terça-feira, 30 de abril de 2013

Sermões e Caixa de Lenha.( Trecho do Livro 'Pollyana").

Trecho do diálogo entre  Reverendo Paul Ford  ePollyana .
— Gosta de ser pastor?
— Se eu gosto? Mas que pergunta estranha! Porque perguntas isso, minha menina?— Nada. Pelo modo como olhava. Fez-me lembrar o meu pai. Ele costumava ter esse ar, às vezes.
O homem sorriu tristemente.— E o que é que ele dizia?— Claro que ele dizia sempre que sim, mas dizia também que não continuaria a ser pastor nem mais um minuto se não fosse por causa dos “textos de júbilo”.
— Era assim que o pai costumava chamar-lhes — disse ela a rir. — É claro  que a Bíblia não lhe chama assim, mas são todos aqueles que servem para animar e reconfortar as pessoas: Uma vez quando o pai se sentiu muito triste contou-os.
Havia oitocentos textos desses.
— Oitocentos?
— Sim,  textos que dizem às pessoas para ficarem contentes, para se alegrarem. Era a esses que o pai chamava “textos de júbilo”.
— Ele dizia que se sentia logo melhor quando os contava. Dizia que se Deus se deu ao incômodo de nos dizer oitocentas vezes para ficarmos contentes e alegres era porque queria que nós também o disséssemos uns aos outros.

"O que as criaturas querem é encorajamento. Em vez de censurar constantemente os defeitos dum homem, falai às suas virtudes. Procurai tirá-lo da senda dos maus hábitos. Sustentai, fortificai o melhor do seu eu, a parte boa que não ousou ou não pode ainda manifestar-se. A influência dum belo caráter é contagiosa, e pode revolucionar uma vida inteira... As criaturas irradiam o que trazem no cérebro e nos corações. Se um homem se mostra gentil eserviçal, os seus vizinhos pagarão na mesma moeda e com juros... Quem procura o mal, esperando encontrá-lo, certo que o encontra. Mas quando alguém procura o bom, certo de encontrá-lo, encontra o bom.

- Deus que me ajude – vou tentar! exclamou animadamente o pastor. Em seguida tomou as notas já escritas, rasgou-as e lançou-as para o ar, de modo que no chão, dum lado da cadeira, se podia ler: “A maldição eterna desça sobre voz...” e do outro lado: “... escribas, fariseus e hipócritas”, Foi assim que o reverendo Paul Ford pronunciou no domingo um sermão famoso, verdadeiro toque de clarins em apelo ao que havia de melhor no imo de cada homem, de cada mulher, de cada criança que o ouviu...
Nota:  "Pollyanna"é um romance de Eleanor H. Porter, publicado em 1913 e considerado um clássicoda literatura infanto-juvenil, republicado nos anos 90.  a menina orfã, que através do "Jogo doContente", ensinado por seu pai, e desenvolve sempre uma  atitude otimista, mediante o pessimismo e osintempéries da vida.

Moral da História: “Não posso imaginar um Deus a recompensar e a castigar o objeto de sua criação.― by Albert Einstein.

E a roda gira... Festival de Samhain 30 de Abril/ 01 de Maio.


Samhaim (lê-se “soueim”) em irlandês Samhain, gaélico escocês Samhuinn, manês Sauin e em gaulês Samonios era o festival em que se comemora a passagem do ano dos celtas. Signfica "sem luz" ou "fim do verão", Marca o fim do ano velho e o começo do ano novo. O Samhain inicia o inverno, uma das duas estações do ano dos celtas, simbolizando o fim da colheita.
Hoje ainda é comemorado e sobreviveu à cristianização através do halloween, ou dia das bruxas, onde as crianças pedindo doces representam os sidhs que passavam do outro mundo para este nesta noite.

“trick or treat” (gostosuras ou travessuras“. ) ??? ...
Foto: Bom dia gente....
“trick or treat” (gostosuras ou travessuras“. ) ??? ... 
 Ele é celebrado no dia 31 de Outubro no hemisfério norte e 30 de abril no hemisfério sul. Essa diferença existe porque as estações são invertidas de um hemisfério para o outro. Simbolicamente marca também o início de um novo período e um novo recomeço em nossas vidas. Tempo de quietude, introspecção e renovação. despachar todas as frustrações e as ansiedades do ano anterior. Tempo do novo.

 

Queima de Pedidos - Limpeza astral ̶͇̿ ̶͇̿ ̶͇̿╞▬▬▬▬
A Queima de pedidos é um dos rituais tradicionais de Samhain. Nele banimos tudo o que tivemos de negativo e pedimos o que queremos atrair de positivo para o ano mágico que se inicia.
Para isso você vai precisar de:
Dois pedaços de papel em branco;
Um lápis;
Álcool de cereais;
Folhas de louro;
Num dos papéis escreva tudo aquilo que você quer afastar de sua vida: obstáculos, doenças, pessoas indesejadas, dificuldades, etc.
No outro escreva tudo aquilo que você quer atrair para a sua vida: saúde, prosperidade, amor, sucesso, etc. primeiro papel, aquele que contém as coisas que você quer afastar, no fogo. Enquanto o papel queima, mentalize o mal sendo afastado, tudo que não lhe serve mais. Queime, então o segundo papel, aquele que contém as coisas que você quer atrair para a sua vida. Coloque as folhas de louro nas chamas, sempre mentalizando as boas coisas que você quer atrair para a sua vida. Seja bem específico em seus pedidos e não se esqueça de no final assinar e colocar a seguinte frase:" Que tudo isso seja correto e para o bem de todos".
Assim seja, Assim é. Assim se faça. 

Blessed Be !!!.  ̶͇̿ ̶͇̿ ̶͇̿╞▬▬▬▬ 
 fonte by Internet/ google. 

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Almir Sater empolga público em show no Mercadão em São Carlos SP


É PRECISO PAZ PRA PODER SORRIR...
Almir Sater empolga público em show no Mercadão ( GALERIA DE FOTOS).
“Nesses dias tão turbulentos, um show deste tipo nos deixa feliz e relaxados é uma terapia gratuita que deveria vir mais vezes para São Carlos”, [ Rogério Marques, engenheiro civil].


 
eg, 29 de Abril de 2013 09:06

Almir Sater empolga público em show no Mercadão

Escrito por  Redação 

Almir Sater é um músico que empolga. Especialmente por sua leveza no conduzir a viola, a sanfona e outros instrumentos que toca. Com uma voz macia, o cantor mostrou ontem, 28, em São Carlos um show que agradou a todos. As pessoas puderam cantar músicas que são eternas que fazem parte da alma do cancioneiro popular brasileiro.

Diversas famílias acompanharam a apresentação. Segundo Rogério Marques, engenheiro civil, um show como de Almir Sater acalma a alma. “Nesses dias tão turbulentos, um show deste tipo nos deixa feliz e relaxados é uma terapia gratuita que deveria vir mais vezes para São Carlos”, afirmou.

