mim acontece quando me deparo com a dor que não é minha, mas que pela força do olhar que me fita vem morar em mim? Eu me transformo em outros? Eu vivo para saber. O que do outro recebo leva tempo para ser decifrado. O que sei é que a vida me afeta com seu poder de vivência. Empurra-me para reações inusitadas, tão cheias de sentidos ocultos. Cultivo em mim o acúmulo de muitos mundos.

Por vezes o cansaço me faz querer parar. Sensação de que já vivi mais do que meu coração suporta. Os encontros são muitos; as pessoas também. As chegadas e partidas se misturam e confundem o coração. É nesta hora em que me pego alimentando sonhos de cotidianos estreitos, previsíveis.

Mas quando me enxergo na perspectiva de selar o passaporte e cancelar as saídas, eis que me aproximo de uma tristeza infértil.

Melhor mesmo é continuar na esperança de confluências futuras. Viver para sorver os novos rios que virão.

Eu sou inacabado. Preciso continuar.

Se a mim for concedido o direito de pausas repositoras, então já anuncio que eu continuo na vida. A trama de minha criatividade depende deste contraste, deste inacabado que há em mim. Um dia sou multidão; no outro sou solidão. Não quero ser multidão todo dia. Num dia experimento o frescor da amizade; no outro a febre que me faz querer ser só. Eu sou assim. Sem culpas.

Pe Fábio de Melo

08/04 ALMIR SATER RECEBE HOMENAGEM HOJE EM CAMPO GRANDE


Almir Sater recebe homenagem na Câmara de Campo Grande


A Câmara Municipal de Campo Grande promove nesta quarta-feira (8), no Plenário Oliva Enciso, às 9 horas, a sessão solene em comemoração ao Dia do Artista Regional. Durante o evento, o vereador Alcides Bernal (PP) vai homenagear o violeiro, cantor, compositor e ator Almir Sater, um pantaneiro, como o músico sempre faz questão de declarar. “É um músico que leva a música pantaneira para todo o Brasil. É um expoente que merece essa justa e honrosa homenagem”, ressalta o parlamentar.

Almir Sater nasceu em Campo Grande-MS e desde muito pequeno já tocava viola. Estudou direito no Rio de Janeiro. Gravou seu primeiro disco em 1980, contando com a participação de Tetê Espíndola, Alzira Espíndola e incluiu diversas músicas da fiel parceria com Paulo Simões. Ficou famoso ao participar da telenovela Pantanal, da Rede Manchete em 1990. Em 1991 protagonizou, ao lado de Ingra Liberato a novela “Ana Raio e Zé Trovão”, da mesma emissora.


para ler na íntegra:
http://www.msnoticias.com.br/?p=ler&id=9392

SHOW DE ALMIR SATER ENGRADECE O TURISMO E FESTIVAL DO MS



O cantor Almir Sater foi a atração trazida pelo Mato Grosso do Sul para divulgar os cinco projetos na capital paulista,durante evento realizado,dia 07/04,que marcou o evento de lançamento ocorrido no Memorial da América Latina, que também contou a presença do secretário de Turismo do Estado de São Paulo,Claury Alves da Silva, como anfitrião - representando o governo de São Paulo -,e do administrador do Memorial da América Latina,Fernando Lessa.

O governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli,comandou a delegação do Estado que veio a São Paulo para lançar na noite de hoje cinco projetos,três deles desenvolvidos em conjunto pelas secretarias de Turismo e Cultura,comandadas, respectivamente,por Nilde Brun e Américo Calheiros.

Entre os projetos conjuntos estão o Trem do Pantanal,com inauguração prevista para o próximo dia 8 de maio, e dois festivais - o da América do Sul,em Corumba (entre 29 de abril e 3 de maio)e o de Inverno de Bonito(de 27 de julho a 2 de agosto).


Somente em cada um dos festivais,segundo o secretário da Cultura do Estado,estão sendo investidos R$ 1,5 milhão."No trem do Pantanal não temos como mensurar o valor do investimento,porque são muitas as fontes envolvidas,entre governo e iniciativa privada",diz Calheiros.

Para a secretária,Nilde Brun,recém eleita presidente do Fórum Nacional de Dirigentes e Secretários Estaduais de Turismo(Fornatur),uma ponta importante dentro do projeto do Trem do Pantanal é a ligação aérea entre Campo Grande e Bonito,que a Trip passou a operar,em code-share com a Tam,desde o último dia 5."É o que precisávamos para dar mais mobilidade e dinamismo ao produto",diz Nilde, que espera a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na inauguração oficial.

O quinto projeto é o Salão Internacional de Turismo,este ano em sua segunda edição (ele é bienal),que acontece na capital, Campo Grande, entre os dias 27 e 31 de maio.

De acordo com a secretária, há acordos fimados com a Tap e a Tam para levar a Mato Grosso do Sul operadores da Europa,de várias localidades do Brasil e de outros destinos da América do Sul para a rodada de negócios (promovida pelo Sebrae)que acontece no último dia do evento.No ano passado a rodada movimentou R$ 6,8 milhões em negócios a curto prazo (um ano, em média)e a expectativa para este ano é alcançar R$ 15 milhões.Em termos de visitantes, que somaram 20 mil pessoas no primeiro evento, para este a secetária tem uma expectativa de 50% de crescimento.

Mato Grosso do Sul recebeu no ano passado 1,034 milhão de turistas e destes,Nilde Brun estima que 3% sejam estrangeiros.Entre os principais mercados estão alemães, italianos, holandeses e árabes, ela diz. "Este ano, por conta da crise,vamos redobrar os investimentos no turista doméstico e nos vizinhos da América do Sul,mas sem deixar de investir nos demais mercados,porque a crise é passageira,e quando ela passar queremos ter o turismo do Mato Grosso do Sul já consolidado", completa.




Na foto: O Governador André Pucinelli,Almir Sater e a Nilde Brun
fonte http://www.panrotas.com.br/canais/redacao/plantao/portal_reader_noticia.asp?cod_not=46249