domingo, abril 15, 2012

"Ser do Bem" - "Tocando em Frente".


...Is there anybody out there? Assim como Roger Waters, espero que sim... enfim, de volta para o aconchego... Como sempre recebo emails, mensagens, carinhos dos queridos e queridas, saudosos dos meus "pitacos", traduzindo a palavra, os "palpites", falas", opinião", ou seja, sem ser solicitado. risos, que faço em meus perfis nas redes sociais.
E o "pitaco" desta semana, unindo tudo num só, vai desde ser do bem com a entrevista do Almir Sater, na Rádio Globo, durante semana passada.

No meio do corre-corre do dia a dia, apesar de ..parafraseando a música de Paulo Simões e Almir Sater " não tenho veio de artista", porém "tudo vale a pena se a alma não for pequena", Fernando Pessoa não me deixa esquecer disso jamais, eu gosto(mesmo) de ser mais intrínseca e discreta apesar de ser bastante espontânea, original e "faladeira", rs, e nem podia ser diferente, pois em tudo que exerço profissionalmente, dependo exclusivamente do público, para tal, seja como palestrante, consultora de vendas ou sobre os cursos do projeto voluntário de "motivação pessoal" ou divulgando eventos e shows.

Mas, por isso mesmo, me sinto um pouco ou muito semelhante ao Plant, quando proferiu as seguintes palavras:-“Eu gosto da ideia de estar sozinho. Eu gosto da ideia de ficar sozinho, muitas vezes em todos os aspectos da minha vida. Gosto de me sentir sozinho. Eu gosto de coisas que precisam “.

Eu também não deixo de me sentir um pouco assim, gosto de " não exposição", mas devo admitir que mortal, pode negar a si mesmo, que não gosta de ver um talento ou habilidade reconhecido publicamente? -humanamente desconheço, ainda mais por uma celebridade de "responsa" e com tanta credibilidade como o Sr. Sater.

Afinal, o combustível para que sejamos fonte criativa e criadora, é sem dúvida, sentir com que as pessoas, mostrem respeito, por toda a energia que movimentamos em prol de alguma coisa ou fato, que vão agregar a todos nós, de alguma forma. Embora tenha admiração pelo artista e sua genial obra, e de achá-lo uma pessoa simples e de carater elevado, jamais, poderia, imaginar, que um dia, fosse ouvir, sequer, em algum lugar, publicamente, tal feito, ao meu respeito.
Muito embora, soubesse, por terceiros, do reconhecimento e dos méritos atribuídos, ao meu trabalho, que o próprio nutria dizia.

Para mim, já estava de bom tamanho, eu sou uma pessoa muito intuitiva e assertiva, e, mesmo, que nunca fosse ler  publicamente algo assim, só o fato dele, permitir, de comum acordo com sua empresária, que eu divulgasse sua carreira, em redes sociais, agenda de shows e de certa forma, assessorando nas mídias sociais, já é um  aval e consequentemente, respeito e confiabilidade.

Eu acredito que navegamos na mesma cartilha, de não gostar de holofotes, de diz que diz, nhém nhém, coisitas assim, assim como ele, eu aprecio vulgaridade, assuntos superficiais etc e tal, e eu acho que minha postura virtual por si fala, nestes 06 anos.

Também não busco notoriedade, até, porque as coisas foram acontecendo de forma tão natural, que quando me vi, já estava envolvida, como disseminadora e profissional de mídia socia, até o pescoço. risos.

Como diz o ditado: " Todos os atos, bons ou maus, geram consequências: é só uma questão de Tempo".. então quanto mais atos bons..mais o universo retorna com coisas boas como esta que me deixou de queixo caído. pasmem..!

 Tudo que faço, coloco nas mãos de Deus, e peço aos meus mentores  espirituais e anjo pessoal, para que me guiem pela estrada (mais) correta e reta, e que somente o que for do meu direito e herança divina, permaneça ou se alargue a porta, e como toda simpatizante do budismo, livre de apegos, e nada me causa deslumbramento, ao ponto de me fazer perder o senso da realidade ou tirar os meus pés do chão.

Não tenho grande ambições, a não ser do crescimento interior, espiritual e ter muita saúde e discernimento sempre e claro, desenvolver um trabalho que eu gosto de exercer. E, felizmente, tenho tido essa oportunidade, indiretamente.