A publicitária Sandra Helena disse ao São Carlos em Rede que Almir Sater representa a música da terra. “É lindo vê-lo tocar as coisas que gostamos, sempre acompanho suas apresentações, tenho uma relação muito afetiva com este cantor”, ponderou.
Até as crianças gostaram do show. Manoela, 10 anos, disse ao portal que estava adorando. “Nossa, estou gostando! Fiquei feliz porque meu pai em trouxe aqui!”, observou.

FOTOS de Maurício Duch.

Galeria de Imagens acesse site link

Fonte: http://www.saocarlosemrede.com.br


sábado, 27 de abril de 2013

Dogma: Padre Beto anuncia renúncia à Igreja Católica

Isso me faz pensar...que eu também sou uma pecadora...pois  enquanto eu viver vou refletir, nada para mim, tem verdade absoluta, prefiro pecar pelo excesso de pensar, de duvidar, e reavaliar...O meu caminho eu mesmo penso... by Almir Sater/ Paulo Simões.

27/04/2013 14:11
Padre Beto anuncia renúncia à Igreja Católica

Decisão ocorrreu depois que o bispo determinou que ele assimisse que estava errado sobre declarações Camila Turtelli

Padre Beto convocou uma coletiva na manhã deste sábado (28) com a imprensa da cidade para declarar sua decisão diante da determinação do bispo Dom Caetano. O bispo determinou em nota na internet que o padre assumisse que estava errado diante de uma série de declarações feitas em vídeos que estavam circulando pelo YouTube. Entre as declarações do padre que levaram à determinação, ele demonstrava uma postura reflexiva e aberta para questões como relacionamentos homossexuais e traição matrimonial.

Confira na íntegra a declaração que o padre fez na manhã de sábado

"Eu não tenho do que me redimir e muito menos a quem ou o que pedir perdão de tudo aquilo que eu fiz e declarei nas redes sociais e na internet, se refletir é um pecado, eu sou pecador, sempre serei e não vou negar a minha postura de pecador, ou seja, de uma pessoa reflexiva que pensa. E quem disse que um dogma não pode ser refletido. Isto é um absurdo. Os dogmas estão aí e devem ser respeitados, mas eles podem ser discutidos e refletidos livremente.

Então, eu não tenho de pedir perdão e não tenho a quem pedir perdão. O que me resta fazer então é comunicar à comunidade que a partir de segunda-feira eu me afasto do exercício dos ministérios sacerdotais na Igreja Apostólica Católica Romana e portanto, na Diocese de Bauru. Por razões simples. A primeira, eu acho que é impossível viver o evangelho de Jesus em uma instituição que no momento não respeita a liberdade de reflexão e expressão, o modelo que nós temos a seguir é Jesus Cristo e este modelo viveu plenamente a liberdade de expressão e reflexão. E não só isso, ele fez com as pessoas pensassem e refletissem. A segunda razão que me faz sair é que não é possível ser cristão em uma instituição que cria hipocrisias. Estamos em um momento em uma instituição que faz questão de manter regras morais que são totalmente ultrapassadas para nossa época e para o conhecimento da ciência. Os sacerdotes sabem muito bem que eles estão impondo regras que as pessoas não vivem. A grande maioria que frequenta a igreja não vive essas regras, mas finge viver. Um simples exemplo, eu não acredito que a maioria dos casais que frequentam a igreja não usam métodos anticoncepcionais, não tenham feito uso de vasectomia ou de uma laqueadura. Nós temos regras que não exercidas e fingimos que vivemos. E os sacerdotes fecham os olhos porque precisam fechar os olhos.

E a terceira razão, é que não é possível ser cristão em uma instituição que, friso bem, no momento está sendo omissa diante de problemas sociais graves que nós vivemos na nossa sociedade. A igreja católica, seguindo a Jesus Cristo, ela deveria ter posturas mais firmes diante de problemas que são muitos claros. Nós temos professores muito mal pagos, um país que não valoriza sua educação é um país sem futuro.

Nós vemos o nível cultural neste país cair muito. A igreja deveria ser uma força ética em prol da educação. Nós temos policiais que são seres humanos e estão na rua arriscando suas vidas e são muito mal pagos por isso. A situação dos aposentados neste país é ridícula e desumana. São homens e mulheres que já chegaram na terceira idade e que deveriam ter o direito de receber tudo aquilo que eles já deram para sociedade e estado e ter uma vida digna, no final da sua caminhada da sua existência. Nos temos um sistema penitenciário ultrapassado, desumano, que não recupera ninguém. Temos um sistema de saúde que não atinge as pessoas e que só serve aos sistemas de saúde privado. A Igreja deveria ter uma postura firme diante do Congresso Nacional que leva tanto dinheiro nosso e faz muito pouco pela sociedade. Enfim, nós temos uma série de problemas que a igreja deveria bater de frente.

Então, são por estas três razões que eu deixo meu exercício como padre da Igreja Católica e permaneço com a minha coerência como humano, como meus pais me criaram e como acho que o Cristo seria neste nosso mundo de hoje.
É isto o que eu tenho a declarar.", Padre Beto.

fonte:  http://www.redebomdia.com.br/noticia/detalhe/49404/Padre+Beto+anuncia+renuncia+a+Igreja+Catolica

Hoje (27) Almir Sater em Piracicaba SP


É o velho e bom show do cantor: bonito, simples e delicado.
Almir Sater se apresenta no Teatro Unimep.
Um dos violeiros mais famosos do Brasil se apresentará em Piracicaba no dia 27 de abril, às 21h. Sater possui mais de 30 anos de carreira e 10 discos solos gravados. No show grandes sucessos serão relembrados.
e amanhã, domingo, na festa do clima em São Carlos/SP.
  

Almir estará acompanhado de sua banda, formada por Rodrigo Sater (violão), Guilherme Cruz (violão), Marcelus Anderson (acordeom), Reginaldo Feliciano (contrabaixo) e Giselle Sater (back vocal), para relembrar seus grandes sucessos no Teatro Unimep dia 27 de abril. É o velho e bom show do cantor: bonito, simples e delicado.
Responsável pelo resgate da viola de 10 cordas, mais conhecida como viola caipira, Almir Sater é assumido violeiro nato. É conhecido também por exercer durante algum tempo seu lado ator. Na década de 1990 participou das novelas 'Pantanal' e 'A história' de Ana Raio e 'Zé Trovão', na extinta TV Manchete, e em 'O rei do Gado', na Globo.
O show no Teatro Unimep tem início às 21h e os ingressos deverão ser adquiridos antecipadamente. Informações pelo telefone (19) 3424-4929, Livraria Nobel da Galeria Unimep.
Fonte: http://www.guiarioclaro.com.br/materia.htm?serial=151012477

SERVIÇO:
Show "Almir Sater e Banda".
Data 27/04/13 - sábado.
Cidade: PIRACICABA – SP

Local: Teatro Unimep
Horas: 21h.
Investimento em Valores R$:
R$120,00 MAIS 5 DE TAXA INTEIRO
R$100,00MAIS5 DE TAXA COM BONUS DA GAZETA INTEIRO
R$60,00 MAIS 5 DE TAXA ESTUDANTES , APOSENTADOS
R$50,00 MAIS 5 DE TAXA COM BONUS DA GAZETA ESTAUDANTES E APOSENTADO
Ponto de Vendas: Ingressos Antecipados.
LIVRARIA NOBEL SHOPPING PIRACICABA
LIVRARIA NOBEL GALERIA DA UNIMEP
Endereço: Av. Limeira, 722 - Vila Areão- (19) 3403.2727 - (19) 3423-1171
ONLINE: http://www.okingressos.com.br
Apoio Cultural: Porto Seguro.
Promoção: Gazeta de Piracicaba Central de Atendimento ao Assinante: 0800-122121 (19)3116-3200 | Onda Livre FM de Piracicaba.
Realização: http://www.mantovanipromocoes.com.br

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Parentes em seu perfil profissional no Facebook





Parentes em seu perfil profissional no Facebook

Cuidados com parentes em seu perfil profissional no Facebook

Veja alguns cuidados que você deve ter com a presença de parentes e familiares em seu perfil voltado para o marketing pessoal no FacebookUm perfil voltado para marketing pessoal no Facebook tem algumas particularidades em termos de administração da timeline e de quem você aceita como amigo ou deixa publicar alguma coisa em seu mural. Uma das facetas dessa administração é a presença de familiares na sua timeline, não que seja dispsnsável, mas em alguns casos precisa ser administrada.
Por mais perfeita que possa ser a sua família, sempre tem aquela pessoa que o contato apenas uma vez por ano em datas “comemorativas” é mais do que suficiente, portanto, estar presente na sua timeline do Facebook ou qualquer outra rede social é totalmente dispensável. É a velha história da Família de Que Sofremos, do saudoso psiquiatra José Ângelo Gaiarsa.

A família deve ficar fora do Facebook profissional?

A presença familiar, de certa forma, e nas suas devidas proporções, é até benéfica em seu perfil no Facebook voltado para criação da sua marca digital. Do ponto de vista do recrutador, essa presença ajuda a construir a percepção de convívio social familiar, o que pode ajudar no processo seletivo.
O problema, é que alguns membros da família, já saem da fábrica com o carimbo “Inoportuno” estampado na embalagem, e isso pode sim prejudicar sua imagem pessoal nas redes sociais. Expor mazelas familiares ou conflitos pontuais não ajuda em nada no processo de criação da sua marca pessoal, portanto excluir ou simplesmente não aceitar convites dessas pessoas é sim uma atitude necessária e profissional.
Vejamos alguns personagens que deve ficar longe do seu perfil ou página no Facebook:
Tia Gardenal – É aquela tia completamente louca que muita gente tem e que volta e meia aparece no seu perfil do Facebook postando coisas completamente sem sentido ou então reclamando de outro parente ou coisa assim. Os surtos dessa dia costumam deixar o seu mural como se você o mural de recados do hospício. Corte a louca da sua timeline.
Sobrinha SNN – Essa também é bem comum. A Sobrinha SNN (Sem Noção Nenhuma) é aquela rebelde sem causa que passa o tempo inteiro odiando alguma coisa e resolve usar a timeline como palanque para exposição das suas ideias radicais e que vão mudar o mundo. Ultimamente, as xiitas de plantão tem preferido abraçar as causas ambientalistas e odiar os capitalistas ou qualquer um que resolva meter a mão na massa pra valer. Imagine se você está disputando uma vaga em uma instituição financeira ou uma grande empresa internacional?
Sogra Imperatriz – É aquela sogra que resolve governar a vida do casal e usa o seu Facebook como canal de comunicação. Como a véia não tem noção de espaço mesmo, ela usa o Facebook para cobranças, reclamações e menções nem sempre lisonjeiras sobre você e o seu modo de vida. Obviamente, o tipo de conteúdo que não te ajuda em nada.
Vovó Você Se Lembra? – A terceira idade está entrando de vez na era digital e muitas vezes seu primeiro contato com as redes sociais se dá através do Facebook. Até ai, tudo bem, o problema é que para estreitar relacionamentos ela fica publicando coisas nem sempre apropriadas, como lembrando a você daquele apelido que você odiava nos tempos de infância. Isso no ambiente de trabalho pode fazer um estrago e tanto na sua reputação. Poupe a vovozinha e a você mesmo.
Cunhado Torcedor – É aquele cunhado fanático por um determinado time que depois de diversas cervejas e uma derrota ou vitória na tarde de Domingo, resolve fazer da sua timeline um Muro das Lamentações ou Palanque de Bravatas, não raramente acompanhadas de xingamentos. Não bastasse ser chato para todos, isso pode criar um certo clima desagradável com recrutadores que visitam seu perfil. Principalmente se o recrutador for do outro time.
Genro Fanfarrão – Você não aprovava o casamento, mas sua filha foi teimosa e agora o fanfarrão vive postando besteiras que acabam sendo publicadas na sua timeline. Do ponto de vista de um recrutador, isso pode ser um sinal de que você não consegue administrar nem mesmo os destinos da sua família, do que dirá os da empresa!
Ex-Rancorosa – Esse é outro caso de exclusão sumária! Ex-esposa ou namorada que não consegue assimilar o término da relação e usa o Facebook como ambiente de discussão da relação encerrada deve ser banida. Expor suas mazelas pessoais na rede não vai ajudar em nada à construção da sua imagem. O inverso é também válido para maridos e namorados.
Chefe SLA – Esse não é da família, mas é como se fosse. O Chefe Sem Limite Algum é aquele que acha que o seu perfil no Facebook é o local apropriado para deixar mensagens relativas ao trabalho. Além de uma intromissão, isso pode parecer um sinal de ineficiência no trabalho quando o perfil é analisado por um Headhunter querendo saber um pouco mais sobre o seu perfil profissional.
Marido ou Esposa Controlador(a) – Esse então é uma queimação geral de filme. Além de expor a intimidade do casal publicamente, deixa sempre aquela suspeita sobre sua correção e fidelidade. Outra coisa que não convém ao seu perfil dedicado a marketing pessoal no Facebook.
Se você leu este artigo até aqui sem ter identificado no mínimo um personagem conhecido na sua família, considere-se uma pessoa abençoada. Brincadeiras a parte, manter seu perfil o mais profissional possível é uma obrigação de qualquer pessoa que tem um plano de marketing pessoal na Internet, e isso, algumas vezes, inclui manter algumas pessoas longe do seu perfil nas redes sociais. Business Is Business.

Alberto Valle

Consultor e Instrutor at Curso de E-commerce
Alberto Valle é consultor nas áreas do e-commerce e marketing digital e instrutor do Curso de E-commerce (www.cursodeecommerce.com.br). Formado em administração de empresas tem participação ativa no setor onde escreve regularmente para sites como Curso de E-commerce, Blog do E-commerce, Artigos E-commerce, E-commerce Brasil, Webinsider e outros de destaque no setor.



quinta-feira, 25 de abril de 2013

Ambivalências



"Nenhum de nós é pura luz. Nessa nossa natureza humana, o excesso de luz cega, por isso, convivemos com nossa ambivalências e temos que administrá-las.
  
Não sei amar, mas tento praticá-lo.
Não sei perdoar, mas todos os dias tenho oportunidades de exercê-lo.

Não sei ser bom, e a vida me enche de chances para que eu seja.

Não sou humilde, mas seria tolo se não admitisse que a falta de humildade mata; por isso exercito-a.

