domingo, junho 23, 2013

"VANDALISMO VIRTUAL"

Tava aqui pensando eu com a minha Violinha ...sobre o
"VANDALISMO VIRTUAL"
...que, infelizmente, somos tomados por agressões verbais, palavras chulas e grosseiras, perdemos o controle, se contrariados ou opiniões adversas, coisa mais equivocada, que cometemos !!!, sim eu sempre uso o "nós", porque, todos ora somos santos ora pecadores e com rompantes...somos complexos ...

Poderia explicar com Freud e dizer que está intrinsecamente ligados, com nossas fases de 0 a 7 anos, ( oral, anal, fálica) etc e tal..
ou com Eric Berne, psicanalista, "mapeamento das emoções", [Pai Critico, Pai Protetor, Adulto, Criança Livre, Passiva ou Rebelde]..
A verdade, é que vejo, em nós, muitas crianças rebeldes por aí, se manifestando numa fúria e grosseria que, isso me faz pensar,... onde foi parar o adulto ( emoção) que deveria prevalecer em nós...
falta o equilíbrio dos canais...em alguns de nós...!!!.

Eu penso que criar perfil em redes sociais, estamos, sujeitos, todos os níveis, cultura, juízos de valores, éticos, morais, amorais e moralistas também, sim tem diferença, porque os moralistas, geralmente se escondem atrás da hipocrisia ( eu aponto lhe o dedo, condeno você, até que não ocorra comigo ou com entes meus) sic... ou seja "pimenta só arde nos meus olhos" -

Penso que, à partir do momento que publicamos nossas opiniões e preferências, nos expomos ... fatalmente vai ocorrer um retorno, (e que bom), no meu caso, se assim, não fosse, guardaria tudo a " 7 chaves", num diário, onde somente eu teria acesso), sic..mas, que sentido faria isso, a menos que me considere alienado, consequentemente, sujeitos ao feedbacks( para quem está familiarizado com o termo, é muito usado em administração, psicologia, engenharia elétrica, está relacionado com sistema ( saída/entrada/ ..

Simplificando " trata-se de uma retroalimentação, realimentar ou dar resposta ou um acontecimento ou reação,( "meus alunos no meu curso voluntário, falam que eu adoro essa palavra, acho que eles tem razão"), risos..então temos que estar preparados, ou deixar o ADULTO,( lógica e racional) da escala de Berne, falar por nós, e, não deixarmos a Criança Rebelde ( emotiva, orgulhosa e manipuladora) se manifestar primeiro..


O feedback pode ser:
- Reforço positivo ( opinião semelhante, a favor) ou
- Reforço negativo ( opinião contrária, contestadora), ...

Eu acho ambos válidos, em ambos os casos, porque sem eles, como saberíamos, se estamos no caminho certo?
Se estamos pensando como a minoria? ou como a maioria?
- Porém, para isso, não precisamos, deixar a criança rebelde, desafiadora, tomar conta, e partir para as grosserias, ofensas, denegrindo as pessoas, que nem sequer conhecemos seu histórico de vida, só estamos no "achismo", inclusive eu...

Mais argumento, menos ego !!!