terça-feira, 27 de novembro de 2007

COMPORTAMENTO: DAR E RECEBER - UMA VIA DE DUAS MÃOS...





Pequenas demonstrações de afeto, generosidade e de reconhecimento passam pelo exercício de dois verbos: Dar e Receber.

Richard Bach, escritor americano complementou: "Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Fazer é demonstrar que você sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você. Vocês são todos aprendizes, fazedores, professores".

Portanto, dar e receber é uma vida de mão dupla. No entanto, esquecemos dela a todo instante. E isso acontece nas pequenas coisas. Sabe aquele amigo que sempre tem um ombro para as pessoas? Há quanto tempo não liga para ele? E qual foi a última vez que disse a alguém especial o quanto gosta dele ? São pequenas gentilezas que andam em baixa atualmente. Conseguir exercitar o dar e receber é a essência da convivência". Segundo a antropóloga Livia Barbosa, a reciprocidade é essencial para a estruturação da sociedade.

Será que eu mereço isso ? - Receber vem do latim reci-pere, que originalmente tinha o sentido"tomar algo que por direito pertence ao outro". As relações são feitas de troca, diz o psicólogo Bernardo Jablosnki. Mas não há como negar: o exercício do receber é necessário. Olhar para dentro de si mesmo pode ser uma das maneiras de enxergar qualidades perceptíveis nos outros. Não custa perguntar o motivo de enrubescer e ficar sem palavras quando ouve um elogio. Não custa lembrar que quanto mais você aceitar receber, mais terá a dar.

"Se queres receber, deves primeiro dar, eis o início da Inteligência (pensamento taoísta). "É assim que se formam os ciclos do bem, que fazem todos mais felizes", diz a monja Coen, da Comunidade Zen Budista de São Paulo.

A medida das coisas. Desde os tempos da Revolução Industrial aprendemos a mensurar as coisas, isso explica porque queremos colocar na balança até a medida do afeto. Não existe um medidor de sentimento, prazer, amor que sirva como referência no receber ou que dou em troca. "a espontaneidade revela o amor e o cuidado que você tem pelo outro" Não dá para forçar nem enquadrar a emoção", diz o Psicólogo Bernardo Jablonski.

"O caminho para o equilíbrio de dar e receber está dentro de você, é só olhando para si, com respeito e paciência que surgirão as respostas, ensina a Monja Coen. Sobre a dificuldade em amar, Monja Coen acrescenta: "Se precisamos ser lembrados de fazer alguma coisa é porque esse não é um comportamento tão espontâneo".

Porém tudo pode ser cultivado e transformado, mudando inclusive o panorama do desamor, ninguém está obrigado a se sentir devedor para o resto da vida..

Texto: Carla Aranha Reproduzido Revista Bons Fluídos.  extraído da Edição nº 104.

3 comentários:

  1. Anônimo21:05:00

    Loira amiga voce e merecedora sim de todos os elogios eu ja disse em outra oportunidade graças a divulgaçao que faz desses musicos maravilhosos tive a chance de viver momentos inesqueciveis e que estao vivos na minha memoria,ja disse tambem que seus textos sempre ensinam coisas novas,porisso aprendi a te admirar e recorrer a vc em busca de uma palavra amiga mais que uma vez.
    boa noite fique com os anjos pra iluminar seus caminhos sempre.
    maria helena-

    ResponderExcluir
  2. Sabe.. M.Helena..se nesta vida não servirmos para ajudar uns aos outros,para que viveremos ??!

    E quanto mais eu ajudo,mais eu recebo,porque haverá um equilíbrio de boas ações perante a justiça divina.
    Como diz a Madre Teresa:
    No final nunca será entre Você e a Pessoa..e Sim entre Você e o Deus.

    Portanto use e abuse sempre ..!!
    E Desejo Saúde ao extremo para seu querido Pai. e eu certamente..ainda irei tomar esse deliciosa Café da sua mãe.

    Beijo fraterno,

    ResponderExcluir
  3. Anônimo19:34:00

    amiga sonhos existem para serem realizados, eu ha 15, 16 anos qdo vi Almir sater pela 1ª vez eu disse ainda vou conhecer esse moço vou beijar essas maos vou ver de perto ele tocar e isso foi real e quero repetir muitas e muitas vezes,entao quem ousa dizer que nao vamos tomar um cafe jtas....ainda que seja o cafe de D.Hilda porque eu amiga sou uma negaçao na cozinha....beijao
    maria helena.

    ResponderExcluir