Não sou essencialmente grato, e então presto atenção na vida e encontro milhões de razões para ser.

Quando me enxergo, vejo o que não gostaria de ver. 
 
Quando me sinto mais do que sou, minha natureza me chama de volta e, seja pelas acentuações de dores, o instalar-se de desconfortos, o revelar de ambiguidades, sou obrigado a reconhecer que nesse corpo frágil, de pele, carne, osso e sangue, somos todos aprendizes, expostos ao Mistério, intocável, incontível, inexorável, inacessível por completo, no entanto, presente, visível, viável em mim.

Assim somos nós, seres improváveis, contraditórios, luz pontuada pela escuridão, carregando as alegrias de ser e as dores de existir, convivendo com o agora e o ainda não, finitos, mortais, perecíveis enquanto algo lateja lá dentro dizendo que não termina aqui, que não somos só isso, que estamos fora de casa."

Autor:by Flavio Siqueira

fotos: by internet/ google.

"TIMIDEZ REVELADA"

 
Aí eu digo...
que sou assim mesma
que gosto de solidão porque sou sensível
sou discreta, que gosto de privacidade
Ai céus!
O meu problema
e que eu sou o meu maior problema!
Como resolvo isso?
Não sei. Atrapalho-me toda
Meio me sentindo ridícula aliás, totalmente ridícula.
Timidez, desmedida, medida, tida, contida, explodida, ilógica
Desculpe o mau jeito, deste jeito meu
de declarar o meu amor que parece não ter final,
TRECHO DO POEMA "TIMIDEZ REVELADA" Incluída em 1999 na peça CASCANDO O BICO.(Baseado no Original de: Ana Vitória Vieira Monteiro)
foto by internet/ google.

Do Riso a Alegria do Mundo!!!

Foto: “Um Encontro de dois: olhos nos olhos, face a face. E quando estiveres perto, arrancar-te-ei os olhos e colocá-los-ei no lugar dos meus; E arrancarei meus olhos para colocá-los no lugar dos teus; Então ver-te-ei com os teus olhos e tu ver-me-ás com os meus.” by J.L.Moreno. “Um Encontro de dois: olhos nos olhos, face a face. E quando estiveres perto, arrancar-te-ei os olhos e colocá-los-ei no lugar dos meus; E arrancarei meus olhos para colocá-los no lugar dos teus; Então ver-te-ei com os teus olhos e tu ver-me-ás com os meus.” by J.L.Moreno.



Cultivemos o riso contra as armas que destroem a vida.
O riso que resiste ao ódio, a fome e às injustiças do mundo.
Cultivemos o riso.
Mas não um riso que discrimine o outro pela sua cor,
Religião, etnia, gostos e costumes.
Cultivemos o riso para celebrar as nossas diferenças.
Um riso que seja como a própria vida: múltiplo, diverso, generoso.
Enquanto rirmos estaremos em paz .
fonte by Declaração do Riso da Terra -Carta da Paraíba
foto by internet/ google.

Eu quero mais, e você?



Em todas as encruzilhadas da vida é necessário saber o que, como,quando e onde, se pode fazer alguma coisa para mudar, superar, revidar ou mesmo assimilar.
Aceitar os contrapontos aos quais estamos submetidos pela nossa condição de viventes, humanos, cidadãos, membros, eleitores, clientes, estranhos, estrangeiros, pobres ou ricos, intelectuais ou analfabetos, gordos ou magros, participantes ou omissos, vítimas ou réus, entre mil outras facetas que a vida em sociedade nos impõe.
Podemos apenas aceitar o sistema no qual fomos introduzidos e, pacíficos e cordatos, conviver com as estruturas e limites que ora possuímos, ainda que esta atitude corrompa o nosso íntimo e comprometa a nossa esperança.
Ou podemos também utilizar dos instrumentos e ferramentas disponíveis para exercer nossa vocação de inconformismo, para pacificar o nosso lar, para valorizar o nosso ambiente de trabalho, para mudar o nosso meio social, para ampliar o limite de nossas aspirações e, afinal, descobrir que tudo podemos, apenas porque queremos. E fundamental conhecer, diferenciar, avaliar, confiar e agir.

Talvez não seja o caso de toda a humanidade, mas, pelo menos alguns poucos seres terrenos deverão postar-se no alto de suas próprias convicções e poder gritar, em alto e bom som:·.
'À partir deste minuto eu serei uma referência universal pelos meus pensamentos, atitudes e realizações, porque depois de pesquisar, estudar, avaliar, conhecer, entender e compreender,
“Eu sei o que, como, quando e onde, se pode fazer alguma coisa para construir uma meta, realçar a vida, alterar o futuro, procurar a felicidade e, quiçá, reescrever a história, apesar de tudo.”
Fonte: by Danilo Santana –Para ler na íntegra:  http://www.danilosantana.com.br/v1/euqueromais.asp

terça-feira, 23 de abril de 2013

"O Caminho que não tomei"

Foto: Alice – "Qual caminho devo pegar?"
E o coelho pergunta para Alice:"- Para onde você quer ir?"
Alice diz:"- Não sei."
E o coelho completa:
"- Se você não sabe aonde quer ir, qualquer caminho serve."
[ "Alice no País das Maravilhas" by Lewis Carroll]
Entre duas possibilidades, que caminho tomar?
Alice – "Qual caminho devo pegar?"E o coelho pergunta para Alice:"
- Para onde você quer ir?"Alice diz:"- Não sei."
E o coelho completa:"- Se você não sabe aonde quer ir, qualquer caminho serve."
[ "Alice no País das Maravilhas" by Lewis Carroll]



-Pode ser entre dois amores, dois empregos, duas ruas, dois países.
Pode ser uma encruzilhada qualquer.
O fato é que a escolha é às vezes algo complicado. Robert Frost diz no poema que duas estradas divergentes surgiram-lhe num bosque amarelado e infelizmente ele não podia viajar ao mesmo tempo nas duas.
Ele estendeu os olhos sobre a primeira delas tão longe quanto podia até que ela se perdesse na folhagem.
No entanto, mesmo diante desta sedução, ele tomou a outra via, que tinha uma agreste vegetação, dificultando-lhe o caminho. Fazer tal escolha foi, ao mesmo tempo, obter e perder alguma coisa. fica a pergunta "Qual dos caminhos devemos, então, percorrer"??? Entre duas possibilidades, que caminho tomar?

POEMA "O Caminho que não tomei"
by Robert Frost(1874-1963).


“Dois caminhos, um para cada lado:
Ah, ir por ambos na mesma viagem!
Olhei para o primeiro, ali parado,
Nesse bosque de tom amarelado, Até perder-se longe entre a folhagem.
Mas o outro também me atraía,
Por uma razão diferente, afinal:
Desbastar erva que densa crescia.
Quem por eles passara, todavia,
Os fora desgastando por igual.
E cada um nessa manhã jazia com a mesma cor, a mesma frescura.
Reservei o primeiro pra outro dia!
Como um caminho a outro levaria, duvidei lá voltar noutra altura.
Daqui a mil anos, o que aconteceu, suspirando, estarei contando a ti:
Dois caminhos bifurcavam, e eu, o menos pisado tomei como meu,
E a diferença está toda aí.”
fonte: Internet by google.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

[ DEZ ANOS PASSADOS]


Ten Years Gone [ DEZ ANOS PASSADOS]
Led Zeppelin

Depois, assim como foi, novamente assim será
Ainda que o curso possa mudar algumas vezes
Os rios sempre alcançam o mar
Obscuras estrelas da fortuna,
cada qual possui diversos raios
Nas asas da possibilidade,
abaixo das aves de rapina
Meio que me faz sentir como se não precisasse ter crescido
Mas, assim como a águia deixa o ninho,
terei que partir para longe

Mudanças preenchem meu tempo, baby, tudo bem por mim
No meio de tudo, penso em você e como costumava ser

Você já precisou de alguém
E precisava mesmo
Você já quis alguém
O melhor amor você teve?
Você sempre se lembra de mim, baby, isso
me faz sentir muito bem
Pois foi a primeira vez e
você sabia

 
Através do brilho dos olhos,
sensações florescendo
Saboreando seu amor ao longo do caminho
veja suas penas se alisarem

Meio que me faz sentir como se não precisasse ter crescido
Nós somos águias de um só ninho, o ninho é nossa alma

megera dos meu sonhos, com uma grande surpresa para mim
Nunca pensei que veria seu rosto do jeito que costumava ser

Oh querida

Eu nunca te deixarei, eu nunca te deixarei 
Na espera, dez anos se passaram
Dez anos se passaram, na espera

 

Almir Sater emociona fãs no show em Paulínia SP

Quando voce cai dentro do meu coração...



Almir Sater  e Dona Hilda
Foi assim que aconteceu em Paulínia, Almir Sater fidelizou para sempre, o coração de Maria Helena e seus familiares, assim como de Celia Rodrigues, integrante Make-A-Wish, uma entidade, que desenvolve, um importante papel social, em busca de realizar sonhos das pessoas, ao recebe-las de forma tão carinhosa depois do show, que segundo elas, foi uma emoção incontida.
As fotos falam por si mesmas...
é como se o sol e a lua se esparramassem pelo chão...
Família Speriondini, Almir Sater e Célia Rodrigues









Almir Sater é Célia Rodrigues.


 Almir Sater e Dona Hilda.

Maria Helena e Almir Sater.
fotos by Maria Helena - fã incondicional ( número 1) de Almir Sater como ela se autodefine. e se ela falou tá falado

Tava aqui pensando eu ...

Página Almir Sater 
28.438 curtiram · 7.751 falando sobre isso .. uauu neste exato momento..
Avisa lá.. que vamos ser 30.000 ...
"Quando Todos são UM e um é o TODO by Led Zeppelin.


"É Bonito ser Simples" Release Almir Sater. Almir Sater é um exímio violeiro, compositor, cantor e instrumentista brasileiro, nascido em Campo Grande, MS, em 1956. Desde 12 anos já tocava viola, gostava do mato e dos sons da natureza; Aos vinte anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, para estudar Dire...
página: 28.439 curtiram isso
Quer saber mais ???... seja um dos nossos ...venha pra cá voce também...
No meus sonhos quis plantar e a colheita a de vir.. Almir Sater/ Paulo Simões.

Assim seja.. assim se faça e assim será... Blessed Be !!!

22 de Abril - Mãe Terra" Todo o dia é dia da Mãe Terra

Salve Pachamama.
 22 DE ABRIL - DIA DA MÃE TERRA -
Trate o mundo igual a gente trata...a nossa casa, nosso quarto, o altar de nossa igreja, respeitar a terra como nosso santuário.
Acho que é educação. A ecologia começa com a educação em casa. O dinheiro não é tudo a natureza é mais
importante e se existe alguma coisa que é tão perfeita a semelhança de Deus é a natureza, acho perfeita..tudo se encaixa, então eu acho que tem que zelar mais por ela" by Almir Sater
















DIA DA TERRA - 22 DE ABRIL
VOCÊ SABE CUIDAR DO PLANETA?

O QUE VOCÊ FAZ...
1 – ... ao sair de algum aposento da casa?
a) Apaga a luz.
b) Fecha a porta para a luminosidade não incomodar os outros.
c) Deixa a luz acesa porque dá muito trabalho desligar o interruptor.

2 - ... ao escovar os dentes?
a) Deixa a torneira aberta e fica olhando a água correr, praticando meditação zen (zen vergonha!).
b) Fecha a torneira e evita desperdício.
c) Não faz diferença nenhuma deixar a torneira aberta ou fechada. Quem paga a conta não é você mesmo.

3 - ... ao empacotar compras no supermercado?
a) Leva uma sacola de casa. Hoje já existem muitos modelos de sacolas retornáveis grandes e de tecidos resistentes.
b) Usa muitos saquinhos plásticos, pois são de graça e servem para usar na cabeça quando chove.
c) Coloca cada objeto em uma sacola para eles não se misturarem, evitando assim a briga entre mercadorias rivais.

4 - ... ao fazer seu prato nas refeições?
a) Coloca bastantes coisas no prato pra fazer guerra de comida com o que sobrar.
b) Faz uma montanha de comida no prato. Seu sonho é realizar uma obra de arte com os alimentos. Cores e formas. Se tiver fome, você come. Se não, vira pavê (é pavê, não pra comer).
c) Coloca apenas a quantidade que sabe que vai comer. Se tiver mais fome, basta pegar mais um pouco.

5 - ... ao jogar as coisas no lixo?
a) Atira tudo junto na mesma lata, pois você é contra a discriminação alimentar.
b) Joga no chão mesmo. Depois alguém passa e limpa.
c) Separa o lixo orgânico do reciclável para ajudar na coleta seletiva dos materiais.

6 – ... ao parar de assistir à TV e ir para o quarto para fazer a lição de casa?
a) Desliga a televisão. Afinal, não faz sentido deixá-la ligada se ninguém está assistindo.
b) Deixa a TV ligada mesmo se ninguém mais for assistir a mais nada para que ela não se sinta desprezada.
c) Não faz diferença deixar ligada ou desligada. O importante é fazer a lição de casa.

7) ... ao tomar banho?
a) Fica enrolando debaixo do chuveiro, pois é muito legal brincar na água.
b) Não demora muito para evitar o desperdício de água e energia.
c) Leva o celular para o chuveiro e esquece da vida conversando. Só para quando leva um choque elétrico.

8) ... após devorar algo bem gostoso na praia?
a) Brinca de esconde-esconde, pois deixa a embalagem e os restos da comida na areia.
b) Joga a sujeira no mar, porque a água vai levar para longe e algum peixe pode aproveitar os restos.
c) Separa todo o lixo em um saquinho para depois colocá-lo em uma lixeira.
9 - ... ao ser questionado sobre a importância de preservar as árvores?    
a) Explica que elas ajudam a deixar o ar limpo e ainda fornecem sombra.
b) Diz que é ótimo brincar de subir nelas.
c) fala que precisamos da madeira dela para fazer brinquedos, lápis e móveis.

10 - ... ao verificar que o carro ou o quintal está sujo?
a) Ajuda a sujar mais um pouco, talvez com terra ou lama.
b) Lava com a mangueira durante um tempão para ficar bem limpo.
c) Usa água e sabão dentro de baldes para economizar.


RESPOSTA
1- a) Sempre apague a luz ao sair de um cômodo da casa. Isso ajuda a economizar energia.
2- b) Abra a torneira apenas quando necessário. Economize água. É importante.
3 - a) Sacos plásticos poluem muito porque demoram para se decompor na natureza. A humanidade usa quase um trilhão de sacos plásticos por ano. É muita coisa. Recuse o saquinho sempre que puder. (Fonte: Instituto Akatu)
4 - c) O desperdício de comida é uma coisa muito feia. Muitas pessoas sequer têm o que comer. Pense nisso! Outra dica é aprender a reciclar os alimentos. Do feijão, faça sopa. Prepare bolinhos com restos de arroz e cenoura cozidas.
5 - c) A reciclagem é um processo muito importante. O consumidor só participa do primeiro passo da reciclagem, que é a separação do lixo, mas se ele não der esse passo dificultará todo o resto da tarefa.
6 - a) Desligar os eletrodomésticos como a TV e ventiladores quando eles não estão sendo usados por ninguém é um passo importante para a economia de energia.
7 - b) Feche a torneira ao ensaboar ou usar xampu. Assim, além de energia elétrica, você também economiza água.
8 - c) Jogar lixo no chão é antes de tudo falta de educação. Não custa nada jogar a sujeira dentro de uma lixeira ao invés de sujar a praia. Preste atenção nisso!
9 - a) O desmatamento de áreas verdes é um problema muito sério e acontece por razões como exploração ilegal de madeira e agricultura. Seus efeitos são duradouros e devastadores e podem provocar grandes desequilíbrios ambientais.
10 - c) A água é um recurso natural muito precioso! Preserve-a, usando-a na medida certa!

"NÓS NÃO HERDAMOS a Terra de nossos antepassados, nós a pedimos emprestada aos nossos filhos"  frase atribuída aos índios americanos.
fonte by google/internet.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Todo o dia era Dia de Indio, AGORA, só 19 de Abril...

̶Ⓐ̶ |FEUDALISMO| | ERA MEDIEVAL|

"Aquele que botar as mão sobre mim para me governar, é um usurpador, um tirano. Eu o declaro meu inimigo" ̶Ⓐ̶ Proudhon.

O feudalismo foi o sistema socioeconômico dominante na Idade Média. É derivado de feudo, a área de direito do senhor sobre as pessoas, coisas e terras. A sociedade feudal era formada pela aristocracia proprietária de terras (composta pelo alto clero e pela nobreza) e pela massa de camponeses (servos e vilões não proprietários).

O clero ocupa papel relevante na sociedade feudal. Os sacerdotes destacavam-se como servidores de Deus, detentores da cultura e administradores das grandes propriedades da Igreja, além de sua marcante ação assistencial aos desvalidos. A Igreja procurava legitimar o modo de agir da aristocracia, afirmando que Deus tinha distribuído tarefas específicas a cada homem e que, portanto, uns deviam rezar pela salvação de todos (o clero), outros deviam lutar para proteger o povo de Deus (a nobreza) e os outros deviam alimentar com seu trabalho, aqueles que oravam e guerreavam (os camponeses).

Sociedade

A sociedade medieval era dividida em estamentos e os três principais grupos eram nobreza, clero e servos. Haviam outros grupos sociais, como os poucos comerciantes existentes na alta idade média. Foi somente na baixa idade média que surgiu a burguesia e rompeu com esse modelo social,  já que a classe medieval  apresentava ausência de ascensão social e quase inexistia mobilidade social. Como o clero e a nobreza comandavam a sociedade, era comum o clero criar justificativas religiosas para que os servos não contestassem a sociedade. Era uma sociedade estamental ( pirâmide de cima para  baixo, dividida por grupos sociais ). Na sociedade feudal cada grupo social detinha uma função. O clero cumpria a função da salvação da alma de todos, a nobreza deveria proteger a todos e os servos deveriam trabalhar para sustentar a todos. Assim se justificava a exploração do servo e a necessidade dele seguir os desígnios da Igreja. 

Obrigações do servo a seu senhor
Cada feudo compreendia uma ou mais aldeias, as terras cultivadas pelos camponeses, a floresta e as pastagens comuns, a terra pertencente à igreja paroquial e a casa senhorial, que ficava melhor cultivável. A base do sistema feudal eram as relações servis de produção. Os servos viviam em extrema miséria, pois, além de estarem presos à terra por força de leis estavam presos aos senhores, a quem deviam obrigações como:

a talha
a corvéia
a banalidades

A talha era a obrigação de o servo dar a seu senhor, uma parte do que produzia. Essa parte, em geral, correspondia à metade. A corvéia era a obrigação que o servo tinha de trabalhar de graça alguns dias por semana no manso senhorial, ou seja, no cultivo das terras reservadas ao senhor. As banalidades eram os pagamentos que os servos faziam aos senhores pelo uso da destilaria, do forno, do moinho, do celeiro etc.

Além disso, uma parte da sua produção era destinada à Igreja. Tudo isso levava a um baixíssimo índice de produtividade, pois além de as técnicas serem rudimentares, os servos não tinham a menor motivação para desenvolvê-las porque sabiam que, quanto mais produzissem, mais os senhores lhes sugariam. O fator que mais contribuiu para o declínio do sistema feudal foi o ressurgimento das cidades e do comércio. Com o ressurgimento das cidades, os camponeses passaram a vender mais produtos e, em troca, conseguir mais dinheiro. Com o dinheiro alguns puderam comprar a liberdade. Outros simplesmente fugiram para as cidades em busca de melhores condições de vida.

Características Políticas
Poder Político descentralizado nas mãos do Rei e centralizado nas mãos do senhor Feudal;
Trabalho Servil: os servos trabalhavam em troca de proteção;
Estado monárquico feudal (base- relação de subsistência e vassalagem entre a nobreza e o Rei);
Caráter Ideológico;
Igreja Católica (formadora de ideias).

Relação de Trabalho:
Era para legitimar as obrigações servis.
Corvéia: trabalhos gratuitos e obrigatórios realizados pelos servos durante alguns dias na semana nas terras do manso senhoril;
Talha: taxa paga pelo servo ao senhor feudal que consistia em metade da produção obtida no manso servil;
Banalidade: taxa paga pelo servo pelo uso de determinadas localidades do feudo;
Capitação: taxa que o servo pagava ao senhor feudal por cada membro de sua família dentro do feudo;
Dízimo: taxa paga à Igreja Católica pelo fato do servo respeitar a Igreja e ainda “comprar um terreno no céu”;
Taxa de casamento: era paga pelo servo ao senhor feudal, quando aquele fosse se casar com uma mulher pertencente a outro feudo;
Taxa de nascimento: taxa paga pelo servo, quando o seu filho nasce;
Taxa de justiça: é a taxa que o servo pagava ao senhor feudal para que se fizesse justiça dentro do feudo;
Taxa da mão-morta: taxa que o servo pagava ao senhor feudal para ocupar heranças.
Haviam outras taxas que variavam de região para região. Assim, o servo vivia uma grande exploração que permitia o sustento do restante da população.
Poder Ideológico da Igreja
A Igreja tinha grande poder ideológico e coercitivo sobre as pessoas da época. Até hoje a Igreja possui grande influência cultural.

Fonte: coladaweb.com/historia/feudalismo
Por  Natalie Rosa Pires

CULTURA E COSTUMES ÁRABES -



Para qualquer pessoa que quiser ter relações comerciais com os países árabes, é aconselhável que aprenda algo relacionado ao Islã, sua história e suas crenças e a tratar com respeito suas manifestações.Os árabes são, em geral, sociáveis e festivos e a melhor maneira de conhecer esta faceta é respeitando e aceitando os seus costumes.

As leis, a ética e os sistemas comerciais podem variar de um país árabe para o outro; mas, em todos eles há elementos culturais comuns. Na vida empresarial árabe, a família tem uma influência dominante.
O cumprimento com aperto de mão é muito bem-vindo desde que entre pessoas do mesmo sexo. Por outro lado, o contato físico entre sexos opostos é bastante rigoroso, sendo o toque somente facultado dentro de uma relação lícita ou quando há um vínculo forte de parentesco. Entretanto, se uma pessoa de sexo oposto lhe estender a mão, aceite o cumprimento.

Em negociações, esqueça a representação feminina, mesmo que uma mulher seja a autoridade máxima dentro da empresa. Na melhor das hipóteses, ela acompanhará o seu representante na viagem, vestindo-se e comportando-se de acordo com os costumes locais.

As mulheres ocidentais que viajam à Arábia Saudita devem respeitar as leis locais, o que significa trajar-se de acordo com o usual, não usar maquiagem, não dirigir automóveis, freqüentar apenas a área reservada às mulheres nos restaurantes, mesmo em hotéis, e não trabalhar em feiras. As esposas são, geralmente, excluídas das reuniões sociais.

Nunca cruze as pernas, pois mostrar a sola do sapato se constitui em insulto por ser a parte mais baixa do corpo e, por estar em contato com o chão, ela é considerada impura.

Também se considera "suja" a mão esquerda, pois é utilizada na higiene pessoal conforme a tradição islâmica; portanto, evite dar e cumprimentar, gesticular, receber presentes e cartões com a mão esquerda.

Jamais ofereça mimos à esposa de seu interlocutor; tal iniciativa poderia ser considerada bastante ofensiva, pois a atribuição de oferecer presentes é do esposo e não do visitante. Caso você venha a receber um presente, o mesmo não deve ser aberto na frente de seu anfitrião; reserve-o para abri-lo em sua privacidade.

Outra dica: Nunca comente a beleza da mulher, irmã, filha ou funcionária de seu anfitrião árabe; com certeza não será interpretado como um elogio.

Finalmente, jamais tire uma foto de pessoas, sem antes pedir permissão.

Os árabes não costumam fechar negócios, antes de estabelecer um certo grau de familiaridade e confiança; ao negociar, gostam de fazer amizades, valorizando a integridade e a palavra de seus interlocutores. Se receber um convite para um almoço ou jantar social, jamais rejeite – a porta já se abriu 51%...





Foto: Sheikh Nasser ( Bahrain) e Seikh Hamdan ( Dubai). durante campeonato esportivo.Foto





CULTURA E COSTUMES ÁRABES SOBRE COMPORTAMENTO E AMIZADE NO GERAL
Os árabes, em geral, valorizam a lealdade e a honra. Nos relacionamentos, é importante estabelecer confiança. Diferentemente da maioria ocidental, os árabes, geralmente, levam a amizade muito a sério. Eles somente consideram um seleto grupo de pessoas como "amigos", os demais são considerados conhecidos, amigos da família e agregados. Em comparação ao Ocidente, a interação masculina na cultura árabe é extramamente diferente. Algumas vezes, ao encontrar bons amigos, os homens se abraçam e trocam beijos na bochecha. Na rua, eles podem andar de mãos dadas ou por a mão sobre o braço de outro homem. Esse comportamento não indica uma preferência homossexual.
Fonte: eHow Brasil Educação e ciênciap Cultura e costumes árabes.
Escrito por lorraine j. floyd | Traduzido por samantha g. silva
http://www.fas.org/irp/agency/army/arabculture.pdf

quinta-feira, 18 de abril de 2013

"A caixa de Pandora" - no reino humano da hipocrisia -

Conta uma passagem bíblica, que Saulo, em sua viagem a Damasco em busca de aprisionar cristãos, recebe uma luz que o derruba por terra e uma voz lhe diz:
Saulo, Saulo, porque me persegues?
Isso me faz pensar... que não é diferente em nossa vida, quando estamos, sendo vítimas de pessoas equivocadas, que por ciúme, inveja ou medo, nos encaram como uma ameaça, quando, na verdade, estamos do mesmo lado delas, no sentido de agregar, somar e multiplicar.
Um dos meus leitores, Darlington Ramos Arita ontem me perguntou... me disseram o seguinte hoje: "Ser traído não dói o que dói é descobrir que foi traído" rsrs o que vc acha desse comentário Loira Dobem sua opinião é importante.. Eu respondi segundo minhas verdades:
Hum... Quem manda viver filosofando neh Darlington Ramos Arita.. pergunta complexa e paradoxal, mas vamos lá, eu acho, que seja do lado pessoal, profissional, laços, amizade, no meu caso, eu digo, "descobrir que foi traído" - porque, quando se cria laços de cumplicidade, gera se toda uma expectativa de que sejam fortes, intensos e constantes, a gente acaba entregando a alma, a nossa essência, pensamentos, ou seja ficamos vulneráveis ao outro, e então eu acho, que é mais difícil, a descoberta, porque, dilacera a alma, arranca a raiz e confunde nossos sentimentos e valores, nos faz se sentir impotentes, a autoestima fica abalada.
De repente, se coloca em "xeque", se fomos tão insuficientes ou não merecedores de credibilidade, para tal fato ocorrer, onde errei? é complexo... particularmente, eu sinto raiva de eu mesma, não do traidor ou da dor, mas, de ter sido imprudente, ou confiante e ingênua demais, e às vezes, insolente nas situações.. ai eu viro "bixo" comiga mesma... com dedo inquisidor e tudo mais..
Por algum tempo, me recolho, mas depois, vem o santo الضربة التي لا تقصم الظهر تقويه Nietzsche, com a máxima- "O que não nos mata nos fortalece", e eu acho que deve tanto a dor quanto o sentimento de traição, ser encarado, como um aprendizado, aonde entra a sábia Monja Coen” Com alguns se aprendem a como devemos ser e com outros como JAMAIS devemos ser". Acho que faz parte do ser humano, porque cada um tem uma cultura, juízo de valores e forma de agir e reagir. Agora, comigo, também "se faz uma vez só", eu até levo como aprendizado, mas se for principalmente à questão de amizade, hum.... “Dificilmente a pessoa terá outra chance comigo, vou tratar socialmente, com respeito, mas não vai passar disso, vou seguir o velho ditado” "caldo de galinha e cautela não faz mal a ninguém". vou optar pela contenção, prudência e distanciamento pessoal...eu me fecho como um concha de ostras..Isso me faz pensar.. Que  no reino humano, quando se fala em competitividade, quantas vezes, nos roubam a dignidade, o nosso trabalho, a nossa oportunidade de mostrar nosso valor, e por consequência, a nossa honra, nossos sonhos, movidos por sentimentos mesquinhos, intenções egoístas, (estou defendendo o meu, estava aqui antes, e começam as sabotagens, as maquinações).. Longe de dizer "maquiavélicas", verdade seja justa, o filósofo, nunca incentivou ninguém a burlar a ética, "os fins justificam os meios", muito pelo contrário, até hoje, não se faz jus, a ele nem sua obra prima  "O príncipe", frase essa de forma equivocada atribuída a ele, por quem?
Adivinhem... os seus desafetos, incomodados e que se sentiam desconfortáveis, mediante a forma sutil e inteligente, dele falar com propriedade, sobre a hipocrisia, os métodos usados para quem estava no poder, de burlar leis, regras e valores sociais, da época, de acordo com seus propósitos,  aliás Raul Seixas, também nos avisou - Quem manda não ser burro, não sofria tanto - e um  "erro" que as  pessoas que se mostram inteligentes, dinâmicas, criativas e competentes cometem seria esse, os ineficientes quase "nunca os perdoam", por saber que sua burrice, ficará  exposta.
O que fazer? Ou aceitamos viver como "Admirável Mundo Novo", de Aldous Huxley, onde, as pessoas são pré-condicionadas a viver psicologicamente a mercê das regras impostas, (é proibido pensar, contestar, discordar, argumentar e articular), sendo bufões e marionetes, ou faremos como Sócrates, abdicando da própria vida, tomando cicuta, [para não renunciar aos valores, princípios e ideologias que pregava e que de fato acreditava].
 O filósofo não se intimidou mediante as ameaças e chantagens de seus sabotadores e  cruéis perseguidores. OU fica ainda uma ultima opção, a de Jesus,... “Se não é bem vindo nesta terra, se tu falas e não te ouvem,  e não tem dão reconhecimento sacode toda  a poeira do seu corpo tire as sandálias e lá não mais voltem”...

—  Querer o meu não é roubar o seu by Raul Seixas. 
mas a que preço? ...e  abrir mão dos nossos sonhos, do que gostamos de fazer, do talento que esse mesmo criador, deu a cada um, do que tanto amamos, só porque uma cruel Medusa, ou infames Tártaro ou Caos nos querem transformar em pedras, os nossos caminhos, por puro egoísmo ou medo, talvez??? pois  não contente em fechar as portas, agora querem (também) fechar as janelas??? E. sendo beneficiados em todos os aspectos?:
que antagonismo e jeito sórdido de ser,  primeiro  nos roubam tudo, pouco a pouco, nos tratam como vassalos, esquecem que precisamos de alimento e pão, não como os de Roma, "pão" e o "circo", ninguém vive só de distração, como também precisam de nossas forças e trabalhos, para continuarem a alimentar os podres poderes, mas nos tratam como bastardos eminentes inimigos e nos fecham as portas, roubam o alimento nosso, e ainda querem levar a dignidade junto também... porém, matando os vassalos, quem vai empurrar a roda, fazer a máquina girar, por acaso, não seriam os inoportunos vassalos e os bastardos, doravante aqueles que tentam tirar do caminho a todo custo???... ò pobreza espiritual e mental...... Como diria Nelson Rodrigues, eu "invejo a burrice ela é eterna" nem  Macbeth explica talvez o enredo de Otelo, de fato, ando lendo muito Shakespeare ultimamente... E justamente no dia destinado para a Leitura Infantil? Sic...

Mas.. Afinal, Quem aprecia uma pessoa má? Com atitudes de maledicência...? Os tolos, talvez, os ingênuos e os que vivem na zona de conforto, como os aduladores, ou aqueles que sejam iguais, gananciosos,  invejosos, ineficazes, de forma astuta, vão minando o que é bom, pelo seu egoísmo e medo, de se descobrirem incompetentes aos olhos dos outros.

Assim foi Saulo, homem de mente alienada e retrógrada, diante de um Jesus de mente holística e inovadora, que viu em  Saulo (que já havia eliminado muitos cristãos antes de Damasco), até então considerado por este, como um inimigo feroz, fazê-lo enxergar a razão..
Que ao invés da afronta, ser um dos vasos escolhidos para levar à palavra dele as todas às demais pessoas. Unir forças, somar experiências, e não dividi-las ou ser destrutivos um para com o outro?  Afinal, a intenção de ambos, não seria levar o reino dos céus, exaltar as virtudes e o progresso espiritual entre as pessoas?
- Então, não se justifica a divisão de poder, quando se buscam objetivos parecidos, melhor seria cada um, entender a sua parte no processo, que todos formam espírito de equipe, (Quando todos são um e um é o todo) e não se sintam ameaçados, mas, compreendam que pessoas agregam, somam e que não colocam riscos aos castelos  delas, a menos, que fora construído na areia, sem base, sem dignidade e sem consistência...
—O dinheiro fala uma linguagem que entendem todas as nações.
(O Vagabundo, Aphra Behn, escritora inglês)

Há uma senhora que acredita que tudo o que brilha é ouro
E ela está comprando uma escadaria para o paraíso
Há um cartaz na parede mas ela quer ter certeza
Porque você sabe que às vezes as palavras têm duplo sentido
Sim, há dois caminhos que você pode seguir
Mas na longa estrada
Há sempre tempo de mudar o caminho que você segue
E isso me faz pensar !!!
Stairway To Heaven by Led Zeppelin.

"Se ser político é reclamar das injustiças. Então, eu sou político". Patativa do Assaré.
EUFEMISMO MITOLÓGICO..EU QUERO TODAS AS MINHAS JANELAS ABERTAS PAR EM PAR .. Maldita seja "Cerberus", do reino de Hades, Inferno dos Gulosos , que vivem a combater os deuses do olimpo, que com dignidade e eficácia, abrem janelas, mesmo fechando as portas, por essas criaturas gananciosas, dissimuladas e ardilosas, que vivem as espreitas, articulando e jogando sempre, não contentes em fechar as portas, mas também as janelas, incompetência talvez?? - Haverá o dia que os profanos, Tártaro e Caos, sucumbirão, nem Kali, será mais ceifadora de vidas e progresso, e que o dormente "Hércules", valente, ao analisar seus doze trabalhos, distante do torpor e influencia maligna, não será mais anestesiado por falcatruas, bufonas , enfim, capturará o cão Cérbero e o reino das sombras, destituído e será somente um oásis, fartura, transparência e dignidade moral. 

 Pink Floyd - Pigs (Three Different Ones)(1977 Widescreen)
Grande homem, homem porco, que charada você é ???
Uma próspera roda gigante, que charada você é???
E quando sua mão está sobre o seu coração,Você é quase uma risada,...
Com sua cabeça deitada no chiqueiro
Uma mancha de porco em seu queixo gordo
O que você espera encontrar?
Quando você está no chiqueiro,
Você é quase uma piada,
Mas você é mesmo um lamento !!!