segunda-feira, setembro 03, 2012

Agosto enfim se foi...

Bom Dia - Pessoas,

Hoje vou começar meu dia como blogueira e um balanço do tenebroso mês de Agosto, que felizmente se foi, não é a toa que tal mês é conhecido como mes do cachorro louco.
A energia dele é densa e pesada demais, se formos olhar para passado, quanta coisa, ruim, acontecera neste mês, coincidência ou não.

Existem diversas crenças e também variados acontecimentos históricos que nos lembra isso, como Primeira Guerra Mundial que começou no dia 1º de agosto de 1914 e as cidades de Hiroshima e Nagasaki foram atacadas pelos norte-americanos com bombas atômicas nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, o que resultou na morte de mais de 200 mil pessoas no fim da 2ª Guerra Mundial. Sem falar que em 2 de agosto de 1934 Adolf Hitler se torna o führer(Líder ou Chefe de Estado) da Alemanha.

Há quem diga ainda que o mês de agosto é dotado de muita energia negativa, e por isso é o mês do desgosto e do azar. 

Um mês carregado de superstição e magia. Podemos lembrar mais alguns fatos históricos que podem comprovar essa crendice, como o suicídio cometido por Getúlio Vargas no dia 24 de agosto de 1954, a construção do Muro de Berlim, que dividiu a Alemanha em duas partes, começou no dia 13 de agosto de 1961, no dia 12 de agosto de 1968 os católicos e protestantes da Irlanda do Norte começaram a se matar, mas “tudo em nome de Deus” e também a morte de Juscelino Kubitscheck em um acidente de carro no dia 22 de agosto de 1976 e assim por diante.

E, acho que até eu, que, não sou muito de crendices, tô mais para São Tomé( ver para crer), o bicho andou pegando, aliás pelo segundo ano consecutivo e no mesmo mês. ô tristeza...

Mas, mitos, coincidências e verdades à parte, o fato é que todas as coisas ruins, vieram à tona neste mês. Não vou olhar somente para o lado negativo, foi o mês também que mais trabalhei com divulgação de shows, e com artistas diferentes. tive até o privilégio de recusar sobre alguns, até de não aceitar convite para gerenciar um site, fiquei lisonjeada com o elogio sobre a criação dos meus textos, onde a pessoa se referia como um "trabalho elaborado com profissionalismo, de forma objetiva e com magia nas palavras". 

Acredito que esse isso se deve ao fato, de eu colocar muita ênfase, nas palavras que escrevo, porque eu de fato, acredito nelas, como minha verdade. Quando falo da carreira de Almir Sater, por exemplo, não é porque, tem um cara "bonitinha", foi galã de novelas, que eu, não conheci e nem assisti na época, mas, porque, de fato, acho, um dos artistas mais completos que exista na nossa música. No meu ponto de vista, é fazer música com Arte e não Arte na Música.
Acho um pecado, em qualquer profissão, estarmos nela, sem ter habilidades próprias, acredito, que não devemos, nunca, abrir mão do que realmente gostamos de ser, fazer, só pelo quesito materialismo. 
O Mundo precisa tanto, de bons marceneiros, mecânicos, faxineiros, professores, educadores, médicos, dentistas, advogados, escritores, e artistas, na verdadeira acepção da palavra, Arte. 

Acredito que na vida da gente, temos que agregar as pessoas, a sociedade e ter algo que vale a pena deixar como legado aos demais. Em meu curso de voluntariado, onde, ministro, sobre desenvolvimento interpessoal, é aplicado aos alunos, o autoconhecimento, "Conhece-te a ti mesmo, como diria Sócrates, na verdade, chega a ser como transformador de almas, mas já vou avisando sem vocação para pastora, ou política, risos, mas, através disto, cada individuo, descobrir, qual seria seu verdadeira habilidade profissional, o que gosta de fazer, onde, tem mais facilidade para atuar, em que campo profissional poderia ser bem sucedido, independente da profissão, e a partir desenvolver suas potencialidades.

E esse mês, foi bom que pude colocar uma mochila nas costas, e viajar, e conhecer de perto, o resultado do meu trabalho virtual, em relação aos shows e estive em alguns, como Oswaldo Montenegro, embora não seja fã, respeito seu trabalho como músico e compositor. O disco recentemente lançado, tem letras e composições maravilhosas, acho forte sua cantoria, e como ele diz "Eu quero ser feliz agora", e a vida é bem isso, ela não sabe esperar e às vezes, nem sempre teremos oportunidade, para tal. O momento muitas vezes é o aqui e o agora.

Depois foi a vez de Zeca Baleiro, eu sou fã, com certeza, desde 2.007, frequento sazonalmente seus shows, e fiquei orgulhosa demais, de ter divulgado sua turnê pelo Paraná. Havia um bocado de tempo, que não assistia shows dele, embora acompanhasse sua agenda, e carreira pelas redes sociais. E verdade seja dita, passa ano, entra ano, o cantor continua brilhante, seja no compor, na cantoria ou até mesmo com uma "banda", como ele se referiu de um homem só, o espetacular, Tuco Marcondes, que juntos, faz um espetáculo único. Eu acredito que verdadeiros artistas, não precisam de parafernálias, cenários gigantescos, monte de adereços, para mostrar sua arte, chega no palco, e o publico se rende a eles,. 

Essas parafernálias, são para artistas show man, como os internacionais, ou aqueles, que precisam, "distrair" o publico, tirando o foco, da desafinação, da falta de carisma ou empatia, enfim. usam de subterfúgios, para disfarçar o indisfarçável. E neste quesito eu sou exigente, meu ouvido não é "pinico", e se soubéssemos, valor deste sentido de fato, o filtro seria inevitável.
Iriamos pensar duas, três vezes, antes de deixar qualquer som entrar na nossa mente adentro.
Já pararam para pensar, que, com nossa audição perfeita, ouvimos tanta coisa, como o primeiro choro do nosso bebê, ou a primeira palavra balbuciada dele, que quase sempre cometemos o erro, de ensinar a falar "papai" primeiro, risos, um elogio ao nosso trabalho, nos deixando lisonjeados, aquela tão esperada declaração de amor, um pedido de casamento, de perdão, como também palavras de baixo calões, demissão ou até uma bronca, o pedido do divorcio, um(a) amigo(a) da onça, apontando nossas falhas, erros e defeitos.

E, ao falar neste sentido, meu foi ouvir o apurado som e exigente de Almir Sater, neste fim de semana.. viajar eu viajei, estradeiro afora. 
Havia alguns meses, que não via um show do artista, pessoalmente. E, cada vez, que vou me surpreendo sobre, a voz continua afinada, adocicada e passando emoção no que canta.
A banda, está reformulada, mais enxuta, embora sem a presença da percussão do Mestre Papete,
que admiro, nota-se uma sintonia, dos componentes, amigos meus ficaram boquiabertos, ao ver, como eles, ficam totalmente entregues ao momento, e causam comoção e emoção no público.
Elogios vinham de toda à parte. 

Também, notei um público mais assertivo, e pela primeira vez, na vida, exceto pedido de Cubanita, que o artista cantou no BIS, e ainda blues O Vento e o Tempo, que compensou a falta de Cavaleiro da Lua, graças a Deus, havia muito silencio e respeito na plateia, não havia "gritinhos",  "histerismos", ou até pedidos insistentes sobre músicas.

Estavámos ali para ouvir o artista tocar, cantar e encantar. É como se cada um de nós, interiormente, que, bastava fechar nossos olhos e se deixar levar pelo som de Almir Sater, e que ele, teria preparado o melhor para seu público. Achei isso tão interessante e diferente.

Tudo que Almir Sater canta, toca é bom, sem sombras de dúvidas, show redondinho, é que essa música, feita em parceria com João Bá, que completa 80 anos esse ano, na minha modesta opinião, ela é impactante no show de Sater.  O violão orgânico de aço de outro elemento da banda, Rodrigo Sater, produz, um som que não fica devendo nada aos gringos e roqueiros do show bussiness internacional.
Sater debuia a viola, literalmente, arrancando um som roqueiro que chega a enlouquecer a plateia, garanto que não é só a mim. Sem sombras de dúvidas, Almir tem essa capacidade, de fazer um som eclético, inovador na viola e considero atemporal. E foram duas horas de show, entretenimento e emoção de mão cheia. Aliás, um show feito desta forma e com Arte, é fazer um investimento em cultura, lazer e sobretudo, amar os ouvidos. Não causando danos irreversíveis a eles, nem trauma ou perda temporária auditiva. E disso, posso falar com propriedade, porque eu entendo, há muitos anos sobre o assunto, até como palestrante.

De, frustrante, mesmo, foi ouvir de alguns, que, pensavam que eu era um certo ancião, o criador do Blog, eu  fiquei desapontada, pois, desde criança, sempre busquei me espelhar em pessoas melhores  do que eu, que tivesse algo para agregar  não para subtrair.
E, considerei uma heresia, o meu dom de escrever, criar textos elaborados e criativos,diga se de passagem com amor e verdade.
Me sinto confortável em dizer, apesar do respeito, mas de forma transparente, que estou anos luz na frente, em evolução. é como falar da água e óleo, não se misturam jamais.
Os sentimentos que desenvolvi há muitos anos, são de empatia, compaixão, discernimento, altruísmo, respeito, justiça, de forma imparcial, a humildade e gratidão. 
Minha função como administradora de empresas é de mediar conflitos, promover a união e espírito de equipe, valorizar o trabalho, os clientes e o empreendedor, jamais o contrário.
E foi assim que aprendi desde pequena, com meus pais, descendentes italianos, a ser transparente nas ações, se assumir um compromisso, honre, que palavra dada é palavra empenhada e de nunca pedir favor aos outros, valorizar os patrões e o trabalho, nunca pisar nos semelhantes e pagar as minhas contas com o suor do meu trabalho. sem mais nem menos. 
Dizer a verdade, mesmo que doa e haja perdas e não se rebaixar diante das injustiças e não compactuar com o mal e nem com a maldade alheia. 
Tenho muitos defeitos, erros e acertos, mas posso dizer com propriedade, mas por  onde andei, meu caminho é de paz, dignidade e sem nenhuma injustiça cometida com alguém. 
Todos os lugares em que trabalhei, as portas sempre ficaram abertas para mim. Se há algo que admiro em mim, e considero  ponto forte, é este, o de ser justa até com os prováveis desafetos ou inimigos. Jamais prejudicaria alguém movida por sentimentos baixos, egoístas ou por que não atendeu as minhas expectativas.
De repente, é como se tudo que eu fiz, criei, não tivesse sentido, fosse podre. 
Do mais, seguir em Tocando em Frente !. 
Ótima semana a todos ! e vamu que vamu..













Nenhum comentário: