quinta-feira, novembro 25, 2010

Pitaco de Loira: Asas para voar

Você pode até me empurrar do abismo e eu vou dizer: E dai? Eu adoro voar!"

[Clarice Lispector]
Todos nós nascemos com asas invisíveis que nos permitem voar. Alguns descobrem que têm asas cedo, outros levam mais algum tempo; uns descobrem tarde demais.Nossas asas se mostram quando acreditamos que elas, mesmo que nossos olhos não vejam, podem nos levar ao céu. Se você tiver medo de cair, nunca subirá aos céus; se conseguir mas ficar olhando para baixo por muito tempo, não voará tão alto como os que só olham para o futuro; para a frente.


Muitos se deixam influenciar quando outras pessoas desacreditam, dizem que é absurdo querer ir tão longe, e mandam se acomodar. Se você quiser estacionar, suas asas podem não abrir mais. Então voarão outras pessoas acima de você, mesmo que elas cheguem depois, e você olhará parar trás e verá a oportunidade que perdeu de voar também.


Os conformados e já sem asas ficarão inconformados se você mostrar as suas, e eles farão de tudo para que você se conforme em não tê-las, surgirão argumentos, puxarão você para baixo, farão previsões; o que eles querem é ter você abaixo deles, e não voando acima.


Se você quiser voar, usar as asas que tem desde criança; terá que fazer isso por si só; se precisar derrubar alguém ou se for antiético, sua queda virá em breve, e maior ainda.


O segredo em descobrir como alcançar os céus é acreditar em seu potencial; e mesmo que digam que você não irá muito longe com asas tão pequenas, não dê ouvidos e alcance seu vôo; pois quanto mais alto você for, mais elas aumentam. E se alguém tentar te empurrar para um abismo, é só você dizer: E daí? Eu sei voar!

Nenhum comentário: