domingo, dezembro 16, 2012

Tem Dias ...que são assim...



 
Assim são tecidos e entretecidos os destinos humanos. 
Eles nascem nos infinitos e infindáveis pontos de luz, crescem, partem e se misturam, até que, dois seres mutuamente destinados se tornem um. 
Muitas vezes eles ficam emaranhados e perturbados por influências externas- mas são as interferências que eles mesmos permitiram por fraqueza ou por medo. 
O emaranhado é sempre desfeito pelo Tempo, os fios partidos são novamente unidos na Eterna trama do Espírito e da Matéria. 
Nenhum poder humano ou divino pode separar totalmente as vidas que Deus ordenou que juntassem. O comando do homem não é o comando de Deus! Os fios impróprios do tecido se partem, não importa como nem quando! 
O Amor deve ser ternura mas também resolução! O Amor não deve desviar-se de seu compromisso! O Amor tem que ser tudo ou nada!”  
by Marie Corelli - escritora inglesa.























Dias
Dias fora do páreo
Meio atirado pela janela
Longas horas de versos
Meia tigela em grãos de poeira
Certos dias têm cara de vida inteira
Não sei se é do vinho ou da vida
Quando fico assim
Outra madrugada perdida
Procurando você, procurando por mim
Dias me distraindo,
Sobrevivendo ao medo da solidão
Já parei de fumar
Parar de trair tô prometendo, mas
Quem tem dentes um dia acaba mordendo
Não sei se é do vinho ou da vida
Quando fico assim
Outra madrugada perdida
Procurando você
Não sei nem se ainda eu estou
Na minha avenida
Não sei nem se estou mais na minha
Nem na sua...
Marvin gaye me consola
Governos me esfolam
Mulheres me desgovernam
E outras coisas que rolam
Por vários motivos não comentaremos
Dívidas e pecados não tenho pequenos
Não sei se é do vinho ou da vida
Quando fico assim
Outra madrugada perdida
Procurando você
Não sei nem se ainda eu estou
Na minha avenida
Não sei nem se estou na minha
Nem na sua vida ...

Nenhum comentário: