domingo, 8 de março de 2009

Voce tem saudade de quê?


Loira Dobem"Eu tenho saudade do que não vivi".
Tenho saudade de lugares onde não fui e de pessoas que não conheci". Rui Barbosa estava certo, é
por aí...
e Voce tem saudade de quê?  

"Eu tenho saudades de tudo que marcou a minha vida...
Quando vejo retratos,quando sinto cheiros,quando escuto uma voz,quando lembro do passado...eu sinto saudades...Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,do meu primeiro amor...
Sinto saudades do presente,que não aproveitei de todo,lembrando do passado e apostando no futuro.
Sinto saudades do futuro,que se idealizado,provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...
Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei,de quem disse que viria e nem apareceu;de quem apareceu correndo,sem me conhecer direito,de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.
Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito;

daqueles que não tiveram como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida e que só enxerguei de vislumbre;
de coisas que eu tive e de outras que não tive mas quis muito ter;
de coisas que nem sei que existiram mas que se soubesse,
decerto gostaria de experimentar...
Sinto saudades de coisas sérias, de coisas hilariantes, de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer, dos livros que li e que me fizeram viajar, dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar, das coisas que vivi e das que deixei passar, sem curtir na totalidade...
Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que, não sei aonde, para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...
Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades em japonês, em russo ,em italiano, em inglês, mas minha saudade, por eu ter nascido brasileira, só fala português embora, lá no fundo, possa ser poliglota.
Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria, espontaneamente, quando estamos desesperados, para contar dinheiro, fazer amor e declarar sentimentos fortes, seja lá em que lugar do mundo estejamos.
Eu acredito que um simples "I miss you",ou seja lá como possamos traduzir saudade em outra língua, nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.
Talvez não exprima ,corretamente, a imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas
E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra para usar todas as vezes em que sinto este aperto no peito, meio nostálgico, meio gostoso, mas que funciona melhor do que um sinal vital quando se quer falar de vida e de sentimentos.
Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis,de que amamos muito do que tivemos e lamentamos as coisas boas que perdemos ao longo da nossa existência...

Sentir saudade, é sinal de que se está vivo!..." 
Autora: By Rhaiza

MULTIDÕES COMPARECEM AO SHOW DE ALMIR SATER EM BRASÍLIA



Almir Sater reuniu uma verdadeira multidão em show de abertura do 9º encontro de Folias de Reis no Distrito Federal, que ocorreu na quinta-feira (5). O violeiro e compositor cantou para um público estimado em mais de oito mil pessoas. Brasília celebra a cultura da Folia de Reis, que visa valorizar uma das mais tradicionais manifestações da cultura popular. Promovido pelo Clube do Violeiro Caipira de Brasília, e acontece na Granja do Torto, entre os dias 5, 6,7 e 8 de março, em um espaço que remete a um ambiente de aspectos genuinamente rural.

Durante os quatro dias do encontro, uma vasta programação artística, cultural e gastronômica promete agradar os participantes.

Os membros da comunidade de Almir Sater no Orkut, uns pela primeira vez no show do violeiro, estavam muito felizes e outros, os fãs de carteirinha do artista ficaram ainda mais encantados com o espetáculo redondinho exibido por de Almir Sater.

Pelo jeito, o violeiro voltou das férias, mais que vigorado, para suas apresentações, e com muita "bala na agulha" para disparar por esse mundão sem fronteiras para a boa moda de viola, sempre.

Que venham os próximos.

Abaixo, fotos enviadas por Luis Alberto e também por Erlon e Fabiana da Comunidade Orkut de Almir Sater. Fonte de leitura: jornal: www.camponews






08/03- PARABÉNS MULHERES







Nada mais real do que prestar uma homenagem as mulheres do planeta, embasadas nas letras de nosso poeta Almir Sater e com algumas de nós, representando a classe, afinal, são elas, fãs dedicadas,determinadas, incansáveis, como eu em propagar o brilhante trabalho musical de Almir Sater. E como Almir, é um artista amado por todas as gerações, fiz uma montagem de todas essas pessoas lindas e do bem que não medem esforços para prestigiar os shows e eventos de Almir Sater.

Parabéns, mulheres !!!!!!!!!!!!!

Conheço mulheres sublimes que ao se depararem com o extremo da dor demonstraram ser capazes de uma coragem tamanha que as tornaram muito especiais.

*Não há sinal de sol, mas tudo me acalma no seu olhar*♥(Cruzada)

São mulheres anônimas,de vida simples,outras mais sofisticadas,entretanto carregam em si a grandiosidade de superar limites .

*Cada um de nós compõe a sua história Cada ser em si carrega o dom de ser capaz de ser feliz* ♥ Tocando em frente.

São fortes,corajosas,portadoras de uma dignidade que faz tremer os menos justos.

É necessário você preparar para se proteger,disso tudo seu pavor Ninguém vai nos fazer mal*♥ É Necessário.

Que perderam seus filhos para as drogas, carrega em si toda a barbárie destruidora, arrasando a dignidade e violando o bem mais precioso:a vida.

*Deixa viver dá o pão*♥(O vento e o tempo).

E viram seus filhos serem levados pela violência urbana cujo cerne destruidor está no alicerce de uma sociedade cada vez mais excluída.E se sentindo impotentes ainda lutam pela paz

*Treme a Terra - perde a Paz*♥(Ultimo Condor).

Que vivendo na exclusão social são capazes de atos de bondade tão exemplares que mereciam ser agraciadas por carregarem em si virtudes incorruptíveis que só um grande ser humano poderia fazê-lo em condições tão adversas.

*Vivo sem futuro num lugar escuro*♥(Viola fora de moda)

Vivendo no campo,no trabalho duro da lavoura se dedicam tão arduamente para viver na dignidade,Elas,porém são rochas vivas exemplos de amor,abnegação e desapego.

*Porque será que o pensamento esse eterno viajante nos carrega a todo instante? Sempre a procurar Horizontes *♥ Horizontes.

Que nunca receberam atenção,carinho,um muito obrigado,um afago e, no entanto continuam alicerçadas no bem, no trabalho,na construção de um mundo melhor.
* Não soube a resposta certa assim a solidão me traduz*♥ Planície de Prata♥

Mulheres das guerras,dos conflitos,dos campos de refugiados,dos lixões,dos preconceitos,das rejeições e ainda assim lutam para serem visíveis,compassivas, altruístas,generosas

*.Nem ciências,inteligências ou loucas ambições,nos livraram de incoerências ou imperfeições*♥ 7 Sinais

Mulheres Abandonadas,com filhos pequenos,que lutam bravamente para criá-los dentro de valores nobres que possam lhes sustentar nos momentos difíceis da vida,

*.Perigos me espera Abrigos não quero Que meus pés decidam por mim Será como Deus quiser como o destino mandar-"Caminhos me levem - No Rastro da lua cheia♥

São as Olgas,as Marias,as Marinas,as Roselis,as Irmas, as Vilmas, as Bernadetes, as Tânias,as Saletes, as Teresinhas,as Agnes, as Anitas,

*Saber já é outra questão somente quando sonha o homem vai ao céu ♥ ( A Hora do Clarão)

Mulheres que vivem, amam, riem, choram, sofrem, avançam, lutam, trabalham, vencem,transformam, abdicam, se entregam. Fortes, corajosas, generosas, altruístas, educadoras, divinas, anjos, conciliadoras, afetuosas, humildes, INTEIRAS.
*Espero se for preciso mais uma longa jornada.Às vezes perco o juízo mas volto por essa estrada"♥ Invernada.
* Trecho são de músicas de Almir Sater. O Texto autoria de Livia Zoé.