sexta-feira, abril 25, 2008

Eu aprendi..






APRENDI....

...Que eu não posso exigir o amor de ninguém. Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência para que a vida faça o resto;

...Que não importa o quanto certas coisas são importantes para mim, tem gente que não dá a mínima e jamais conseguirei convencê-las;

... Que posso passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos.

-Que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência;

..Que posso ir além dos limites que eu próprio me coloquei;

... Que eu preciso escolher entre controlar meu pensamento ou ser controlado por ele.

... Que, nos momentos mais difíceis, a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que iria tentar piorar minha vida;

...Que meu melhor amigo vai me machucar de vez em quando, e eu tenho que me acostumar com isso;

...Que não é o bastante ser perdoado pelos outros; eu preciso me perdoar primeiro;

... Que, não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso.

-Que quando duas pessoas discutem, não significa que elas se odeiem e quando duas pessoas não discutem, não significa que elas se amem.

Certas coisas realmente eu já aprendi...outras...ainda não, mas...estou tentando..
by: Flavia Nunes, poema homônimo de Willian Shakespeare.

Eu nunca aprendo...
Eu vivo sempre no mundo da lua
Porque sou um cientista
O meu papo é futurista e lunático
Eu vivo sempre no mundo da lua
Tenho alma de artista
Sou um gênio sonhador e romântico
Eu vivo sempre no mundo da lua
Porque sou aventureiro
Desde o meu primeiro passo pro infinito
Eu vivo sempre no mundo da lua
Porque sou inteligente (Guilherme Arantes).