domingo, março 20, 2011

Almir Sater inicia temporada de shows de forma inebriante

Almir Sater vem com tudo em 2011 - sucesso de público e cantoria. Casa cheia e alguns shows esgotados com antecedência.
2011 promete -muitos shows, inovação por parte do artista Almir Sater - que já começou sua temporada de shows, e vem com sua agenda abarrotada deles, para alegria geral da nação, fãs, simpatizantes e fiéis seguidores do artista há 30 anos. E não poderia começar de forma melhor - recebendo as bençãos na Bahia, em Ilha da Comandatuba, um verdadeiro paraíso terrestre, num mega evento e corporativo do Bradesco Previdência-  e  dando continuidade ao cumprimento de seus shows-
Dia 18 o artista seguiu para Cianorte -Pr, na badalada casa de shows "Empório Brasil" -lotadíssima, diga-se de passagem e foi muito assediado pelos fãs, e ele pelo jeito já veio em estado de graça, recebendo -os no camarins, sendo muito solicitado e por entrevistadores e jornalistas também.
Após isto, o artista seguiu rumo ao interior de SP, mais precisamente em Assis, em um dos maiores restaurantes e requintados da cidade, Bella Itália , sinônimo de aconchego e do verdadeiro sabor da comida italiana - mama mia tutti belo com certeza, eu havia até reservado dois lugares para mim - mas que por motivos de força maior e pessoais (doenças ) tive que cancelar a minha ida para lá.



















As fotos foram retiradas do site http://www.pulgaonline.com/   onde o artista Almir Sater demonstra toda a sua interação, talento e virtuosismo na sua "guitarra" de 10 cordas, -ops viola - mas o som de roqueiro é evidente nas cordas desta viola então dá no mesmo rs.

Hoje, o artista se apresenta em Votuporanga, SP  às 20:30, mas segundo os organizadores, já se encontra os ingressos "ESGOTADOS'  desde sempre.

Marketing: Planejamento e estratégia -faz parte do empreededorismo

Hoje é muito grande a proliferação de informações e em tempo real disseminadas nas redes sociais da Internet por pessoas.
Este é o papel dos blogs e blogueiros, colocar com a maior brevidade possível, um informação,uma  notícia, para que ela se alastre em pouco tempo nas redes sociais, como Orkut, Twitter, facebook,sites, enfim na web. E eu noto que existem empreededores talvez por falta de experiência ou conhecimento com essa nova ferramenta e eficaz da qual denominamos de "marketing viral"- estão sem querer administrando todo esse aparato,de forma "engessada" - morosa e prejudicial a si mesmos. Ao meu ver- não pode haver "ruídos" na comunicação é como uma orquestra, todos tem que estar afinados e vibrando na mesma sintonia a par de todas as mudanças ou alterações feitas-

Certos  empreendedores precisam compreender, que planejamento e estratégia faz parte de qualquer empreendimento que queira alcançar o êxito -não basta apenas eficiência, influência, mas a eficácia tem que andar lado a lado.Exemplifcando -Se vais liberar um anúncio de um evento ,com antecedência como muitos o fazem em sites na  Internet ou até me passam para eu dar o pontapé inicial -tem que antes pensar em quais  serão as estratégias e tomadas de decisões a serem adotadas para que alcance o êxito desejado-

ou seja fazer um planejamento de como lidar com a procura e a demanda sobre o produto oferecido em questão desde então se ainda não tem preparado ou montado todo o aparato (flyers,ingressos,pontos de vendas, mídias,patrocinadores para tal - agir com visão sistêmica sobre os negócios e não uma visão míope e engessada,que denominamos em Administração de "holística",ou seja ,não visualizar de forma objetiva todos os lados e sim somente enxergar um,aí nenhum trabalho vai agregar ou produzir o efeito desejado,no virtual é feito de uma forma e no tete a tete de outra forma.

 É óbvio que à partir de que haja uma informação disseminada nas redes sociais, ou por mailings , a procura pelo produto será instântaneo, frustrante seria se fosse o contrário- se não houvesse procura por informações e aquisições do produto. Muitas vezes algo se torna ineficaz devido a estes intempéries -da falta de planejamento e estrutura sobre o empreedimento.

