domingo, 3 de outubro de 2010

Pitaco de Loira: Simplicidade um assunto complexo

Simplicidade é assunto complexo, pelo menos quando inserido no contexto social. O fato de usar uma roupa surrada, sandálias e não possuir bens não tem relação direta com a simplicidade, ou seja, estabelecer um padrão de vida simples não gera necessariamente simplicidade.

Uma pessoa pode ser simples na forma de se vestir, mas complexa na forma de se portar. Talvez seja por isso que Leonardo da Vinci teria dito: “A simplicidade é o último grau de sofisticação.”

Existem pessoas que cultivam hábitos simples, embora sejam pessoas sofisticadas, com elevado nível intelectual, que realizam atividades complexas e que vivem a vida plenamente.

Por outro lado, existem pessoas que se posicionam como simples, mas que na realidade são pessoas pouco profundas, que realizam trabalhos que exige pouca ou nenhuma criatividade, são desprovidas de ambição e levam uma vida repleta de receios e insegurança.

As pessoas do primeiro grupo podem ser classificadas como simples, já as do segundo grupo podem ser classificadas como simplórias. Desta forma, existem os que encaram a complexidade de frente e a resolve, e as que a evitam.

Ser simples propicia viver a vida na plenitude, sem ter que abrir mão de nada.
Trata-se de assumir o controle pessoal sobre a vida, mas sem radicalismos, focado naquilo que interessa sem se preocupar em mostrar nada para os outros.

A razão dominante é viver bem, sem conflitos, priorizando o conjunto de valores do individuo, que mudam ao longo da vida. Não se trata de mudar o estilo de vida unicamente, reduzir o consumo ou mudar a aparência porque, como dito anteriormente, a simplicidade se dá de dentro para fora.
A simplicidade ajuda a tornar a sua vida menos complicada.

http://blog.luizalves.net
"É Bonito ser simples"