quarta-feira, 11 de abril de 2012

Almir Sater emociona público no Sesc Palladium


Almir Sater emociona público no Sesc Palladium

BELO HORIZONTE (09/04/2012) - Dentre causos e aplausos, lá estava ele. No último domingo (08/04), o Sesc Palladium recebeu o cantor e compositor Almir Sater. Dono de um talento musical ímpar, o violeiro, acompanhado da Banda Magistral, emocionou os mais de mil fãs que lotaram o Grande Teatro.
Há mais de 30 anos, Almir Sater investe na música tradicional interiorana. O cantor com expertise em violas, por onde passa e, em tudo o que faz, seja na arte de atuar, escrever ou cantar, deixa rastros de seu carisma e simplicidade. É o que afirma o cantor sertanejo César Menotti, da dupla César Menotti & Fabiano, que também esteve no Sesc Palladium para conferir o show. "O Almir tem uma vida invejável. Ele vem com um estilo diferenciado que reflete toda sua simplicidade. Prova disto são as polcas e os chamamés, ritmos que outrora eram dominados por arcodeons e que ele trouxe para viola", explica o sertanejo.
Como um bom violeiro, durante a apresentação, Almir não deixou de contar os diversos causos que o acompanham sua trajetória. No repertório, canções como: "No rastro da lua cheia", "Trem do Pantanal", "Comitiva esperança" e, como não poderia faltar, "O vento e o tempo" e "Um violeiro toca". Para o casal Zeni Saraiva e Omar Leite, esta foi mais uma oportunidade que tiveram para apreciar de perto os trabalhos do artista. "Além de apreciarmos a música de viola, temos profundo respeito e admiração pelo Almir, que durante anos não deixa morrer este estilo musical", afirma o casal.
Uma das músicas mais esperadas durante o show foi "Chalana", música escrita por Mário Zan e Arlindo Pinto. "A maneira que ele interpreta esta música encanta nossos corações, nos faz lembrar momentos especiais das nossas vidas", afirma a dona de casa Neide Pimenta, que se emocionou ao ouvir a canção.