Costumo dizer, como Padre Fábio de Melo, eu sou uma pessoa que está sendo feita e refeita.
O fato de autointitular "loira do bem", ou visar "ser do bem", não quer dizer, que estou livre de erros, desconcertos, fracassos, defeitos, vícios ou desapontamentos.
Eu criei uma logomarca similar as coisas que eu admiro, faço e almejo nesta vida e um diferencial, para estar na Internet, pois se eu colocasse somente "loira", por exemplo, eu seria mais uma, entre mais de 100 Blogs já existentes com esse "apelido", e que talvez não tivesse credibilidade, e ser uma figura comum,"´piegas", "caricata" ou "superficial",talvez,

Deus me livre da "vulgaridade", que passe sempre bem longe de mim, eu sempre quis ser reconhecida e conhecida " como um ser pensante", com conteúdo ao construir um blog, disseminando ideias, coisas em que eu acredito, admiro, valorizo, resgatar os valores culturais e sociais, e lançar pontos de reflexões, estimulando a leitura, arte, cultura e entretenimento...

Portanto ser do bem, não é ser um ser perfeito, mas ser, um ser consciente e desperto para mudanças ou transformação de atitudes, é aceitar ser refeito, através do autoconhecimento, transformar nossas fraquezas(erros, defeitos e vícios) em forças( virtudes, qualidades e acertos), e não ter medo de seguir "Tocando em Frente".

"Então é melhor você parar e reconstruir suas ruínas. Por paz e confiança pode-se ganhar o dia apesar de todas suas perdas" ( Immigrant Song) Led Zeppelin.

Eu posso não saber aonde meu caminho vai dar, mas eu sei por onde eu não devo mais ir e quando eu digo, ser do bem, não quero me colocar na posição de que sou melhor que os outros, muito pelo contrário, tenho humildade, em reconhecer meus erros, em pedir desculpas, e sobretudo, em despojar do orgulho, vaidade e que Deus me livre da soberba, sentimentos estes que repudio veemente, aliás, essas três fraquezas, me fazem perder a admiração por quem quer que seja.

Aprendi a ter paciência, a respeitar o tempo e o limite de cada um, e não julgar ou pré julgar as pessoas, por uma atitude isolada, ou ato falho, e sobretudo, a valorizar mais as qualidades e virtudes que possuem...e não abrir mão delas, só porque, dentro da minha visão, senti que fui injustiçada ou magoada, mas estar junto na lealdade e fidelidade de ações, falar menos e ouvir mais e enxergar mais.

“Você não pode abrir mão de algo que você realmente acredita por razões financeiras. Se você morrer na beira da estrada que assim seja. Mas pelo menos você sabe que tentou" By Robert Plant.

Eu acredito que o dinheiro, é primordial, para vivermos, para nos manter até nas coisas mais básicas, mas eu jamais, o colocaria na frente como o principal objetivo, eu acredito que quando temos um coração carregado de boas intenções, desenvolvendo um serviço que agrega aos demais, de forma transparente e honesta, o universo se encarrega de nos prover, de alguma forma.

"Does anybody remember laughter? ..agora certamente vou me lembrar, do riso, que senti, ao ouvir a entrevista do Almir Sater, ao mencionar meu Blog, e do quão minha responsabilidade aumenta, da dedicação e comprometimento que devo manter, afinal, ao longo de mais de 30 anos, uma carreira construída dignamente e com muita seriedade, eu espero, estar, próxima ou fazer juz, ao profissionalismo e ímpar deste grande artista, visando o respeito, admiração e seriedade da mesma forma que a conduz, junto com os demais profissionais, empresária, produtor, músicos renomados de sua banda e demais da equipe.

"Muito Obrigada, Obrigada e Obrigada"...Sr. Sater -Te desejo Vida Longa e Próspera, junto dos seus, e que, tudo seja revertido em fé, paz, e muita muita saúde!!!! O resto será consequência de toda essa paz interior e Obrigada a todos, simpatizantes do Blog, seguidores, parceiros, fãs, admiradores, contratantes, produtores, empresas de diversos segmentos, artistas, mídia, digital, falada e escrita, que estão em minhas redes sociais, transformando sonhos em realidade.!!!
PAZ E BEM !!!


Abaixo o linbk da entrevista exclusiva de Almir Sater para a Radio Globo, concedida em 08 de Abril de 2012, antes do show no Sesc Palladium, onde o artista fala de sua carreira, família, natureza, meio ambiente e da divulgação, da qual, me sinto lisonjeada e muito agradecida, por ele publicamente, valorizar meu trabalho e ter tido essa consideração. Deus o abençoe por tal gesto nobre e que somente "almas boas" poderiam fazer.
"Todos são Um" e Um é o Todo" Led Zeppelin.
Namastê !!!
Não sou um 'ecochato'. As pessoas precisam se conscientizar e preservar a natureza' . By Almir Sater.
http://radioglobo.globoradio.globo.com/madrugada-na-globo/2012/04/09/ENTREVISTA-ALMIR-SATER.htm

Nenhum comentário: