sexta-feira, 2 de julho de 2010

O Corpo fala – a linguagem dos gestos -

O Corpo fala – a linguagem dos gestos -
Eu vejo a LUZ!
by Prof. Rosana Spinelli dos Santos

Introdução:
O corpo grita, agita, chora, ri, sente e se emociona.
É uma maneira misteriosa e não verbal de comunicação. Sabia que o corpo fala? É isso mesmo! Não é só por meio de palavras que a gente pode se comunicar. Muitas vezes nosso corpo dá sinais que dizem muito mais que nossa boca.

O corpo mostra o que está latente no ser humano, expressa as nossas ansiedades, desejos e conquistas de forma natural mesmo que nossas palavras digam o contrário. Os gestos podem significar mais que você imagina!

O seu corpo é um espelho revelador do seu inconsciente, é a projeção da sua mente.

Ele mostra através de gestos inconscientes, algo que estamos sentindo, ou mesmo tentando esconder ou disfarçar, e não queremos falar.

São muitos os sinais que o corpo pode dar (sorriso, postura do tórax, abdômen, cabeça, gestos das mãos, dos braços, dos pés, das pernas...) olhar, entonação da voz, dos ruídos e até mesmo da roupa que se está usando, revelando todo momento os seus sentimentos ou mesmo seus pensamentos.

Para que possamos entender o significado do gesto, precisamos fazer uma leitura corporal analisando o contexto da situação, que somente terá sentido quando os gestos apontarem uma congruência da comunicação corporal.

Um gesto isolado não significa nada!

A linguagem corporal quando bem interpretada ajuda-nos a entender melhor o nosso semelhante, e nos permite agir de forma mais inteligente, para um melhor relacionamento familiar, profissional, social. Como também fornecem pistas que revelam quem você é, como pensa e vê o mundo, porque pensamento, palavra e ação transformam o destino.

Compreender a linguagem dos gestos é construir no interior de cada um mais segurança, autoconfiança e liberdade para escolher sua conduta, pois o homem torna-se responsável pelos seus atos e suas conseqüências.

Um pouco de História:


Segundo uma tradição muito antiga, comparando o corpo humano a uma Esfinge , identificamos quatro partes e a sua correspondência psicológica:



Cada movimento do corpo tem função adaptativa, expressiva e defensiva (consciente ou inconsciente).
•O movimento é a mensagem.
•O corpo revela o momento (todas as posições assumidas no decorrer de um evento ou de uma conversa) e isso pode durar um breve instante.

Ausência de emoção = ausência de expressão
Conhecendo cada parte:


a) BOI  

Boas refeições: 
Avança o abdômen
Encolhe o abdômen
No plano sexual: 

•Requebrar das mulheres 
•Oferecimento dos homens

O BOI gasta energia:
•No trabalho constante dos músculos
•Na respiração
•Na digestão e distribuição
•No funcionamento do sistema reprodutor

O BOI ama:
-A sobrevivência física
-respirar
-dormir
-beber
-comer
-defender o corpo
-caprichar nos atos que visam a continuidade da espécie
Trabalha “como um boi”
Quer o “BOM”
Amor de boi: puramente físico


b) LEÃO 

Posturas do tórax: (Coração = centro da emoção)
•Preponderante = preponderância do EU
•Normal = EU equilibrado
•Encolhido = EU diminuído


O LEÃO gasta energia:
•Emoções
•Preocupações
Estado emocional:
•Tensão e forte emoção = aumento da respiração, do ritmo cardíaco e pulsos acelerados (a tensão nervosa chega a paralisar os membros e até a fala)
•Alterações na voz, no olhar, na temperatura do corpo, no tom de pele
•Ansiedade e angústia = suspiros

O LEÃO ama:
•O sentimento
•A música
•As cores
•A poesia
•A forma
É impulsivo
Quer o “Belo”, o “Bondoso”, o “Simpático”
Amor de leão: platônico, romântico.



c) ÁGUIA
Posições da cabeça: (controle do corpo pela mente)
•Erguida = hipertrofia do controle mental
•Normal = controle normal da mente
•Baixa = controlada pelos estímulos externos

A ÁGUIA gasta energia:
•Fica com o que sobra, “esta divisão da energia provavelmente explica por que nos mais diversos cultos, o jejum e a abstenção sexual são levados em tão alta conta.”
A ÁGUIA ama:
•O raciocínio
•O saber
.A satisfação da sua curiosidade
É realista, procura enxergar longe
Quer o “CERTO”, “USA A CABEÇA”
Amor de águia: aprecia, calcula onde está o seu interesse, julga.

Dominando a linguagem dos gestos:
Quando o homem consegue dominar a linguagem inconsciente de seu corpo.
1) “Homem-boi”: preponderância da satisfação dos instintos
2) “Homem-leão”: preponderância da afirmação de suas emoções
3) “Homem-águia”: preponderância da razão
4) Conscientização dessas três fases anteriores

Através do equilíbrio entre esses animais podemos e muito melhorar nossa vida, sobre qualquer aspecto, não podemos ser só vegetativos (BOI), nem só emocionais (LEÃO) e nem só mentais (ÁGUIA).
A busca constante desse equilíbrio não é tarefa fácil, que se consiga de um dia para outro, cada um de nós encontrará seu tempo de equilíbrio, quanto mais consciente e atentos estivermos, conseguiremos agir de forma mais racional e inteligente.

Eu não mudo o comportamento alheio, mas consigo mudar o meu e assim,consigo me controlar e agir corretamente, sem magoar ou ferir o meu semelhante, dominando com mais facilidade os reveses da vida e dessa forma tornando o mundo melhor.

5) Colocar em ordem essas três partes
6) Consciência objetiva do que se faz e do que deve ser feito (verdadeiro líder)
7) “Cabeça de esfinge”: controla cada parte e é a sua vontade que impera

Dicas importantes:
•Evite posturas subservientes: ombros caídos, olhar para baixo, costas curvadas, expressão de desamparo.
•Evite posturas de superioridade: nariz empinado, olhos ameaçadores, queixo erguido, ar de superioridade.
•Olhe para as pessoas e não por cima de suas cabeças. Os olhos são responsáveis pelo diálogo silencioso.
•Quando se sentir tenso, procure relaxar até ficar mais seguro, a rigidez muscular interfere na harmonia dos gestos.
•Se o assunto ou a situação permitir, exiba o seu melhor sorriso, aquele que reflita seu lado mais bonito.
•Evite gestos exagerados, deixe suas mãos acompanharem a sua fala. Se não souber o que fazer com elas, deixe-as sobre seu colo de forma descontraída.
Não basta que o corpo se expresse, é preciso que ele se comunique!
O corpo é um instrumento que, se bem afinado, promove maior harmonia e maior credibilidade em sua pessoa.
 

Bibliografia:
•O corpo fala: a linguagem silenciosa da comunicação não verbal Pierre Weil e Roland Tompakow Editora Vozes
•Quem mexeu no meu queijo – Spencer Johnson, M.D.
•Você é insubstituível – Augusto Jorge Cury – Editora Sextante

Em tempo: A esfinge de Gizé, o famoso monumento com corpo e garras de leão, patas de boi, asas de águia e rosto humano, com aproximadamente 20 metros de altura e 57 de largura), tem aproximadamente uns 4.500 anos, segundo as datações da Ciência oficial.


PS: O texto faz parte do módulo "Comunicação Verbal e Não Verbal, do projeto voluntário do curso que ministro sobre "Desenvolvimento Interpessoal e Assertividade". E você, já conseguiu identificar qual dos animais, tu és? - Eu lembro que quando estava numa palestra em 2007, a palestrante, uma doutora em Marketing, olhou para mim e nem titubeou: - Prazer - leãozinho"...risos, .. BINGO !..