sexta-feira, julho 28, 2017

ALMIR SATER FECHA AGENDA DE JULHO EM CRUZ ALTA



Almir Sater é atração nacional  da 37ª edição do Festival Coxilha Nativista que ocorre de 26 a 29 de julho em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul.  

O Músico desembarca no próximo sábado (29) para mais um grande espetáculo, acompanhado de sua banda, e encerra sua agenda de shows deste mês em terras gaúchas. O que para o violeiro será uma grande satisfação. Anos atrás, ele declarou  ao “  Jornal do Comércio”, a familiaridade com os costumes semelhantes entre os estados  “Nós somos meio primos-irmãos”. Gosto muito do povo e da cultura de vocês, das indumentárias... E aqui no Mato Grosso tem muitos gaúchos. Eu sou pantaneiro e tenho orgulho disso. “É como um gaúcho que tem orgulho de ser chamado de gaúcho”. “É um som bem familiar, um show bem próximo da cultura de vocês, que, no nosso caso, conta com muita influência da cultura do Paraguai, com uma latinidade muito forte”.  "Gostamos de músicas parecidas, mas com sotaques diferentes, o que nos difere são  as fronteiras, MS com o Paraguai e Bolívia, e o Rio Grande do Sul com o Uruguai e Argentina".

E como a música vai muito além das fronteiras, em 2006 - no CD “7 Sinais” o artista convidou o gaúcho Luiz Carlos Borges e gaiteiro (em MS o instrumento é + conhecido como acordeon e no nordeste e outras regiões como sanfona)  esteve presente nas canções “Cubanita” e “Serra do Maracaju”. Isso só mostra o quanto Almir Sater tem razão,  não importa os nomes, costumes ou tradições, a música fala uma linguagem universal, e nunca separam pessoas, mas as une.

Considerado o maior festival nativista do estado, entre as inúmeras novidades que traz esse ano,  uma delas é a gratuidade do ingresso nas arquibancadas do Ginásio Municipal durante as 4 noites. Para ingressar ao local, o público deve retirar no ginásio a pulseira de acesso momentos antes do início da programação de cada dia. Ao total, são mais de 250 músicos envolvidos diretamente na competição, além de shows, oficinas, competição gastronômica “Mais que chefe” e demais atividades que ocorrerão no Ginásio Municipal José Westphalen Correa e no Acampamento Lenda da Panelinha, no Parque Integrado de Exposições.

FT: Regina Souza. 
No palco, Sater revisita seus grandes sucessos como Tocando em Frente, Chalana,  Trem do Pantanal, assim como suas instrumentais sem deixar de lado o toque de viola que o tornou consagrado. 

Ano passado,  Almir e Renato Teixeira causaram frisson ao lançar o disco “AR” em parceria e agraciados como  “melhor dupla regional” pelo Prêmio Música Brasileira e o tão cobiçado Grammy Latino 2016 – como “Melhor Álbum de Raízes Brasileiras” em Novembro.  Os artistas gostaram tanto da feitura do projeto e felizes com a reciprocidade e resultados, investiram em outro, e já estão em fase final para mais um lançamento, que deverá se chamar +AR.   

No repertório as canções do “AR” também estão inclusas como Bicho Feio,  Peixe Frito e a deslumbrante “Assim Os Dias Passarão” ainda inédita, deverão enaltecer ainda o mais o evento tão esperado em uma inesquecível apresentação.  O AR se encontra  Disponível nas lojas e sites virtuas e nas plataformas digitais: https://umusicbrazil.lnk.to/DDeDestino      


 FT: Eduardo Galeno.
 Mais Informações:  Secretaria Municipal de Cultura e Turismo cruz Alta, na Av. Gen. Osório nº 1415, centro, telefones (55) 3 322 6595 ou (55) 3303-6902.