- então a estratégia a ser adotada tem que ser outra - ou seja disponibilizar pessoas que possam atender ,orientar e anotar sobre o interesse no  produto, formando um networking( rede de relacionamento)- interação com esses clientes "prospects" e consumidores que por ventura, estejam interessados em adquiri-los posteriormente.

Simples assim, no final todos ganham ,ficam satisfeitos e ainda geram encantamento e credibilidade incontestável -

E se pensarmos mais longe, faríamos uma lista de forma que estes clientes de agora, seriam fidelizados e passariam a receber os mailings sobre os eventos que por ventura possa a se interessar futuramente..seria ou não uma sutil estratégia e um tremendo "pulo do gato"?
Afinal, nossos patrões são os nossos clientes, consumidores e por eles,devemos gerar todo o encantamento, atendendo suas necessidades e por consequência,fidelização contínua para sempre alcançarmos o êxito necessário, de forma que os interessados se sintam confortáveis dentro do processo oferecido.
 "Se não tomares conta do teu cliente, alguém tomará." -

Filtros Sociais como entrar nesta onda ?

Pitaco de Loira: Filtros Sociais. Como entrar nessa onda?


Filtros Sociais nada mais é do que bom e velho boca-a-boca, só que agora mais potencializado do que nunca pela Internet.
Digamos que você siga 500 pessoas no Twitter. Dificilmente você é amigo ou amiga dessas 500 pessoas, mas em média você pode conhecer ou ter um relacionamento mais próximo com aproximadamente 20%, digo mais próximo sendo seus amigos da escola, faculdade, rua, bairro ou amigos virtuais que você começou a seguir no Twitter, começou a trocar informações e de lá foi para e-mail, MSN, Orkut, Facebook-

A web permite isso há anos já, só que agora, com o crescimento – constante – das Redes Sociais, cada vez mais as pessoas farão e manterão amizades via Internet, seja a ferramenta que for.
Não basta estar no mundo digital, é preciso saber estar. Infelizmente a grande maioria das marcas ainda não sabe, mas temos visto uma evolução dos profissionais em relação a web, de pessoas com muita vontade, de pelo menos, aprender mais sobre o meio; estando no meio digital, as marcas precisam localizar 2 tipos de públicos que são interessantes para que as sigam: Consumidores e Formadores de opinião; não entenda formadores de opinião apenas como um Willam Bonner ou Cid Moreira.
O dono de uma comunidade “eu amo a marca X” com mais de 200 mil seguidores é uma formador de opinião, pois essas 200 mil pessoas decidiram por vontade própria entrar nessa comunidade e seguir essa pessoa, logo, o que ele fala é aceito com credibilidade.

Mas como gerar esse relacionamento?Gerando conteúdo! O segredo é esse.
Ninguém vai seguir o Felipe Morais, O Melhor do Marketing, a Coca-Cola, a Apple se essas marcas não gerarem conteúdo relevante. Se eu ficar o tempo inteiro só falando “pessoal, acesse meu blog” eu perderei seguidores em pouco tempo. O Melhor do Marketing teve um excelente crescimento desde o ano passado porque trabalhou muito bem conteúdo, por mais, que a grande maioria das mensagens (ou tweets) do site no Twitter seja levando para o site, são sempre de conteúdos diferenciados.
Para as marcas, se a Coca-Cola ficar mandando mensagens “Coca-Cola com promoção no Extra” também perderá seguidores, agora, se a Coca-Cola começar a enviar mensagens de esportes, natureza, passeios e entre esses tiver uma mensagem promocional, tenha certeza que as pessoas vão aceitar; porém, é importante que a marca não saia do seu DNA apenas para conseguir seguidores nas Redes Sociais. Não adianta a Coca-Cola falar de política econômica no seu Twitter porque as pessoas não estão ali para isso, se quiserem saber de política vão seguir algum jornalista.

Marcas. É importante saber o comportamento do consumidor nas Redes Sociais. Falar que o consumidor hoje está no poder é algo batido, mas que ainda não encaixou na filosofia da empresa.

Felipe Morais é publicitário, autor, professor, palestrante e blogueiro. Autor do livro: Planejamento Estratégico Digital (Ed Brasport), Autor do Blog do Planejamento. Mediador da 1ª Rede para Planners no Brasil